Nome do Projeto
Os estágios obrigatórios dos cursos de licenciatura: alternativas por algumas vozes
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
22/06/2020 - 21/12/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
O GEPEFOP – Grupo de Estudo e Pesquisa em Estágio e Formação de Professores, registrado no CNPq, tem buscado agregar estudos e pesquisas referentes ao campo da formação inicial de professores(as), com ainda mais ênfase, nos estágios obrigatórios das licenciaturas. São trabalhos desenvolvidos em níveis de mestrado e doutorado, dentre outros. O projeto ora proposto condiz com a linha de pesquisa na qual vários integrantes estão vinculados, junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPel. Objetivamos mapear, por meio de um quadro analítico (teórico-conceitual), as alternativas indicadas por segmentos da comunidade acadêmica para o desenvolvimento dos estágios obrigatórios, em tempos de COVID-19, de cursos de licenciatura de duas instituições de educação superior do Rio Grande do Sul e uma de Minas Gerais. O processo metodológico terá como meio de coleta de dados um questionário misto com questões predominantemente fechadas, da plataforma Google Forms, destinado aos(às) acadêmicos(as) dos cursos de licenciatura e às(aos) orientadores(as) de estágios de Cursos de Licenciatura presenciais das universidades parceiras. A abordagem dos dados contará com análise quali-quantitativa. Defendemos que os estágios obrigatórios devem primar pela indissociabilidade entre teoria e prática, entretanto, este, na maioria das vezes, é visto como componente exclusivamente prático. Diante das peculiaridades do momento que, dentre outras, transformaram as aulas da educação básica presenciais em remotas, indagamos acerca das possíveis alternativas para a realização deste componente curricular.

Objetivo Geral

Mapear, por meio de um quadro analítico (teórico-conceitual), as alternativas indicadas por segmentos da comunidade acadêmica para o desenvolvimento dos estágios obrigatórios, em tempos de COVID-19, de cursos de licenciatura de duas instituições de educação superior do Rio Grande do Sul e uma de Minas Gerais.

Justificativa

A Importância em realizar atividades acadêmicas relacionadas aos projetos de ensino, pesquisa e extensão, em período de excepcionalidade, como o atual, justifica-se por diversos motivos, tais como: a necessária inclusão de acadêmicos(as) dos diversos níveis (graduação, pós-graduação) nestas atividades, estimular as relações interpessoais, favorecendo o acolhimento dos acadêmicos(as) e dos docentes, dentre outros.
No tocante ao projeto de pesquisa, propriamente dito, a importância está na urgente reflexão acerca do componente curricular, estágios obrigatórios, tendo em vista este ter como um dos principais campos de formação dos(as) futuros professores(as), as escolas, que, por sua vez, estão adotando o "ensino remoto". Este fato provocou significativa mudança na forma como as aulas na educação básica vinham ocorrendo e, por conseguinte, também na forma como os estágios se desenvolviam. Primeiro, observamos a suspensão das atividades consideradas "práticas", posteriormente, a publicação de legislações, permitindo algumas atividades desta natureza em alguns cursos, mas não naqueles das licenciaturas. A compreensão era de que "se as escolas não estavam funcionando", não poderia haver atividade de estágio.
O que nossos estudos assinalam, entretanto, diz respeito a compreensão bastante simplificada deste componente curricular, assim como de conceitos importantes a ele relacionados.
Diante disto, entendemos oportuno ouvir segmentos da comunidade acadêmica que lidam diretamente com os estágios, acerca de possibilidades para o desenvolvimento deste componente.

Metodologia

Questionário misto com questões predominantemente fechadas, da plataforma Google Forms, destinado aos(às) acadêmicos(as) dos cursos de licenciatura e às(aos) orientadores(as) de estágios de Cursos de Licenciatura presenciais de duas universidades públicas do Rio Grande do Sul e uma de Minas Gerais.
Os critérios de seleção dos(as) colaboradores(as) em relação aos(às) acadêmicos(as)> que estejam regularmente matriculados(as) em alguma licenciatura da respectiva IES que integra a pesquisa. Em relação aos (às) orientadores(as)> que tenham, em algum momento, orientado estágio em alguma licenciatura da respectiva IES que integra a pesquisa.
A abordagem dos dados contará com análise quali-quantitativa.

Indicadores, Metas e Resultados

Elaborar um mapeamento teórico analítico dos estágios, a partir das alternativas identificadas entre as três instituições parceiras.
Contribuir com discussões acerca dos estágios obrigatórios nos cursos de licenciatura e outras instâncias de interesse.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE SOUZA DA LUZ
Amanda de Freitas Braga
CLAUDIA ESCALANTE MEDEIROS
Camila Lima Coimbra
DÉBORA BIANCA NOTTAR
FRANCYNE DE OLIVEIRA DIAS
JOICE MIRAPALHETE FABRA
LEONARDO PINHEIRO DE ANDRADE
LILIAN LORENZATO RODRIGUEZ
LUCIANE FARIAS DA SILVA
MARIA DAS GRACAS CARVALHO DA SILVA MEDEIROS GONCALVES PINTO8
MICHELE TELLES BAPTISTA
PATRÍCIA PORTO RAMOS
REBECA PEREIRA SAN MARTINS
Sharon da Silva Ferreira
VERA LUCIA DOS SANTOS SCHWARZ

Página gerada em 23/01/2021 21:07:02 (consulta levou 0.099318s)