Nome do Projeto
Liga Acadêmica de Cirurgia Plástica LACIP
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
01/08/2020 - 01/07/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Resumo
A Liga Acadêmica de Cirurgia Plástica da UFPel - intitulada LACiP - é uma sociedade acadêmica, sem fins lucrativos; sem filiação religiosa, política ou partidária; criada em 11 de agosto de 2016. A Liga tem sua sede na Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e é filiada ao Departamento de Cirurgia Geral e ao Colegiado de Curso de Medicina desta universidade.

Objetivo Geral

Aprofundar os conhecimentos teóricos e práticos em cirurgia plástica

Justificativa

: As atividades contribuirão para a sedimentação do conhecimento de cirurgia com enfoque na cirurgia plástica dos envolvidos e proporcionará maior engajamento docente/discente, o que enriquecerá o currículo do graduando e sedimentará os aprendizados para a futura vida profissional dos estudantes. Além de poder aproveitar a capacidade produtiva de conhecimento que o ambulatório pode oferecer

Metodologia

A metodologia ou eixo de ensino será composto por reuniões semanais (4 por mês), de 1 hora cada, tendo um intuito de discutir assuntos específicos e relacionados a área de cirurgia plástica e atividades de bloco cirúrgico semanais (8 por mês), de aproximadamente 1h e 30min cada, tendo como objetivo inserir o aluno dentro da rotina cirúrgica e mostrar na prática as técnicas discutidas nas reuniões.
O primeiro encontro de cada mês deverá abordar um tema da cirurgia plástica, envolvendo propedêutica e patologia. Um membro da liga ficará responsável pela organização em cada mês, podendo convidar membros do conselho consultivo ou outras referências para enriquecerem a discussão, oportunizando a troca de experiências sobre o ensino de medicina e sua prática. E outra dupla ficará responsável por redigir um caso clínico e apresentar aos demais na terceira semana. Na última semana do mês discutiremos trabalhos práticos, tais como artigos, campanhas e projetos.
Dentro do bloco cirúrgico o aluno deverá acompanhar procedimentos realizados pelo cirurgião, de forma que consiga enxergar aquilo que foi discutido nos encontros semanais dentro da prática, assim otimizando o aprendizado. posterior organização de coleta de dados e criação de banco de dados e análises.
OBS: atividades práticas e presenciais só ocorrerão quando o calendário acadêmico retornar, enquanto durar a pandemia só atividades online serão realizadas

Indicadores, Metas e Resultados

O indicador de sucesso do projeto é o número de alunos interessados em participar, outra análise substancial será o número de acadêmicos que se interessarão nos cursos de especialização e de residência na área.
A principal meta é manter os alunos motivados e participativos a fim de poder contribuir com o conhecimento deles e com a Saúde Pública Brasileira.
São competências a serem alcançadas a construção participativa do conhecimento técnico cirúrgico a e a habilidade de criar estratégias para resolver problemas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDRE LUIS BARTZ VOIGT
ANNA BEATRIZ COSTA DE OLIVEIRA
FERNANDO PASSOS DA ROCHA4
GABRIEL LUIZ HENKE
LUAN ALMEIDA STROKE
MURILO CANTERLE DE BRUM
PEDRO HENRIQUE EVANGELISTA MARTINEZ
SABRINA OLIVEIRA DA COSTA1
SILVIA SAUERESSIG2

Página gerada em 28/09/2021 04:23:12 (consulta levou 0.097958s)