Nome do Projeto
Núcleo de pesquisa, produção e criação fonográfica do Laboratório de Etnomusicologia da UFPel
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
05/01/2022 - 03/01/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes
Resumo
A principal questão a ser investigada neste projeto é o papel da produção e circulação de fonogramas para o surgimento de comunidades de práticas musicais transnacionais, impulsionadas pelos meios de comunicação de massa. O projeto também contempla a formulação estratégias para a criação de redes locais de criação e pesquisa de produtos fonográficos, objetivando a ampliação do acesso e a ressignificação do acervo do Laboratório de Etnomusicologia da UFPel. Para tanto, adotamos uma abordagem transdisciplinar contemplando as áreas da etnomusicologia, da história social, dos sound e media studies, da sonologia e da música popular. Este projeto tem sua base material no acervo da Discoteca L. C. Vinholes, composto por mais de vinte mil fonogramas em diferentes suportes. Estudos realizados pela equipe têm evidenciado sua importância cultural e histórica nos âmbitos local e regional do extremo sul do Rio Grande do Sul, bem como diversas conexões nacionais e internacionais mediadas pela fonografia ali representada. A atuação do Núcleo de pesquisa, produção e criação fonográfica do Laboratório de Etnomusicologia da UFPel contempla a conservação, o estudo, a disponibilização e o uso crítico do acervo fonográfico em questão. Objetivando também fomentar a pesquisa artística, por meio da criação de obras fonográficas que atuem tanto dando visibilidade ao acervo, quanto ressignificando e atualizando as obras que o compõem. Os eixos de ação deste projeto, possibilitam uma formação em pesquisa a partir de uma perspectiva crítica e autorreflexiva, a fim de potencializar a produção de novos fonogramas pela comunidade acadêmica e não acadêmica que estimulem a ampliação de noções e conceitos que configuram diferentes epistemologias musicais.

Objetivo Geral

O objetivo geral do presente projeto é a criação de ferramentas conceituais e artísticas para analisar o papel da produção, circulação e fruição de fonogramas no contexto de surgimento de comunidades de práticas musicais transnacionais impulsionadas pelos meios de comunicação de massa. Dentre estas comunidades, destacamos como foco de investigação àquelas pertencentes a diáspora africana nas Américas, responsáveis pela criação de gêneros musicais centrais na constituição da música popular contemporânea, tais como o choro, o samba, o jazz, o hip-hop, dentre outros

Objetiva-se igual a formulação de estratégias para a criação de redes locais de produção, pesquisa e criação de fonogramas.

Justificativa

A formação na área da etnomusicologia e da pesquisa artística, bem como o fortalecimento de grupos, laboratórios, acervos e projetos de pesquisa se apresentam como uma metodologia viável para a consolidação de políticas de integração com a comunidade. Ao contemplar ações de caráter extensionista, o projeto prevê a difusão dos resultados da presente pesquisa e a realização de investigações que tenham como protagonista as comunidades musicais pelotenses e da região.

As ações aqui propostas permitem ainda a interlocução com outros acervos musicais da instituição, igualmente importantes e inéditos como o acervo do compositor Otávio Dutra, juntos tais repositórios são fundamentais para pesquisa sobre a continuidade histórica da música popular urbana no Rio Grande do Sul e no Brasil. Neste sentido, ressaltamos igualmente a centralidade dos fonogramas como fontes primárias de pesquisa nos campos da música popular e da etnomusicologia, tornando a ampliação do acesso aos acervos mencionados um importante catalisador para as pesquisas nestas áreas.

Metodologia

A abordagem metodológica para a implementação do Núcleo de pesquisa, produção e criação fonográfica da UFPel parte de três eixos, os quais poderão em alguns casos ser desenvolvidos de forma simultânea. O primeiro eixo corresponde à ampliação do acesso ao acervo da discoteca L. C. Vinholes e sua preservação, bem como ao estudo de novas formas de acesso ao acervo. Este eixo tem como estratégias de ação: a adequação do espaço físico do acervo; a capacitação de docentes, técnicos e estudantes para a catalogação e digitalização das obras; e a criação de um conjunto de visitas virtuais ao acervo. O segundo eixo corresponde à produção de conhecimento científico e tem como estratégias de ação: a geração de ferramentas de análise e de formas de catalogação de fonogramas; a investigação histórica e teórico-conceitual de práticas musicais por meio da fonografia. E o terceiro eixo corresponde a ressignificação e a atualização do acervo, e tem como estratégias de ação: a produção de obras musicais a partir dos estudos críticos e teóricos; e a produção de materiais audiovisuais, como podcasts e webséries, com fins de divulgação científica.

Indicadores, Metas e Resultados

As metas a serem alcançadas com a realização do projeto são:
- a ampliação do acesso e a difusão do acervo da discoteca L. C. Vinholes;
- a geração de ferramentas de análise de obras musicais fixadas em suporte fonográfico;
- realização de análises teórico conceituais acerca de comunidades de práticas musicais que tem em seu centro a fonografia;
- a realização de trabalhos artísticos que ressignifiquem o acervo em questão e/ou possibilitem releituras críticas de obras musicais do repertório da música popular urbana.
- a criação de podcasts, webséries e outros conteúdos audiovisuais com fins de divulgação dos resultados da pesquisa.

Como resultados, objetiva-se:
- a publicação de artigos e outros materiais bibliográficos (entrevistas, resenhas de livros e bancos de dados sobre obras e artistas) em revistas acadêmicas especializadas na área de artes;
- a apresentação de trabalhos em simpósios, seminários e congressos nacionais e internacionais dedicados a pesquisa em artes;
- a realização de produções artísticas individuais e coletivas pelos membros da equipe da pesquisa, e suas exibições públicas tanto em eventos acadêmicos, quanto de cunho artístico-cultural.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DANIEL ORTIZ DE ORTIZ
EDUARDO MONTAGNA DA SILVEIRA3
Eduardo Vetromilla Fuentes
FELIPE FRANÇA DE ANDRADE JUNQUEIRA
FELIPE MERKER CASTELLANI4
GUSTAVO FLEURY FINA MUSTAFÉ
Humberto Schumacher da Gama Júnior
LUCAS BORBA DA SILVEIRA
LUIS FERNANDO HERING COELHO3
RAFAEL HENRIQUE SOARES VELLOSO4
RAUL COSTA DAVILA

Página gerada em 02/07/2022 11:09:11 (consulta levou 0.082144s)