Nome do Projeto
Configurações e tensionamentos das dinâmicas do crime e das ações coletivas no Brasil contemporâneo.
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
15/09/2021 - 15/09/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
A influência das dinâmicas da narcopolítica nas formas contemporâneas de mobilização dos ativistas será observada, tal como serão apontadas algumas das características principais de novas – e antigas - formas de violência, estudadas à luz das práticas contestatórias dos movimentos sociais e ativistas. Deste modo, algumas das mudanças observadas dizem respeito à intensa criminalização de ativistas e protestos, a equiparação entre ativistas a guerrilheiros e terroristas, e outras formas de supressão da possibilidade de ação politica presentes no recurso recorrente ao Estado de exceção e a implantação de Estados policiais. Ademais, fenômenos como a militarização da politica, a multiplicação das mortes e desaparecidos em vários países, notadamente na América Latina, um sistema de justiça percebido como ineficiente, e a corrupção sistêmica na politica serão discutidos

Objetivo Geral

Contemplar as mudanças observadas nas dinâmicas criminais no início do Brasil no século XXI,
notadamente relativas aos mercados de droga e os efeitos de sua reorganização nas práticas dos
ativistas de diferentes movimentos sociais.

Justificativa

A ausência de pesquisas que analisem os fenômenos relativos às dinâmicas das ações coletivas na América Latina correlacionadas às dinâmicas da violência criminal, e notadamente relativas às drogas e a guerra às drogas no subcontinente, propiciam um terreno importante de investigações sobre as temáticas.

Metodologia

A metodologia do projeto é qualitativa e com aportes quantitativos, por meio do uso de softwares de estatística descritiva para auxiliar em algumas dinâmicas.

Indicadores, Metas e Resultados

O projeto "Configurações e tensionamentos das dinâmicas do crime e das ações coletivas no Brasil contemporâneo" tem como um de seus principais indicadores a aquisição de conhecimento sobre as justaposições entre as duas grandes temáticas (movimentos e ações coletivas e sociologia da violência). Adicionalmente, os resultados esperados buscam abordar perspectivas socioculturais e históricas da circulação de práticas e repertórios entre facções criminosas e movimentos sociais. Os resultados esperados serão divulgados em congressos bianuais da área e nas pesquisas de graduação, mestrado e doutorado dos alunos envovldos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
HENRIQUE JESKE
SIMONE DA SILVA RIBEIRO GOMES2

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
PROAP/CAPES / Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível SuperiorR$ 4.196,42Coordenador

Página gerada em 16/04/2024 23:07:37 (consulta levou 0.130350s)