Nome do Projeto
Vem Ser Pelotas
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/04/2021 - 31/03/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Eixo Temático (Principal - Afim)
Saúde / Educação
Linha de Extensão
Saúde humana
Resumo
Programas de desenvolvimento esportivo com crianças e adolescentes são fundamentais para o progresso das modalidades esportivas (MÜLLER, 2018), e diferentes estratégias tem sido desenvolvidas para identificação e seleção de indivíduos com características propícias para o desempenho em determinadas modalidades (BÖHME, 2007). Dentre tais estratégias, destaca-se o Projeto Esporte Brasil (PROESP-Br) que, a partir de um observatório permanente de avaliações antropométricas e motoras, identifica indivíduos em diferentes zonas de saúde e desempenho em variáveis da aptidão física (GAYA e GAYA, 2016). Com o objetivo de identificar escolares com alta performance física para a prática de modalidades esportivas de rendimento e escolares em zonas risco para saúde, surge o Programa Vem Ser Pelotas (VSP), que utiliza um sistema de avaliação da aptidão física de crianças e adolescentes do quinto ano do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio das escolas municipais de Pelotas/RS, avaliando, selecionando e direcionando os escolares à projetos de extensão e equipes esportivas. Este programa é desenvolvido pelo Laboratório de Estudos em Esporte Coletivo, da Escola Superior de Educação Física da Universidade Federal de Pelotas. Diante de diferentes programas, o VSP diferencia-se pelo passo em direção à intervenção, ou seja, além da seleção de escolares com características motoras e antropométricas ideais para compor as equipes de desenvolvimento esportivo da UFPel, bem como escolares identificar escolares na zona de risco à saúde, com sobrepeso ou obesidade, este programa oferece a oportunidade de escolares da rede municipal participarem de projetos esportivos para a qual seja indicado.

Objetivo Geral

Avaliar os níveis de aptidão física de escolares do quinto ano do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio.
Constituir um banco de dados de referência para identificar escolares com altos e baixos níveis de aptidão física relacionada a saúde e ao desempenho motor.
Entregar relatórios individuais dos escolares para a escola utilizar como referência.

Justificativa

O Projeto Vem Ser Pelotas já esta no seu quinto ano de funcionamento. Hoje o projeto tem uma solidada parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Desporto. Até o momento, foram avaliados 3000 escolares do primeiro ano do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio de 14 escolas municipais de Pelotas/RS. Já foram identificados, selecionados e indicados 637 escolares para projetos de esporte performance e esporte saúde. Projeto Vem Ser Rugby, Remar para o Futuro, SHOW e Quem Luta não Briga.
O Projeto Vem Ser Rugby originou do Programa, tem atuação desde 2017 e ocorre nas dependências da ESEF/UFPel. Desde seu início, 56 escolares do sexo feminino com características para o rugby foram selecionadas para compor a equipe feminina de desenvolvimento. Atualmente, a equipe é composta por 29 escolares do sexo feminino com faixa etária de 13 a 16 anos de idade. A equipe já venceu competições nacionais e internacionais.
O Projeto Quem Luta Não Briga tem atuação desde 2012 e atualmente é vinculado ao VSP. Possui cinco núcleos, onde atende aproximadamente 535 escolares. Os participantes do projeto participam de competições estaduais, nacionais e internacionais.
O projeto Remar para o Futuro tem atuação desde 2015 é vinculado ao VSP. Atualmente o projeto atende 45 escolares de ambos os sexos. Para a seleção dos participantes, os mesmos deveriam apresentar o perfil genético através das avaliações com percentil de 97, sendo ideal para a prática da modalidade, 20 apresentaram. E 45 apresentaram percentil 85, no qual é considerado desempenho muito bom (GAYA e GAYA, 2016). Foram convocados 8 alunos do projeto para a seleção brasileira e possui 29 medalhas em competições nacionais.
O projeto SHOW começou sua atuação em 2018, no qual proporciona a prática esportiva a escolares que apresentam sobrepeso, obesidade e obesidade severa. Foram avaliados 820 escolares de ambos os sexos de três escolas municipais. Após análise dos dados a partir das avaliações, escolares do sexo masculino apresentaram 18,8% de sobrepeso, 12,3 % de obesidade e 4,2% de obesidade severa e escoalres do sexo feminino apresentaram 21,1% de sobrepeso, 9,5% de obesidade e 4,6 de obesidade severa. A selecão ocorreu a partir do Índice de Massa Corporal (IMC) e atualmente o projeto atende 34 escolares de escolas municipais de oito a 13 anos, ocorrendo em uma área esportiva no bairro Dunas da cidade de Pelotas.
Além disso, o projeto tem uma importante participação na formação dos estudantes da UFPel. Já temos 2 dissertações de mestrado, 2 trabalhos de conclusão de especialização e 12 de graduação. Ademais temos uma tese de doutorado em andamento.

Metodologia

População alvo:
São jovens escolares dos dois sexos, matriculados entre o 5º ano do ensino fundamental e o 3º ano do ensino médio, das escolas municipais da cidade de Pelotas.

A avaliação da aptidão física relacionada ao desempenho motor dos jovens escolares de 10 a 17 anos de idade: neste âmbito os professores da ESEF/UFPel coordenadores gerais e de área, organizarão um cronograma de avaliações de acordo com a disponibilidade das escolas. Todas as medidas e teste oferecem riscos mínimos aos participantes e são atividades comuns a rotina de jovens desta faixa etária. Após a digitação dos dados os professores de educação física da escola avaliada receberá um relatório individualizado para utilizar como referencia para a organização das suas aulas.

Abaixo apresentamos a bateria de medidas e testes selecionados
Medidas corporais - Massa corporal, estatura, altura sentado, Distância biacromial, envergadura.
Aptidão Física Cardiorrespiratória - Corrida de 6 minutos
Flexibilidade - Sentar-e-alcançar
Força explosiva de membros inferiores - Salto horizontal
Força explosiva de membros superiores - Arremesso do Medicineball (2kg)
Velocidade com troca de direção - Teste do quadrado
Velocidade - 20 metros
RML - Abdominal 1 minuto
Força isométrica - Preensão manual

Durante o período de pandemia iremos reformular o manual, preparar cursos de formação para professores, cursos de formação para os estudantes participantes do projeto e desenvolver materiais de divulgação do projeto.





Indicadores, Metas e Resultados

Avaliar 3000 escolares de ambos os sexos por ano.
Indicar 500 escolares de ambos os sexos para diferentes projetos da UFPel.
Constituir um grupo de trabalho de 100 acadêmicos durante os próximos 4 anos do projeto.
Desenvolver material didático pedagógico para os cursos de formação de estudantes da UFPel e professores da rede pública.
Criar redes sociais de divulgação do projeto.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA FRANCO DA SILVA
CAMILA BORGES MÜLLER
CIANA ALVES GOICOCHEA
ERALDO DOS SANTOS PINHEIRO4
GABRIEL GUSTAVO BERGMANN4
GUSTAVO DIAS FERREIRA4
ROUSSEAU SILVA DA VEIGA
VIVIAN HERNANDEZ BOTELHO

Página gerada em 16/10/2021 12:30:56 (consulta levou 0.101869s)