Nome do Projeto
Os impactos do ensino remoto emergencial, implementados em decorrência da pandemia, nos cursos de Licenciatura presenciais das universidades federais do Rio Grande do Sul
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
24/12/2021 - 24/12/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
O contexto da pandemia provocou mudanças significativas na vida das pessoas. Tanto nos aspectos pessoais, como nos profissionais tivemos de nos (re)significar para aprender a lidar com um “novo modo de viver e professorar”, já que todas(os) as(os) integrantes deste grupo são professoras(es) ou estudantes de licenciaturas. A proposta em questão será desenvolvida pelos integrantes do GEPEFOP – Grupo de Estudo e Pesquisa em Estágio e Formação de Professores, registrado no CNPq, que tem buscado agregar estudos e pesquisas referentes ao campo da formação inicial de professores(as). São trabalhos desenvolvidos em níveis de mestrado e doutorado, dentre outros. Destacamos que esta proposta decorre de um estudo realizado durante a pandemia, quando buscamos investigar as alternativas evidenciadas por estudantes e docentes para realização dos estágios durante o ensino remoto. A partir dos resultados obtidos, ampliamos as reflexões e objetivamos na presente pesquisa, identificar e analisar os impactos do ensino remoto, anunciados pelos docentes e discentes, dos cursos de licenciatura presenciais das Universidades Federais do Rio Grande do Sul. Entendemos ser necessária a reflexão acerca da repercussão do ensino remoto nos cursos de licenciatura presenciais, para podermos revisar e planejar novas estratégias de recuperação das atividades acadêmicas na formação inicial, buscando mitigar os efeitos que o ensino remoto possa ter provocado, garantindo a qualidade da formação historicamente desenvolvida pelas universidades federais. Diante disto, entendemos oportuno ouvir segmentos da comunidade acadêmica que estiveram diretamente envolvidos neste tipo de atividade remota. Sem dúvida, reconhecemos a relevância das demais categorias que compõem a comunidade acadêmica, entretanto, nos sentimos com maior propriedade teórica e experiencial para trabalhar com os segmentos indicados, além de considerá-los fundamentais neste processo de ensino e aprendizagem desenvolvido no ensino remoto. O processo metodológico compreende fontes documentais e aplicação de questionários online. Os sujeitos da pesquisa são docentes e discentes dos cursos de licenciatura das universidades federais do Rio Grande do Sul. A abordagem dos dados contará com análise de conteúdo (BARDIN, 2011).

Objetivo Geral

Identificar e analisar os impactos do ensino remoto, anunciados pelos docentes e discentes, dos cursos de licenciatura presenciais das Universidades Federais do Rio Grande do Sul.

Justificativa

Desenvolvemos no período da pandemia um projeto de pesquisa interinstitucional objetivando analisar possíveis alternativas para a realização dos estágios remotos entre três universidade federais (UFPel, Unipampa e UFU). Os segmentos que participaram da pesquisa foram: estudantes e docentes dos cursos de licenciatura das referidas Universidades. Tivemos dados bastante significativos apresentados em relatório.
Para esta etapa, entendemos a importância em ampliar a amostra e optamos por não centrar a investigação nos estágios e sim no ensino remoto durante a pandemia. Também consideramos trabalhar com todas(os) estudantes e docentes que responderem positivamente à pesquisa.
Consideramos a urgente reflexão acerca dos possíveis impactos do ensino remoto, implementado em função da pandemia nos cursos de licenciatura das universidade federais do Rio Grande do Sul.

Metodologia

Questionário misto com questões predominantemente fechadas hospedado na plataforma Google Forms, destinado aos(às) acadêmicos(as) dos cursos de licenciatura e às(aos) docentes de Cursos de Licenciatura presenciais das universidades públicas federais do Rio Grande do Sul.
Os critérios de seleção dos(as) colaboradores(as) (estudantes e docentes), são|:
a) que tenham frequentado/desenvolvido alguma atividade ofertada no ensino remoto.
b) que estejam regularmente matriculados(as), no caso de estudantes ou vinculados aos cursos de licenciatura, no caso de docentes.



A abordagem dos dados contará com análise qualitativa

Indicadores, Metas e Resultados

Destacamos os seguintes indicadores, resultados e metas:

Traçar um panorama regional dos impactos do ensino remoto nos cursos de licenciatura presenciais das Universidades Federais no Rio Grande do Sul, contribuindo com discussões acerca da formação inicial e profissionalidade docente dos cursos de licenciatura e outras instâncias de interesse.

Contribuir e fomentar os debates acerca da qualificação dos processos de formação de professores por meio da publicização dos resultados.

Possibilitar o (re)planejamento do ensino nos cursos presenciais de licenciatura para os próximos períodos, a partir do mapeamento realizado.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE SOUZA DA LUZ
ALIXANDRA RIBEIRO MUNIZ FAGUNDES
CLAUDIA ESCALANTE MEDEIROS
FATIMA CAVALHEIRO COSTA
JOICE MIRAPALHETE FABRA
LILIAN LORENZATO RODRIGUEZ3
MARIA DAS GRACAS CARVALHO DA SILVA MEDEIROS GONCALVES PINTO5
Natalie Rickes Venzke
PATRÍCIA PORTO RAMOS
PAULO SÉRGIO DOS REIS CORREA

Página gerada em 30/01/2023 02:43:01 (consulta levou 0.069279s)