Nome do Projeto
Implicações da pandemia COVID-19 para profissionais de enfermagem e indivíduos acometidos pela doença: estudo da percepção de risco e condições de saúde
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/07/2021 - 31/07/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Resumo
Existe uma nova crise de saúde pública mundial desencadeada pela disseminação do novo coronavírus 2019, causador da COVID-19. Os profissionais de enfermagem representam uma numerosa categoria profissional que tem atuado na linha de frente da pandemia, o que possivelmente os expõe a riscos e danos decorrentes deste trabalho. Além disso, pouco se sabe sobre as implicações as quais os indivíduos acometidos pela doenças estão expostos. O vírus teve sua origem em morcegos e foi transmitida para humanos por meio de animais intermediários, em processos ainda pouco conhecidos, na China em 2019. A doença é transmitida por inalação ou contato com gotículas contaminadas pelo novo coronavírus, sendo que o período de incubação varia de 2 a 14 dias. Os sintomas mais relatados são tosse, febre, dor de garganta dispneia, cianose, fadiga e mal estar (SINGHAL, 2020; ROTHAN; BYRAREDDY, 2020; LAKE, 2020). A doença se apresenta de forma branda na maior parte dos casos, sendo alguns inclusive assintomáticos. No entanto, em pessoas que se considera pertencentes a grupos de risco (como idosos e pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e doenças respiratórias) a COVID-19 pode evoluir para pneumonia, síndrome do desconforto respiratório agudo (SARA) e disfunção múltipla dos órgãos. Estima-se que a taxa de mortalidade varie de 2% a 3% dos casos. O diagnóstico é realizado por meio de testes moleculares especiais a partir das secreções respiratórias. O tratamento é essencialmente de suporte, sendo que a ação dos agentes antivirais ainda não foi estabelecido. O impacto global dessa nova epidemia ainda é incerto (SINGHAL, 2020; AHMED; HAYAT; DASGUPTA, 2020; ROTHAN; BYRAREDDY, 2020; LAKE, 2020).

Objetivo Geral

Analisar a percepção de risco de profissionais de enfermagem que atuam na linha de frente do enfrentamento da COVID-19 em hospitais do sul do Brasil e as condições de saúde de indivíduos acometidos por COVID-19.

Justificativa

Estar na linha de frente na assistência aos doentes por COVID-19 coloca estes profissionais em situações de pressão para além do alto de infecção e inadequada disponibilidade de proteção individual. De forma geral, pessoas com confirmação da COVID-19 sentem medo da infecção, e pode gerar consequências negativas. Todavia o contexto pandêmico e as medidas de controle preconizadas afetam a população em muitas dimensões das condições de vida e de saúde, citam-se, situações que afetam o sistema respiratório, renal e mental.

Metodologia

Estudo quantitativo sobre percepção de risco de profissionais de enfermagem que atuam na linha de frente do enfrentamento da COVID-19 em hospitais do sul do Brasil e das condições de saúde de indivíduos acometidos por COVID-19. Para análise da percepção de risco dos profissionais de enfermagem, os cenários serão dois hospitais do sul do Brasil, especificamente, nas unidades hospitalares em que há atendimento de pacientes acometidos por COVID-19. O estudo será desenvolvido com profissionais de enfermagem, grupo composto por enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem que responderem aos critérios de inclusão: ser profissional de enfermagem do quadro de funcionários dos hospitais incluídos no estudo e atuar nos setores que fazem parte do fluxo de atendimento dos casos suspeitos e/ou confirmados de COVID-19. A coleta de dados será realizada por formulário eletrônico encaminhado por email aos profissionais. A análise da condição de saúde de indivíduos acometidos por COVID-19 será realizada por questionário estruturado, disponibilizado por formulário eletronico em redes sociais.

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se obter um diagnóstico dos impactos da pandemia COVID-19 na saúde e na percepção de riscos e danos à saúde dos profissionais de enfermagem e de indivíduos acometidos pela doença.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRENDA ARAUJO VULCANI
CLARICE ALVES BONOW4
JESICA JOHANNA RINCON SEPULVEDA
KAREN CHAVES RODALES
MARIANA ANSCHAU

Página gerada em 28/05/2022 18:13:12 (consulta levou 0.062234s)