Nome do Projeto
Efeitos anti-placa e anti-gengivite de gomas de mascar com e sem ingredientes ativos como adjuvantes à higiene bucal: uma revisão sistemática
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
18/03/2021 - 30/09/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Resumo
Gomas de mascar sem açúcar estão surgindo como um possível complemento às estratégias de prevenção à saúde bucal existentes, por meio de mecanismos como estimulação da saliva, controle mecânico de biofilme, além de atuar como transportadora de ingredientes bacteriostáticos de polióis dietéticos, incluindo xilitol e sorbitol. O uso de goma de mascar sem açúcar como estimulante salivar mecânico, após a alimentação, pode acelerar a depuração de substâncias e microrganismos da dieta, promover a geração de tampões para neutralizar os ácidos da placa e fornecer substâncias antibacterianas. As gomas de mascar com ingredientes ativos também foram estudadas e utilizadas como veículos de distribuição de uma série de substâncias dentais, como agentes antibacterianos. Uma revisão sistemática mostrou que gomas de mascar medicamentosas mostraram um efeito benéfico na inibição da placa, no entanto, dados limitados em relação aos escores de gengivite não permitiram a inferência de seu efeito na inflamação gengival. Essa revisão, contudo, não avaliou o efeito dessas gomas de mascar como adjuvantes à higiene bucal mecânica, pois houve a inclusão de diversos estudos com a realização de gengivite experimental.

Objetivo Geral

O objetivo deste estudo é revisar sistematicamente a literatura sobre a eficácia antiplaca e antigengivite de gomas de mascar sem açúcar, com ou sem o uso de ingredientes ativos, como adjuvantes à escovação dentária.

Justificativa

A revisão sistemática apresentada anteriormente não avaliou o efeito dessas gomas de mascar como adjuvantes à higiene bucal mecânica, pois houve a inclusão de diversos estudos com a realização de gengivite experimental. Além disso, esse estudo foi publicado há, aproximadamente, 10 anos, havendo a publicação de outros ensaios clínicos randomizados desde então. Nesse sentido, há a necessidade de atualizar os achados desse estudo.

Metodologia

Esse estudo apresenta duas perguntas de pesquisa: (1) Qual é a eficácia antiplaca e antigengivite de gomas de mascar sem ingredientes ativos como adjuvantes à higiene mecânica em comparação com higiene mecânica isolada? (2) Qual é a eficácia antiplaca e antigengivite de gomas de mascar com ingredientes ativos como adjuvantes à higiene mecânica em comparação com gomas de mascar sem ingredientes ativos?

Serão revisados as bases de dados PUBMED-Medline, SCOPUS, Web of Science, Cochrane Library e EMBASE. Dois revisores, de forma independentes, irão selecionar os estudos. Além disso, desses estudos incluídos, a extração de dados e a análise do risco de viés serão feitas por dois revisores de forma independente. Um terceiro revisor será incluído apenas em caso de discrepância. A escala de risco de viés a ser utilizada será a RoB2. Serão incluídos apenas ensaios clínicos randomizados envolvendo indivíduos com pelo menos 18 anos de idade.

Para a pergunta de pesquisa 1, estudos que compararam gomas de mascar sem açúcar e sem ingredientes ativos (adoças com xilitol ou sorbitol e sem quaisquer ingredientes ativos) como adjuvantes à higiene bucal mecânica. Para a pergunta de pesquisa 2, quaisquer ingredientes ativos incluídos em gomas de mascar serão envolvidos. Para essa questão, os grupos controles serão aquelas gomas de mascar sem a presença do ingrediente ativo. Para ambas as questões, estudos que tenham realizado qualquer mensuração clínica de índice de placa ou inflamação gengival serão incluídos. O uso de dentifrícios e higiene bucal interproximal serão permitidos desde que ambos dispositivos de higiene bucal sejam utilizados por ambos os grupos experimentais. Estudos que tenham realizado qualquer procedimento de gengivite experimental (solicitar aos voluntários para cessarem as rotinas de higiene bucal por pelo menos 24h) serão excluídos.

Indicadores, Metas e Resultados

Para o presente estudo, espera-se identificar a hipótese nula, onde o uso de gomas de mascar, sejam elas com ou sem ingredientes ativos, não promoverão reduções de placa ou de inflamação gengival significativas quando comparadas com os seus grupos controles. Os achados desse estudo serão divulgados em um artigo científico, preferencialmente em uma revista científica internacional.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANELISE FERNANDES MONTAGNER1
CONRADO RICHEL GOULART
FRANCISCO HECKTHEUER SILVA
FRANCISCO WILKER MUSTAFA GOMES MUNIZ1
MARIANA DA SILVA MUÑOZ

Página gerada em 18/05/2024 12:43:02 (consulta levou 0.176637s)