Nome do Projeto
Potenciais e Entraves da Enfermagem de Prática Avançada na atenção primária a saúde do território rural
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
21/05/2020 - 22/12/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Resumo
No cenário mundial contemporâneo, a enfermagem rural se constitui como uma área de conhecimento em consolidação ancorada a Enfermagem de Prática Avançada. Esta perspectiva nos motiva ao objetivo de compreender junto aos Enfermeiros da atenção primária de saúde entraves e potenciais de construção do cuidado crítico reflexivo da Enfermagem de prática avançada no território rural do bioma pampa. Metodologia: estudo de caráter qualitativo, participativo será conduzido seguindo o circulo de cultura proposto por Paulo Freire em que se abordará enfermeiros que atuam em municípios do bioma pampa com as seguintes características: Enfermeiros de atuação na atenção primária em saúde em UBS predominantemente de área rural; Enfermeiros com tempo de trabalho superior a há um ano na respectiva unidade básica de Saúde. Enfermeiros que tem acesso a midia digital. A metodologia está em adaptação as peculiaridades decorrentes do COVID19. A proposta consiste em realizar circulo de cultura virtual, e se necessário complementação com entrevistas individuais gravadas. Os dados serão transcritos e organizadas no software ethnograph 6.0 e os resultados apresentados em consonância aos entraves e potencialidades objetivados pelos colaboradores da pesquisa seguindo o referencial crítico reflexivo. Resultados Esperados: Publicação de artigos oriundos da pesquisa em revistas indexadas; Ampliar a discussão sobre Enfermagem de Prática Avançada e sua interface com o sistema de cuidado rural, valorizando a atenção primária em saúde e o SUS; Gerar conhecimentos e metodologias de ensino-aprendizagem para formação e profissionais interessados em atuar em serviços de saúde rural

Objetivo Geral

Objetivo geral
Compreender junto aos Enfermeiros da atenção primária de saúde entraves e potenciais de construção do cuidado crítico reflexivo da Enfermagem de prática avançada no bioma pampa.

Justificativa

Fomos motivados a direcionar nossa pesquisa ao encontro dos Enfermeiros que
preferencialmente atuam no sistema de saúde rural, pois os agricultores familiares projetam expectativas de necessidades de cuidado em saúde que ora estão distantes do cuidado disponibilizado pelos
profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde brasileiro do bioma pampa (LIMA ET
AL, 2016; HECK 2017). Também denunciam a falta de conhecimento dos profissionais
sobre plantas medicinais, agrotóxicos entre outros problemas que contemporaneamente
fazem parte do viver dos agricultores familiares no território rural.
Em recente documento da OPAS/OMS (2018) de ampliação do papel do
Enfermeiro na atenção primária de saúde, há um claro direcionamento e interesse de se
investir na Enfermagem de Prática Avançada (EPA) com vistas a ampliar as realidades de
saúde convergindo para o acesso universal, a integralidade e equidade dos cuidados. Esta
soma fortaleceria os sistemas de saúde dos diferentes países. Neste crescente, entendemos
que a habilidade de tomada de decisão da EPA no território rural vão além da competência
clínica, biomédica, há também aspectos culturais, sociais que tem interface com o modo de
vida destas populações vulneráveis. Há documentos que preconizam direcionamentos
como: o II Plano operativo da política de Saúde Integral da população do campo, da
floresta e das águas; a Política das Praticas Integrativas e Complementares; o Plano
Operativo da Política de Plantas Medicinais; e, a ampliação da compreensão da Política
Nacional da Atenção Básica em que há necessidade de acolhimento e vínculo ao encontro
do sistema de cuidado familiar e folk ou de especialistas populares, quando se fala em
saúde rural no território brasileiro.

Metodologia

Este estudo terá caráter qualitativo e se configura em uma pesquisa participante.
Nesta proposta se pretende utilizar o itinerário de pesquisa de Paulo Freire, considerando
que, para a investigação dos temas, prevê uma relação de diálogo do pesquisador com os
sujeitos participantes da pesquisa (FREIRE, 2005).Baseado neste autor estamos propondo circulo de cultura virtual, e se necessário complementação com entrevistas individuais de acordo com a disponibilidade dos Enfermeiros e as ferramentas de comunicação digital disponíveis, adaptando o projeto a peculiaridades decorrentes do COVID19. Se intenciona compreender junto aos Enfermeiros da atenção primária de saúde entraves e potenciais de construção do cuidado crítico reflexivo da Enfermagem de prática avançada no território rural. Entendemos que o cuidado apresenta variações, estando intimamente vinculado ao diálogo e identificação das características do território em que estes
profissionais atuam, e estes espaços são potenciais impares para o profissional desenvolver ações de saúde ao encontro da realidade social. Assim, para alcançar os objetivos da presente pesquisa serão realizados inicialmente três círculos de cultura virtuais em cada município do bioma pampa participante do estudo, podendo o número de encontros ser ampliado se houver necessidade. Entrevista individual gravadas com profissionais que não conseguiram participar destes minimo de três encontros. Serão critérios de inclusão municípios com as seguintes características: a) ter Enfermeiros atuando na atenção primária em saúde em UBS preferencialmente em área rural; b) ter Enfermeiros que atuem no mínimo há um ano na Unidade Básica; c) Os profissionais ter a disposição acesso a midia digital.
Será realizada uma descrição detalhada de todos os encontros e se necessário se
fará complementação de entrevistas individuais gravadas, na perspectiva de incluir a perspectiva de um profissional que por decorrencia de alguma justificativa relascionada a pandemia COVID19 se ausentou de uma das três reuniões do circulo de cultura virtual. Os dados serão transcritos e organizadas no software Ethnograph 6.0, seguindo o proposto por Prochnow et al. (2007) que recomenda três etapas:
• Etapa 1: momento de desconstrução ou desmontagem de documentos a fim de traçar a
curva do discurso social, interrogações, verificação dos processos naturais duradouros e
grau de variação de significado, evidências de observação, reconstrução da realidade -
enxergar o significado das coisas a partir das determinações e especificidades estabelecidas
pelos enfermeiros em relação ao cuidado e a Enfermagem de Prática Avançada;
• Etapa 2: interpretação (momento que procura sistematizar e descrever um significado
mais abrangente dos dados, vinculando-os a outros conhecimentos) - realização da seleção
e destaque dos elementos-chave de significado, percepção dos sentidos nos enunciados
especificando as relações internas entre os elementos que caracterizam e descrevem o dito
no discurso social, a fim de tornar explícito o conhecimento implícito. Com associação de
discursos que salientam a ênfase em entraves e potenciais de construção do cuidado crítico
reflexivo da Enfermagem de prática avançada no território rural do bioma pampa
• Etapa 3: evidência e descrição do que o ato simbólico do cuidado tem a dizer sobre ele
mesmo. Sintetizar os pontos potenciais de cuidado e a interface da Enfermagem de prática
avançada no território rural do bioma pampa O projeto de pesquisa será submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Enfermagem/UFPel. No decorrer da pesquisa será garantido o anonimato dos sujeitos, os quais constam no código de Ética dos Profissionais de Enfermagem, capítulo III, artigo 89, 90 e 91, das responsabilidades e deveres e também, artigo 94 e 98 , das proibições (COFEN, 2007).
Sendo assim, também será assegurada a vontade dos participantes de desistirem, a
qualquer momento, da pesquisa, bem como o livre acesso aos dados coletados, sem que
isso cause qualquer prejuízo a sua pessoa. Usa-se como base, a Resolução 466/12, de
competência do Conselho Nacional de Saúde do Ministério da Saúde que orienta diretrizes
sobre pesquisa com seres humanos, assegurando a proteção dos grupos vulneráveis e
autonomia dos sujeitos (BRASIL, 2012). Os participantes da pesquisa assinarão o termo de Consentimento Livre e Esclarecido que será enviado virtualmente. Os dados serão guardados em computador do Laboratório de Cuidado em saúde e Plantas Bioativas(PPGENF-UFPEL) por 5 anos, após serão destruídas.

Indicadores, Metas e Resultados

Contribuir para a investigação em Enfermagem, a perspectiva de pesquisa qualitativa;
Contribuir com discussões sobre a Enfermagem de Prática Avançada e sua
interface com o sistema de cuidado rural, valorizando a atenção primária em saúde
e o SUS;
Contribuir para a indução de políticas públicas voltadas ao cuidado e fixação da família rural e a atenção
primária em saúde.
Geração de conhecimentos e metodologia de ensino-aprendizagem para formação e
profissionais interessados em atuar em serviços de saúde rural;
Publicação de artigos oriundos da pesquisa em revistas indexadas;
Consolidar projetos multicêntricos para a formação de recursos humanos para os
serviços de saúde e para a Pós-graduação.
Proporcionar um espaço para reflexão e formação de profissionais Enfermeiros se
sensibilizar com outras perspectivas de cuidado que fazem parte da saúde rural.
Resultados Esperados
A relevância do presente projeto de pesquisa está em consonância com recente
revisão de literatura sobre o estado da arte da Enfermagem rural na qual observamos que
em países como Canadá, Estados Unidos da América, Austrália há um direcionamento
explicito de resolver a escassez de provedores de cuidado em saúde junto a populações
vulneráveis e/ou carentes apostando na Enfermagem de Prática Avançada. Tal perspectiva
também é apontada em documento da OPAS/OMS (2018) “Ampliação do papel dos
Enfermeiros na Atenção Primária de Saúde” no qual sugerem a Enfermagem de Prática
Avançada como estratégia para alcançar o acesso universal a saúde e a cobertura universal.
Além destes documentos que dão relevância ao trabalho do profissional enfermeiro na
prestação do cuidado, também observamos a preocupação intersetorial com a saúde, a
importância de ações interdisciplinares e multiprofissionais traçadas nos Objetivos do
Desenvolvimento Sustentável que apresenta uma agenda até 2030, apresentando um plano
de ação para as pessoas, para o planeta e para a prosperidade em que se visa fortalecer a
paz universal com mais liberdade, erradicação da pobreza em todas as suas formas e
dimensões enquanto desafio global.
Este conjunto de documentos nos convence a propor uma investigação participante
de promovem a possibilidade do colaborados da pesquisa auxiliar na construção do
conhecimento, qualificar a partir de diálogos sobre o cuidado crítico reflexivo a sua
trajetória de ação. Há uma sintonia em querer desenvolver pesquisa que tenha interface
sustentável junto ao Enfermeiro. As circunstâncias de atenção com a saúde rural na nossa
compreensão são estritamente vinculadas com o território e o Enfermeiro de atenção
primária em saúde tem uma enorme interface de ação que pode ser potencializada.
Outro aspecto importante é de que a ancoragem de desenvolvimento do projeto
amplia a compreensão de estudantes de graduação e Pós-graduação de enfermagem que
colaboram com a pesquisa, conhecem a realidade de trabalho de Enfermeiro no espaço
rural e na atenção primária em saúde e passam a discutir temas atuais que vem tomando
forma na Enfermagem brasileira e internacional - a Enfermagem de Prática Avançada.
Como produtos deste processo de pesquisa destaca-se a produção de teses,
dissertações, artigos científicos e fortalecimento da linha de investigação em saúde rural e
enfermagem que este grupo de pesquisa vem consolidando.
Enfim a proposição deste projeto também almeja que se tenha no espaço de
formação uma discussão sobre Enfermagem de Prática Avançada e que com isso se
consolide e se conquiste maior autonomia do profissional enfermeiro no cenário de atuação
do Brasil.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADRIELE DE SOUZA ANUNCIACAO
ALANA KOGLIN WINK
CRISTIANE DOS SANTOS OLIVEIRA
JOSUÉ BARBOSA SOUSA
LUCAS DA SILVA DELLALIBERA
NATÁLIA ROSIELY COSTA VARGAS
RITA MARIA HECK4
VITORIA PERES TREPTOW
ÂNGELA ROBERTA ALVES LIMA

Página gerada em 24/10/2021 07:03:08 (consulta levou 0.191138s)