Nome do Projeto
Tópicos: Aspectos das desigualdades: indicadores, renda e emoções.
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
22/01/2021 - 30/06/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
O projeto de ensino: Tópicos: Aspectos das desigualdades: indicadores, renda e emoções, integra a disciplina de pós-graduação do Programa de pós-graduação em Sociologia (cursos Mestrado e Doutorado) da Universidade Federal de Pelotas e tem como objetivo ampliar a discussão para além dos discentes do PPGS, buscando atrair alunos de graduação e demais interessados na temática e promover um espaço de reflexão para a troca de conhecimentos propondo um diálogo sobre a desigualdade e seus indicadores, digamos, tradicionais, e refletir sobre outras possibilidades e métricas/avaliações/valorações e consequências das desigualdades na contemporaneidade. Os tópicos terão formato de seminários e acontecerão de modo remoto, integrando também as atividades do grupo de pesquisa GENS/UFPel, coordenado pela profa. Elaine da Silveira Leite. Público-alvo: alunos da graduação e pós-graduação da UFPel, e demais interessados na temática externos a UFPel. 30 vagas. Carga horária: 20 horas.

Objetivo Geral

Este projeto de ensino tem como objetivo geral promover um espaço de reflexão para a troca de conhecimentos entre discentes da graduação e da Pós-graduação e demais interessados na temática a partir das discussões de textos, buscando oportunizar um debate para a compreensão das múltiplas facetas das desigualdades.
Os objetivos específicos visa analisar múltiplos aspectos das desigualdades, buscando discutir a produção de indicadores e estatísticas, bem como incorporar teorias e pesquisas sobre desigualdades que perpassam por temáticas como: concentração de renda; riqueza; estratificação social; família; infância; gênero; raça e etnia; religião; neoliberalismo; emoções; felicidade; tecnologias; avaliação, valoração e criação de valor.

Justificativa

Este projeto de ensino, justifica-se pois têm como objetivo integrar a comunidade acadêmica e demais interessados na temática ao promover um espaço de reflexão para a troca de conhecimentos a partir de discussões que visam analisar múltiplos aspectos das desigualdades, buscando discutir a produção de indicadores e estatísticas, bem como incorporar teorias e pesquisas sobre desigualdades que perpassam por temáticas como: concentração de renda; riqueza; estratificação social; família; infância; gênero; raça e etnia; religião; neoliberalismo; emoções; felicidade; tecnologias; avaliação, valoração e criação de valor.

Metodologia

Serão 08 encontros virtuais (formato de web conferência) consecutivos (de até 2hs), com o objetivo de promover um espaço de reflexão para a troca de conhecimentos entre discentes da graduação e da Pós-graduação e demais interessados na temática, a partir das discussões de textos (previamente indicados), buscando oportunizar um debate para a compreensão das múltiplas facetas das desigualdades.; bem como, visa contribuir para a relação ensino/aprendizagem e pesquisa dos estudantes, justificando a relevância da proposta como atividade de ensino do PPGS/UFPel.

Indicadores, Metas e Resultados

Como resultado, espera-se que seja construído um espaço de reflexão sobre as múltiplas facetas das desigualdades para além de seus indicadores e consequências “tradicionais”, possibilitando a troca de conhecimentos entre estudantes de graduação e pós-graduação e demais interessados na temática. Como encerramento, será feita uma avaliação conjunta da proposta para a realização de um balanço dos pontos positivos e negativos da presente proposta.

Vale ressaltar que o projeto de ensino integra a disciplina optativa - Tópicos IV: Aspectos das desigualdades: indicadores, renda e emoções (0569119) – (Optativa, 2 crs). Profa. Elaine Leite. Segunda-feira. 19hs. Início: 05/04/2021. elaborada para o calendário do primeiro semestre de 2021 do PPGSociologia/UFPel.

Para inscrição enviar e-mail para esleite20@gmail.com – de 22 a 26 de março de 2021.
Os encontros terão início em 05 de abril de 2021 e finalizam em 24 de maio de 2021.

Cronograma – * Poderá ocorrer alguns ajustes nos conteúdos, pois há a possibilidade de 02 convites (a confirmar) de 02 professoras/pesquisadoras especialistas para participar de 02 das sessões temáticas propostas.

E-aula 01 – Apresentação – 05 de abril

E-aula 02 – Indicadores das desigualdades – 12 de abril
THÉVENOT, Laurent. 1995. “Cifras que falam: medida estatística e juízo comum”. In: J. L. Besson, A ilusão das estatísticas. São Paulo: Unesp. pp. 149-161.

CAMARGO, A. P. R. Regimes de quantificação e governo da população: uma análise genealógica. In: XIX Congresso Brasileiro de Sociologia. UFSC: Florianópolis, Santa Catarina, 2019.
Apoio:
MOTTA, Eugenia. Resistência aos números: a favela como realidade (in) quantificável. Mana, n. 25, p. 72-94, 2019.

E-aula 03 – Riqueza e concentração de renda – 19 de abril
SOUZA, P. H. G.; MEDEIROS, M. “The Concentration of Income at the Top in Brazil, 2006-2014”. Working Paper, n. 163. Brasília: Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), 2017.
Participação de Pesquisadora Convidada.

E-aula 04 - Estratificação social: família, infância, raça e etnia – 26 de abril
Oliver, M.L; Shapiro, T.M. “Black Wealth / White Wealth: A New Perspective on Racial Inequality”. In: Social Stratification: Class, Race, and Gender in Sociological Perspective, 3d ed. Edited by David B.Grusky. Stanford University: Westview Press, 2008.
LAREAU, Annette. Unequal Childhoods: Class, Race, and Family Life. In: Social Stratification: Class, Race, and Gender in Sociological Perspective, 3d ed. Edited by David B.Grusky. Stanford University: Westview Press, 2008.
Documentário – BRIC – a nova classe média

E-aula 05 – Gênero e dinheiro – 03 de maio
HOCHSCHILD, Arlie Russell. The Time Bind: When Work Becomes Home and Home Becomes Work. In: Social Stratification: Class, Race, and Gender in Sociological Perspective, 3d ed. Edited by David B.Grusky. Stanford University: Westview Press, 2008.
ALMELING, Rene. Paid to Donate egg donoRs, sperm donoRs, and gendered expeRiences of bodily commodification. In: Bandelj, Nina, Frederick F. Wherry, and Viviana A. Zelizer. Money Talks: Explaining How Money Really Works. Princeton: Princeton University Press, 2017.
Apoio:
O fim do amor? As “relações negativas” e o medo do contato real com o outro.

E-aula 06 – Tecnologias, emoções e felicidade – 10 de maio
Philippe Steiner. Economy as Matching Política & Sociedade - Florianópolis - Vol. 18 - Nº 43 - Set./Dez. de 2019.
CABANAS, Díaz, Edgar; ILLOUZ, Eva. HAPPYCRACIA. Cómo la ciencia y la industria de la felicidad controlan nuestras vidas. Barcelona: Paidós, 2019.

Participação de Pesquisadora Convidada.
Apoio:
“A indústria da felicidade se alimenta da insatisfação constante”. Entrevista com Edgar Cabanas

E-aula 07 – Estado, Religião e Neoliberalismo – 17 de maio
FRASER, N. (2018b). Do neoliberalismo progressista a Trump – e além. Tradução de Paulo S. C. Neves. Política & Sociedade: Revista de Sociologia Política, 17 (40), pp.43-64.
REINHARDT, Bruno. OIKONOMIA PENTECOSTAL, reflexões teológico-econômicas sobre religião e neoliberalismo. Revista brasileira de Ciências Sociais [online], vol.36, n.105, 2021.
SPYER, J. Povo de Deus: Quem são os evangélicos e por que eles importam. São Paulo: Geração Editorial, 2020.

E-aula 08 – O que gera valor? – 24 de maio
François Vatin – Métricas.
MAZZUCATO, Mariana. O valor de tudo. Fazer e tirar na economia global. Lisboa: Temas e Debates – Círculo de Leitores, 2019.


Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANNE PINTO BRANDALISE
EDUARDA MARINA WIEDEMANN
ELAINE DA SILVEIRA LEITE2
FLORIANEL VARGAS GONÇALVES
LAURA SILVA COSTA
LEON MCLOUIS BORGES DE LUCAS
LUANA COSTA BIDIGARAY
MARA LIZETE DE SOUZA DUARTE
NEWTON SOARES MOTA
ROCHELE FARIAS DE MOURA
SANDRO LUIS DUARTE MESQUITA
SERGIO LUIS FEIJO CORREA
TAINÁ CARDOZO DE OLIVEIRA

Página gerada em 26/05/2024 06:46:48 (consulta levou 0.138526s)