Nome do Projeto
Vibração Ocupacional em Operadores de Tratores Agrícolas de 4 Rodas de até 58,8 kW
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/09/2020 - 31/08/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Engenharias
Resumo
O uso de tratores na atividade agrícola é imprescindível para o incremento de produtividade das atividades no campo, já que esta máquina proporciona, entre outras vantagens, rapidez na execução das atividades. Porém, nem sempre os tratores agrícolas fornecem o conforto necessário aos operadores para realizar suas atividades com qualidade Apesar da importância do setor agrícola, parte dos tratores produzidos no país não é projetado para fornecer conforto, segurança. Sabe-se que trabalhadores rurais são expostos a vários riscos ocupacionais durante sua jornada de trabalho, como os mecânicos, físicos, químicos, biológicos e ergonômicos, onde cabe ressaltar que vibração é caracterizado como um risco físico. Os problemas causados pela vibração de máquinas agrícolas vêm sendo estudados há algum tempo, a exposição prolongada a este risco possui efeitos nocivos a saúde do operador.Diante disso o objetivo desse projeto é avaliar a vibração ocupacional no assento do operador e no volante de tratores de até 58,8 kW e verificar se os níveis de vibração aferidos estão dentro dos dentro dos limites estabelecidos pelo anexo 8 da Norma Regulamentadora de Saúde e Segurança do Trabalho de numero 15 que caracteriza o trabalho como insalubre quando as acelerações para exposição diária de oito horas (A(8)) e valor dose de vibração (VDV) superiores a 1,15m.s-2 e 21 m.s-1,75 respectivamente, para vibração de corpo inteiro e superior a 5,0 m/s-2 para vibração de mãos e braços. Espera-se como impacto o aumento na preocupação com desenvolvimento de sistemas que auxiliem na minimização ou eliminação da exposição à vibração ocupacional em tratores agrícolas voltados para agricultura familiar, consequentemente melhorando a qualidade de vida dos operadores.

Objetivo Geral

O objetivo geral é avaliar a vibração ocupacional no assento do operador e no volante de
tratores de até 58,8 kW, ou seja, tratores possíveis de serem financiados pelo programa Mais Alimentos, e
verificar se estes modelos estão com os níveis de vibração dentro dos limites estabelecidos pelo anexo 8
da Norma Regulamentadora de Saúde e Segurança do Trabalho de numero 15 (NR 15 - ATIVIDADES E
OPERAÇÕES INSALUBRES) caracterizando o trabalho como insalubre ou não. Objetivos específicos a)
Medir as acelerações a que o corpo do operador é exposto no posto de operação b) Comparar os modelos
mais representativos dentro de até 58,8 kW de cada uma das marcas mais comercializadas no Brasil c)
Determinar se os operadores estão expostos a níveis insalubres de vibração

Justificativa

A agricultura familiar produz 70% dos alimentos consumidos por brasileiros, ou seja, o agricultor familiar ocupa hoje papel decisivo na cadeia produtiva que abastece o mercado brasileiro: mandioca, feijão, carne suína, leite, carne de aves e milho são alguns grupos de alimentos com forte presença da agricultura familiar na produção. Hoje, as unidades familiares são as maiores fontes de emprego, renda e produção de alimentos no país. (MDA, 2015).
O uso de tratores na atividade agrícola é imprescindível para o incremento de produtividade das atividades no campo, já que esta máquina proporciona, entre outras vantagens, rapidez na execução das atividades. Porém, nem sempre os tratores agrícolas fornecem o conforto necessário aos operadores para realizar suas atividades com qualidade, por isso os estudos ergonômicos destes equipamentos são importantes para prevenir doenças relacionadas ao trabalho (SANTOS, 2016).
Os problemas causados pela vibração de máquinas agrícolas vêm sendo estudados há algum tempo, a exposição prolongada a este risco possui efeitos nocivos a saúde do operador, tornando dessa forma os estudos a respeito de vibração em tratores necessários, para que os resultados obtidos nas pesquisas contribuam para proporcionar melhorias nos projetos de máquinas agrícolas e assim oferecer maior conforto ao operador durante a jornada de trabalho. (SANTOS, 2016)
Sabe-se que trabalhadores rurais são expostos a vários riscos ocupacionais durante sua jornada de trabalho, como os mecânicos, físicos, químicos, biológicos e ergonômicos, onde cabe ressaltar que vibração é caracterizado como um risco físico. (ANDRADE, 2016).
Apesar da importância do setor agrícola, parte dos tratores produzidos no país não é projetado para fornecer conforto, segurança, facilidade de acessos, disposição de comandos, pois a concepção do projeto está voltada para a otimização dos parâmetros operacionais e desempenho, resultando em máquinas que expõem o operador às condições operacionais inadequadas (SANTOS et al. 2014).

Metodologia

Para o desenvolvimento destas avaliações, a equipe de trabalho será composta por docentes e discentes do NIMEq – UFPel, que possuem experiência na área de máquinas agrícolas, engenharia, agronomia, segurança e ergonomia e essas características são essenciais para o desenvolvimento do trabalho.
As medições necessárias para a realização da avaliação serão baseadas no anexo 8, da Norma Regulamentadora de Saúde e Segurança do Trabalho de numero 15, intitulada atividades insalubres, que indica a utilização de Normas de Higiene Ocupacional (NHO) 09 e 10 que são responsáveis por determinar os procedimentos técnicos necessários para as medições de vibração, que por sua vez referencia a utilização da ISO 2631 (1997), Mechanical vibrarion and shock, evaluation of human exposure to whole-body vibration e a ISO 5349 (2001), Mechanical vibration - Measurement and evaluation of human exposure to hand-transmitted vibration 2, para a análise das vibrações ocupacionais de corpo inteiro e vibração de mãos e braços respectivamente.
Sabe-se que a ISO 2631 é aplicável a movimentos transmitidos ao corpo humano como um todo através das superfícies de apoio: os pés de uma pessoa em pé, as nádegas, as costas e os pés de uma pessoa sentada conforme Figura 1.

Figura 1 Eixos de direção adotados para medição
Fonte: NHO 09(2013)

Enquanto a ISO 5349 é aplicável para a avaliação da vibração intensiva que pode ser transmitida a partir de fer¬ramentas, maquinários ou instrumentos de trabalho vibratórios para as mãos e braços.



3.1 Material Utilizado
Serão utilizados cinco tratores de até 58,8 kW voltados para agricultura familiar mais vendidos por fabricante (Case, John Deere, New Holland, Massey Fergusson e Valtra) nas concessionarias na região em torno do município de Pelotas-RS.
As coletas dos dados serão sempre realizadas sobre piso de cimento plano, com o trator estático, ou seja, não serão realizadas medições com a máquina em movimento e visando minimizar as variações no modo de realização da coleta, ela sempre será realizada pelo mesmo membro da equipe.
Para coletar os dados nos tratores, será utilizado um dosímetro de vibração da marca 01 dB-Metravib modelo VIB008, conforme exposto pela Figura 2, posterior a coleta dos dados será utilizado o software dBMAESTRO, que é uma ferramenta para análise de dados e elaboração de relatórios para a higiene e segurança que acompanha o dosímetro, ambos pertencentes ao LABSERG (Laboratório de Segurança e Ergonomia) do Centro de Engenharias da UFPel. E através deste software dBMAESTRO é possível realizar uma extração dos dados coletados para o software Microsoft Office Excel 2010, com o intuito de formação de gráficos que auxiliem no entendimento dos dados coletados.

Figura 2 – Dosimetro 01 dB-Metravib modelo VIB008
Fonte: 01 dB VIB, (2018)

Para analisar a vibração de corpo inteiro, será utilizada uma almofada com acelerômetro triaxial, o seat pad, em conjunto com o dosímetro, material esse que é ilustrado na Figura 3.

Figura 3 – Almofada com acelerometro triaxial - Seat Pad
Fonte: 01 dB VIB, (2018)

O procedimento de fixação do seat pad seguirá as exigências contidas na NHO 09, que, por sua vez, se basearam nos preceitos da ISO 2631, ou seja, não podendo haver nenhum obstáculo como plásticos ou capas entre o seat pad e o assento.
Enquanto para realizar a analisar a vibração de mãos e braços será utilizado o acelerômetro triaxial miniatura, que será fixado ao volante assim como recomendado pela Norma de Higiene Ocupacional de numero 10, conforme Figura 4 abaixo.

Figura 4 – Acelerômetro triaxial miniatura para mão-braço
Fonte: 01 dB VIB, (2018)

Diante da necessidade de aferir a rotação do motor nos tratores, o tacômetro presente no painel da máquina é o suficiente para obtenção desta informação, tendo em vista que o operador usará as informações contidas no tacógrafo do trator para executar suas atividades.

3.2 Coleta de dados
Para a coleta dos dados, inicialmente serão verificados alguns itens básicos nas máquinas, do mesmo modo como deve ser feito antes de se iniciar qualquer operação agrícola. Como por exemplo: aferir as pressões de inflação dos pneus, nível do tanque de combustível e os lastros.
A coleta de dados de vibração nas máquinas será realizado na seguinte ordem, inicialmente motores funcionando em marcha lenta, em sequência a rotação do motor será elevada para o equivalente a 540 rpm na tomada de potência e por fim rotação máxima do motor.
Serão realizadas cinco repetições e cada repetição terá duração de 1 min, o aparelho será programado para fazer uma leitura a cada segundo, totalizando 60 leituras por repetição.
Os valores obtidos dessas avaliações serão comparados com a norma de higiene ocupacional (NHO 09) e assim os valores aceleração para exposição diária de oito horas (A(8)) que se apresentarem superiores a 0,5 m.s-2 ou um valor dose de vibração (VDV) superior a 9,1 m.s-1,75 serão enquadrados no nível de ação, e os que obtiverem valores A(8) superiores a 1,15 m.s-² ou um valor de VDV maior que 21 m.s-1,75 serão considerados como insalubres, pois extrapolam o limite de exposição. Concomitante os dados obtidos para vibração de mãos e braços serão comparados com a NHO 10 que determina que aceleração para exposição diária de oito horas deve ser inferior 2,5 m.s-2 para ser caracterizada como aceitável e quando superior a 5,0 m/s-2 significa que extrapolou o limite de exposição dessa sendo considerado uma atividade insalubre.

Indicadores, Metas e Resultados

O resultado almejado é a informação sobre a qualidade do posto de operação dos tratores, e demonstrar se operadores estão expostos a elevados níveis de vibração durante sua jornada de trabalho.
Espera-se como impacto o aumento na preocupação com desenvolvimento de sistemas que auxiliem na minimização ou eliminação da exposição à vibração ocupacional em tratores agrícolas voltados para agricultura familiar, consequentemente melhorando a qualidade de vida dos operadores.

Página gerada em 23/01/2021 21:27:01 (consulta levou 0.107083s)