Nome do Projeto
Estudos da Cultura da Mídia e Direitos Humanos
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/08/2020 - 31/07/2026
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas
Resumo
Nesta ipesquisa, trabalhamos algumas problemáticas envolvendo a mídia tradicional –mais pecificamente telejornais e portais de notícias - e os Direitos Humanos (DH) sob a luz dos estudos culturais. Adotando uma postura crítica, histórica e dialética, fazemos uma intersecção entre esses objetos com o objetivo de problematizar questões e apontar possíveis saídas levando em consideração a urgência de um (re)pensar dos DH e o papel da mídia neste cenário. Para tanto, utilizamos os pressupostos teóricos de Roland Barthes, Douglas Kellner, Helio Gallardo, Joaquín Herrera Flores e David Sánchez Rubio.

Objetivo Geral

investigar telejornais e portais de notícias no que tange à cobertura do tema DH sob a luz dos estudos culturais

Justificativa

Os recortes anteriormente descritos encontram justificativa, primeiramente, frente o nosso objetivo de dar início a uma investigação acerca da visão dos veículos de comunicação tradicionais sobre a noção de DH. Na nossa concepção, Levando em conta essa realidade, percebemos que a mídia tradicional brasileira consiste em uma espécie de palco por onde desfilam as mais diversas forças da sociedade. Neste horizonte definitivamente político, os veículos de comunicação de massa reproduzem os embates entre os setores hegemônicos e contra-hegemônicos – ou de resistência. Considerada uma das peças fundamentais para a “consolidação das democracias (...) [e o] desenvolvimento de todas as nações adeptas, ao menos formalmente, deste regime” (CANELA, 2008, p.11), a mídia tradicional deveria problematizar a complexa questão dos DH . Problematizar consiste em reconstruir historicamente os cenários para que possamos entender as suas práticas. Significa detectar qual é a lógica vigente, quais são os atores envolvidos no processo e de que forma se dão as suas relações. Porém, não é isso o que percebemos em boa parte da cobertura dos veículos de comunicação de massa no Brasil. Neste sentido, geralmente, detectamos que a mídia utiliza uma noção simplificadora dos DH lançando mão de uma visão universal racionalmente formal , retirando a problemática dos DH do seu histórico impuro e injusto.

Metodologia

Basicamente, serão feitas análises - comparativas ou não - de telejornais e portais de notícias sobre a questão dos DH. Neste sentido, lançaremos mão de uma abordagem postura crítica, histórica e dialética.

Indicadores, Metas e Resultados

Detectar semelhanças e diferenças nas abordagens dos veículos escolhidos para a análise. Outrossim, levantaremos uma discussão em torno de um (re)pensar dos DH na atualidade e o crucial papel da mídia nesse sentido. Salientamos que este trabalho não pretende generalizar resultados, mas, sim, detectar tendências e vislumbrar possibilidades em um determinado contexto.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FABIO SOUZA DA CRUZ20
GISELE MORAES DIAS

Página gerada em 01/07/2022 04:40:37 (consulta levou 0.055723s)