Nome do Projeto
Avaliação do efeito farmacológico da benzamida N-3-(fenilselenil) prop-2-in-1-ílica em modelo de dor crônica generalizada induzida por reserpina em camundongos
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
03/01/2022 - 30/12/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas
Resumo
A dor é uma condição médica presente em diversas patologias, atuando como efeito secundário e incapacitante, e que engloba tanto componentes sensoriais como também cognitivos e afetivos. Entre as síndromes dolorosas que se apresentam de forma crônica, podemos citar a síndrome de fibromialgia. A fibromialgia é um problema médico que possui grande impacto na vida dos pacientes, pois eles se tornam sensíveis a estímulos dolorosos e não dolorosos. Importante ressaltar a coexistência de dor e depressão nessa síndrome. Levando em consideração o impacto social e econômico gerado, se têm a necessidade de terapias eficazes. Atualmente, os fármacos apresentam diversos efeitos colaterais, o que influencia no abandono da terapia pelos pacientes. Compostos orgânicos de selênio têm recebido atenção por causa das diversas propriedades farmacológicas. Por este motivo a benzamida N-3-(fenilselenil) prop-2-in-1-ílica (BS) foi sintetizada, levando em sua composição o núcleo benzamida e o elemento selênio, ambos com propriedades benéficas reconhecidas. Trabalhos anteriores com este composto apresentaram dados promissores para o efeito antinociceptivo e do tipo antidepressivo. Neste sentido, este projeto tem como objetivo testar o efeito da BS em um modelo de dor crônica generalizada (fibromialgia) induzida pela administração de reserpina. Serão realizados testes de tratamento agudo e crônico do composto. Para avaliação do efeito antinociceptivo da BS serão utilizados os testes comportamentais da chapa quente e Von Frey, e o teste de suspensão pela cauda, para avaliação do efeito antidepressivo. O teste de campo aberto também será realizado para analisar se existe déficit locomotor. Testes bioquímicos para avaliação do nível de citocinas de interesse e nível de peroxidação lipídica também serão realizados.

Objetivo Geral

Avaliar o efeito antinociceptivo e do tipo antidepressivo da benzamida N-3-(fenilselenil) prop -2-in-1-ílica em modelos de dor crônica generalizada induzida por reserpina em camundongos, além de realizar ensaios ex-vivo.

Justificativa

A dor é uma condição médica presente em diversas situações médicas como efeito secundário e incapacitante, e que engloba tanto componentes sensoriais como também cognitivos e afetivos, como por exemplo, sensações de aborrecimento, tristeza, ansiedade e depressão em resposta ao estímulo nocivo (Lee et al., 2009; Aguera-Ortiz et al., 2011). A dor crônica, por sua vez, é relatada por pacientes quando a dor é de longa duração, superior a 3 meses (Elzahaf et al., 2012 ). Em 1990, foi citado pela primeira vez o termo 'dor crônica generalizada', o qual foi definida pelo American College of Rheumatology. A dor crônica generalizada foi então identificada como dor acima e abaixo da cintura, em ambos os lados do corpo e na região axial, e sem exclusões quanto à origem da dor (Wolfe et al., 1990).
Entre as síndromes dolorosas que apresentam cronicidade, se encontram a fibromialgia e a síndrome da sensibilidade central. A fibromialgia, no que lhe diz respeito, é um problema médico que possui grande impacto na vida dos pacientes, pois eles se tornam sensíveis a estímulos dolorosos e não dolorosos, como o toque, o frio, o calor, o som, a luz, entre outros, dessa forma representando o ponto máximo da condição de dor crônica generalizada. A sensibilização das vias aferentes periféricas e centrais da dor, bem como a modificação da resposta ao estresse e fatores psicológicos atuam contribuindo para a amplificação da dor presente nesta síndrome. (Staud; Rodriguez, 2006; Mendell; Wall, 1965).
É importante ressaltar que a síndrome da fibromialgia é uma patologia crônica na qual coexistem dor e depressão (Wolfe et al., 2013). Os sintomas de depressão associados a patologias de dor crônica parecem mais comuns do que quando associados a outras patologias crônicas, como doenças cardíacas, câncer, diabetes e distúrbios neurológicos (Goesling et al., 2013). A depressão, por sua vez, é uma doença mental que possui como principais sintomas o humor deprimido, perda de interesse ou prazer, diminuição de energia, sentimento de culpa, distúrbios de humor e apetite e dificuldade de concentração e já é considerada a principal causa de incapacidade no mundo. Ademais apresenta prejuízo social e econômico (Annan, 2014). Os seus aspectos patofisiológicos ainda não são completamente compreendidos e a hipótese mais difundida é a teoria monoaminérgica, onde é citado que a deficiência dos neurotransmissores serotonina, norepinefrina e dopamina estaria associada ao início e manutenção dessa comorbidade (Coppen, 1967).
Desta forma, se torna imprescindível a procura por novas moléculas que busquem uma maior eficácia e menos efeitos colaterais. Compostos orgânicos de selênio sintéticos têm recebido atenção por causa das diversas propriedades farmacológicas que têm demonstrado, como por exemplo, efeito antioxidante (Nogueira et al., 2004; Nogueira e Rocha, 2011).
Por este motivo o composto benzamida N-3-(fenilselenil) prop-2-in-1-ílica (BS) foi sintetizado. Em sua composição se faz presente o núcleo benzamida e o elemento selênio, ambos com efeitos benéficos para a saúde humana já comprovados. Nosso grupo de pesquisa testou-o pré-clinicamente em modelos de dor e depressão em roedores (Ledebuhr, 2019; Besckow et al., 2020) e obteve resultados positivos nos efeitos propostos. Baseado nestas evidências, se torna necessário uma maior avaliação do potencial deste composto. Dessa forma, este projeto se justifica pela necessidade de um maior esclarecimento da atuação do composto e demonstração de seu efeito sob a dor crônica generalizada correlata com a depressão.

Metodologia

Os camundongos serão induzidos a um período de reserpinação, onde serão administradas doses de reserpina ou veículo (dose de 0,5 mg / kg por via intraperitoneal) pelo período de 3 dias consecutivos, com o intuito de induzir um quadro de dor crônica generalizada, caracterizando a síndrome de fibromialgia. Após, serão divididos em dois grupos distintos, sendo eles (1) tratamento agudo (dose de 10mg/kg) e (2) tratamento subcrônico (1mg/kg durante 14 dias subsequentes) com o composto benzamida N-3-(fenilselenil) prop-2-in-1-ílica, objeto deste projeto. Com a finalização da aplicação do composto, os animais serão submetidos a testes para avaliação do seu efeito do tipo antidepressivo e antinociceptivo. Entre esses testes se encontram o teste de suspensão da cauda (TSC), teste da placa quente (TPQ), teste de Von Frey e teste de campo aberto (TCA).
Com a finalização dos testes, as estruturas cerebrais e soro, serão coletadas e utilizadas para avaliação de parâmetros bioquímicos, os quais irão auxiliar em um maior esclarecimento do mecanismo de ação da benzamida N-3-(fenilselenil) prop-2-in-1-ílica.

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se com este projeto apontar uma nova droga para o tratamento da dor crônica, além de contribuir para a formação de alunos de iniciação científica e de pós-graduação.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BENHUR DE GODOI
CAMILA SIMÕES PIRES
CESAR AUGUSTO BRUNING2
CRISTIANI FOLHARINI BORTOLATTO2
KAUANE NAYARA BAHR LEDEBUHR
MARCELO HEINEMANN PRESA
MARCIA JUCIELE DA ROCHA
MARCOS PIZZATTO DE AZEREDO

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPES / Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível SuperiorR$ 3.000,00Coordenador

Plano de Aplicação de Despesas

DescriçãoValor
339030 - Material de ConsumoR$ 3.000,00

Página gerada em 23/05/2024 18:43:59 (consulta levou 0.144943s)