Nome do Projeto
Práticas Musicais de Imigrantes de Fala Germânica
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
12/04/2021 - 12/04/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes
Resumo
Este projeto é uma continuação de Projeto de mesmo título. Como último resultado tem publicação de artigo em obra internacional, a saber : EWALD, Werner. “Between Hope and Memory: Songs of a Diaspora”. In: STORCH, Christian (Hrsg./Ed.). Zwischen Identitätsbewahrung und Akkulturation: Deutsche Musikgeschichte in Übersee. Würzburg: Königshausen & Neumann, 2020. O Projeto está voltado à pesquisa e estudo das práticas musicais como constitutivas de processos de memória e de negociação de identidades sócias, políticas, culturais e religiosas nas comunidades imigrantes de fala germânica, conhecidas como comunidades Teuto-Brasileiras. Tais comunidades, formadas inicialmente pelas levas de imigrantes europeus vindos ao Brasil no século XIX e primeiras décadas do século XX, são hoje continuadas por seus descendentes tanto em espaços urbanos como rurais. Numa postura de dependência e inter-relação entre texto e contexto é que se entende e se manuseia objetos de produção cultural musical, produzidos pela (e para) tais comunidades como partituras, instrumentos musicais, audiovisuais, textos de canções, programas impressos de eventos musicais, iconografia, etc. em sua híbrida proliferação. Evita-se, portanto, tomar por ponto de partida uma noção nostálgica e exótica de recuperação de antiguidades e, como alvo, o reavivamento de um passado fixo e “autêntico.” Antes, o trabalho de investigação considera igualmente, como explica HALL (Da diáspora, identidades e mediações culturais, 2003, p. 38), a “história da produção da cultura de musicas novas e inteiramente modernas da diáspora” em suas interconexões com as circunstâncias históricas na qual o grupo se articula em suas estratégias de inclusão e exclusão, integração, adaptação, aceitação e rejeição revelando o poder e o papel das suas práticas musicais nestes processos.

Objetivo Geral

Realizar diagnóstico histórico-analítico de práticas musicais do grupo étnico em questão no passado e na contemporaneidade.
Estudar as particularidades e interações destas práticas com o universo secular e religioso em que os grupos transitam.
Realizar diagnóstico de instituições nas quais se originaram, desenvolveram e mantêm suas práticas musicais.
Compreender a densidade semântica das práticas e dos repertórios musicais das comunidades teuto-brasileiras e suas implicações sociais e políticas.
Interpretar estes repertórios a partir do diálogo com os próprios integrantes da Comunidade, respaldado pelo campo teórico etnomusicológico contemporâneo.
Levantar e organizar bases documentais tais como: bibliográficas, fonográficas, partituras, iconográficas, performáticas, cancioneiros, etnográficas e narrativas orais.

Justificativa

Embora em outras áreas da pesquisa acadêmica (como História, Ciências Sociais, Linguistica, Literatura, Religião, Antropologia) exista um considerável montante de pesquisas sobre grupos imigrantes no Brasil, constata-se que nas pesquisas realizadas pela área da etnomusicologia/musicologia brasileira há uma grande lacuna e urgência de estudos investigativos sobre a cultura musical de comunidades imigrantes no país. Pesquisa acadêmica musical sobre comunidades imigrantes de fala germânica, como o aqui proposta, são ainda mais escassas. Estas comunidades são muito diversas e possuem práticas musicais tão vivas, atuantes e diversificadas quanto elas mesmas. São menos ou mais abundantes de acordo com a região onde se estabeleceram e (co) habitam tanto em espaços urbanos quanto rurais e são numerosas na região sul do país, inclusive na região de Pelotas e arredores. Porém, estes grupos estão ainda relegados a invisibilidade acadêmica enquanto sua expressão e contribuição nos estudos sobre a Música Brasileira e nas investigações sobre construção e representação de pertencimentos culturais, memória, etnicidade e identidade musical. Não por último, é preciso salientar que a expressividade de cultura musical das comunidades Teuto-Brasileiras não se limita à conjuntura e ao espaço “interno” delas mesmas, isto é, espaços domésticos, associações culturais, escolas, igrejas, etc. Pelo contrário, extrapola tais limites e inscreve novas notas no pentagrama da cultura nacional, seja no âmbito da performance, da composição e do ensino, da economia criativa tais como festivais, indústria de produtos musicais, turismo do entretenimento e assim por diante. Motivado por tais questões e interesse o Projeto pretende contribuir com a pesquisa e estimular a produção etnomusicológica/musicológica sobre as práticas musicais do passado e do presente em comunidades de fala germânica no Brasil com ênfase no Rio Grande do Sul e região de Pelotas e arredores.

Metodologia

Como já exposto no resumo, este Projeto é uma continuação de mesmo título, estando sua metodologia dividida em quatro fases principais, e que, embora planejada em sucessão de etapas (expostas por uma questão de clareza metodológica), as mesmas poderão sobrepor-se em um ou mais momentos do processo, conforme a necessidade e demanda.
A primeira etapa sustenta-se em identificar a arcabouço teórico relacionado à temática dos estudos diaspóricos e de grupos imigrantes no Brasil em especial à pesquisa bibliográfica relacionada às Comunidades Teuto-Brasileiras. A segunda etapa consiste no trabalho de campo e na etnografia. Para tal será realizada a coleta de depoimentos orais e de entrevistas com base em roteiros de assuntos, não havendo perguntas específicas a serem respondidas. A terceira etapa focará em pesquisa arquivística realizada a partir da inquirição de matérias encontrados em instituições musicais e outras nas quais o grupo realiza ou realizou atividades musicais, tais como associações culturais e educacionais, igrejas, sociedades de canto e outras. Na quarta etapa o alvo é reconstruir a paisagem sonora (conceito desenvolvido pelo compositor e musicólogo Murray R. Schafer) em diferentes períodos dos deslocamentos imigratórios a partir da análise e interpretação do material coletado nas diferentes etapas.
Assim, este Projeto desenvolve dois eixos temporais de análise: um corte sincrônico, situado no presente etnográfico das comunidades, caracterizado através das músicas e dos discursos sobre elas, coletados e experienciados em campo; um corte diacrônico, composto pelos discursos atuais dos informantes sobre música dos “antigos” e pelos dados e matérias históricos coletados em fontes documentais diversas.

Indicadores, Metas e Resultados

O uso de várias técnicas, articuladas entre si, permitirá uma visão ampla para subsidiar os estudos em música e imigração e, maiormente neste projeto, a música nas comunidades de fala germânica em seus aspectos orais, gráficos e sonoro-visuais (considerados os seus muitos formatos) no âmbito dos estudos acadêmicos.
O Projeto já estabeleceu, e visa continuar estabelecendo redes de trocas de informação com núcleos de pesquisa sobre grupos imigrantes e diaspóricos na UFPel e fora dela, como a Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e a Universidade Regional de Blumenau (FURB) em Blumenau/SC, bem como com associações culturais, históricas e outras como, por exemplo, o Museu Histórico Visconde de São Leopoldo localizado na cidade de São Leopoldo/RS.
Tem como meta também dar prosseguimento ao levantamento, coleta, higienização e organização de materiais documentais musicais diversos e iniciar o processo de depósito e guarda do mesmo nas dependências do “Laboratório de Etnomusicologia” do Bacharelado em Ciências Musicais, do qual participo como membro ativo, localizado no Bloco B do Centro de Artes da UFPel, sala .... Assim, com este repositório, os alunos dos cursos de Bacharelado e Licenciatura em Música da UFPel (entre outros cursos como Antroplogia e História), poderão se beneficiar do mesmo como material de consulta para as disciplinas que trabalham com as questões imigrantes e especificamente nos Cursos de Música da UFPel subsidiar disciplinas tais quais Práticas Musicais em Comunidades Imigrantes, Etnomusiciologia, Musicologia, História da Música, Prática de Conjunto Instrumental, Prática de Pesquisa em Música, entre outras.
De igual forma, e não por último, visa fazer levantamento de bibliografia e de outras fontes de documentação que auxiliem na compressão do arcabouço teórico-metodológico relacionado aos estudos diaspóricos e cultural-identitários. Neste bojo visa também a incrementar a produção de publicações acadêmicas etnomusicológica/musicológica sobre as práticas musicais do passado e do presente em comunidades imigrantes no Brasil.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
WERNER EWALD8

Página gerada em 02/07/2022 15:16:19 (consulta levou 0.065026s)