Nome do Projeto
Atividades de extensão em Psicologia Médica e Psiquiatria
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
02/05/2022 - 23/12/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Eixo Temático (Principal - Afim)
Saúde / Saúde
Linha de Extensão
Saúde humana
Resumo
Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais, os Cursos de Graduação em Medicina no Brasil deverão formar médicos com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva. Por outro lado, o Projeto Pedagógico da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), seguindo os preceitos Constitucionais tem em seus princípios balizadores a INDISSOCIABILIDADE ENTRE O ENSINO-PESQUISA-EXTENSÃO. Segundo esses princípios norteadores, para que ocorra o processo de construção do conhecimento, deve-se, ao ensinar, promover ações e ambientes de aprendizagem, para que a teoria e a prática se efetivem, lado a lado. Durante todo o processo de aprendizagem, além da compreensão e do domínio do conhecimento médico em geral, os alunos necessitam adquirir a capacidade reflexiva e compreensão ética, psicológica e humanística da relação médico-paciente. É indispensável, portanto, desenvolver durante a Formação Médica, competências e habilidades de comunicação com os pacientes, com os familiares e com os colegas. De mesma importância, a necessidade de tornar indissociável a pessoa humana em seu corpo e mente, torna o conhecimento em saúde mental indispensável para um atendimento em acordo com as necessidades de saúde dos indivíduos e das populações. Esse conhecimento deve ser promovido através de uma educação socialmente referenciada por meio de práticas pedagógicas dialógicas, críticas e reflexivas, que estimule o protagonismo estudantil e o envolvimento da comunidade externa, unindo-os em um processo de produção e difusão do conhecimento.

Objetivo Geral

Ampliar os espaços de formação pedagógica propiciando a prática em contato direto com a comunidade externa de modo a promover impacto na formação do estudante e na realidade social no quesito relação médico-paciente e saúde mental.

Justificativa

Disponibilizar ambiente de aprendizagem em atendimentos orientados ao quesito saúde mental e relação médico paciente e atuando, portanto, diretamente em benefício da sociedade.

Metodologia

Dividir as turmas de Psicologia Médica I, II, III, IV e de Psiquiatria em grupos de 10-12 alunos. Estes alunos irão prestar atendimento a um grupo específico da população (população em geral, pacientes ambulatoriais, pacientes hospitalizados em hospital geral, pacientes que buscam o ambulatório de pediatria e ginecologia e pacientes psiquiátricos ambulatoriais ou hospitalizados) e depois nestes grupos menores, terão reuniões semanais com um professor do Departamento de Saúde Mental, de modo a propiciar práticas problematizadoras dos atendimentos realizados junto a esses usuários do sistema de saúde e orientação para propiciar um atendimento voltado a saúde mental e uma relação médico- paciente de qualidade. Através destas ações junto à comunidade buscaremos capacitação aos nossos alunos em ações de prevenção e terapêuticas em saúde mental para a sociedade.

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se desenvolver maior compreensão da subjetividade dos relacionamentos entre médicos e pacientes e ampliar as habilidades e competências em comunicação com a finalidade de melhorar o atendimento médico como um todo. Objetiva-se também ampliar o conhecimento em saúde mental, suas principais patologias e tratamento das mesmas interferindo diretamente em benefício da comunidade, área de excepcional importância para nossa sociedade.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
LUCIANA DE OLIVEIRA MARQUES1

Página gerada em 19/05/2024 07:22:29 (consulta levou 0.127176s)