Nome do Projeto
P2M - Projeto Campos Maduros e Marginais (2020-2024)
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
16/11/2020 - 31/05/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Engenharias
Resumo
O PROJETO CAMPOS MADUROS & MARGINAIS (P2M) teve início no ano de 2019 tendo como foco principal o desenvolvimento de conhecimentos especializados na otimização da explotação de reservatórios maduros e marginais, em parceria com pequenas empresas operadoras. Em sua primeira edição, conhecimentos e oportunidades aos discentes foram proporcionados. Baseado nestes resultados, o corrente projeto visa dar continuidade aos trabalhos desenvolvidos, como também a expandir as ações, afim de fornecer suporte e conhecimento técnico para operação e otimização da explotação destes reservatórios.

Objetivo Geral

Desenvolvimento e adaptação de metodologias e conhecimentos especializados para a otimização da exploração e produção de Campos Maduros e Marginais.

Justificativa

A descoberta de reservatórios de petróleo mais atrativos economicamente em ambientes offshore, combinado com o amadurecimento de campos onshore, tem reduzido continuamente o interesse de grandes operadoras em produzir petróleo de reservatórios em ambiente terrestre. Como exemplo, deste processo, destaca-se o processo de desinvestimento da Petrobras na operação de campos onshore.
Observa-se que grande parte dos campos onshore apresentam um longo período de produção, tendo um volume recuperável de petróleo reduzido, sendo caracterizados como "Maduros", adicionalmente estes reservatórios apresentam, pela perspectiva econômica, maiores riscos e menores rentabilidades, sendo caracterizados como reservas "Marginais". Estados como Bahia, Sergipe, Rio Grande do Norte e Pernambuco concentram a maioria dos campos marginais e apresentam grande dependência econômica, seja através da geração de empregos, seja através do recolhimento de royaltes.
Neste sentido, em uma ação governamental, foi criado pelo Ministério de Minas e Energias o Programa de Revitalização da Atividade de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural em Áreas Terrestres (REATE). O REATE visa criar condições atrativas a empresas operadoras de menor porte a explotar campos maduros marginais, como o objetivo de manter a indústria ativa nestas regiões.
Devido ao porte reduzido destas operadoras, investimento na captação de dados e desenvolvimento de conhecimento sobre estes reservatórios, se mostra proibitivo. Com isso, o presente projeto, visa dar continuidade ao projeto P2M, o qual busca gerar conhecimento especializado a estes reservatórios, fornecendo suporte a otimização das operações nestes reservatórios.

Metodologia

O desenvolvimento do projeto ocorrerá através da identificação de áreas da Engenharia de Petróleo que apresentam carência de conhecimento e metodologias de trabalho aplicadas a reservatórios Maduros e Marginais. Conjuntamente, espera-se captar, com as operadoras destes campos, demandas e necessidades, como também formalizar parcerias com estas, para o desenvolvimento das ações. Através destas parcerias estima-se o acesso a dados, bem como a possibilidades de validação das metodologias e conhecimentos gerados durante as ações. O processo de pesquisa contará com uma contínua revisão bibliográfica sobre os tópicos referentes a ação, que indicarão o fluxograma de atividades a serem empregados para alcançar as demandas levantadas e descritas em formas de ações. Destaca-se também, que o objetivo integrará softwares da área para análise e validação das ações.

Indicadores, Metas e Resultados

Com o desenvolvimento do projeto tem-se como metas:
Construir guias técnicos que auxiliem na definição do equipamento/método mais adequado para as situações apresentadas.
Adaptar metodologias de trabalho às condições e capacidades de campos maduros e marginais.
Desenvolvimento de conhecimento especializado para a otimização da explotação de campos maduros e marginais.
Construção de trabalhos científicos e outros materiais que reportem as metodologias e os dados obtidos com o objetivo de contribuir com as atividades da indústria nesta área de atuação.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FORLAN LA ROSA ALMEIDA1
HOMAYRA SILVA TAVARES
IAGO LUCAS NEVES DA SILVA
VALMIR FRANCISCO RISSO1

Página gerada em 29/06/2022 01:02:46 (consulta levou 0.075769s)