Nome do Projeto
FARMÁCIA ESCOLA DE DISPENSAÇÃO DE MEDICAMENTOS NA UBS CSU UFPel
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
02/05/2022 - 31/07/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Eixo Temático (Principal - Afim)
Saúde / Educação
Linha de Extensão
Fármacos e medicamentos
Resumo
A presença de uma farmácia escola universitária e pública promove melhoria na qualidade no ensino e serviços de saúde relacionados ao uso correto de medicamentos ainda não disponibilizados à comunidade beneficiada. Sendo assim, este projeto tem como objetivo criar e desenvolver uma farmácia escola de dispensação de medicamentos vinculada a Unidade Básica de Saúde CSU Areal - UFPel/SMS para atender a comunidade a fim de promover a garantia do acesso aos medicamentos prescritos e o uso racional de medicamentos. A presença do farmacêutico para a organização, gestão, dispensação de medicamentos e educação em saúde em uma unidade básica de saúde (UBS) impacta positivamente na redução de custos com medicamentos, na melhoria da qualidade do medicamento dispensado à população, na melhoria da compreensão e adesão ao tratamento, na garantia da segurança do paciente. O olhar interprofissional no cuidado em saúde promove qualidade de vida e satisfação ao usuário pelos serviços de saúde prestados na atenção primária.

Objetivo Geral

Criar e desenvolver uma farmácia escola de dispensação de medicamentos vinculada a Unidade Básica de Saúde CSU Areal - UFPel/SMS para atender a comunidade do território e vizinhanças a fim de promover a garantia do acesso aos medicamentos prescritos e o uso racional de medicamentos.

Justificativa

A presença do farmacêutico para a organização, gestão, dispensação de medicamentos e educação em saúde em uma unidade básica de saúde (UBS) é fundamental. Isso gera redução de custos à gestão municipal uma vez que otimiza o controle de estoque de medicamentos e evita perda de medicamentos por vencimento. Além disso, reduz reconsultas médicas, atendimentos em emergências e internações pois promove o uso racional de medicamentos e melhora a adesão do tratamento. Então, não impacta somente à gestão municipal de saúde, mas também à população atendida. Há melhoria das condições de tratamento à comunidade, já que não é mais realizada apenas uma entrega de medicamentos e sim a entrega com informação, o que caracteriza legalmente a dispensação de medicamentos (ato privativo do farmacêutico). Enquanto dispensário, o local não tinha a presença do profissional farmacêutico. Mas agora, como futura farmácia escola, o Curso de Farmácia promove a melhoria do serviço na UBS com a presença de dois servidores farmacêuticos e possibilita uma nova farmácia distrital ao munícipio em breve. Hoje das 50 UBS em Pelotas, somente 6 apresentam farmacêuticos. Com essa ação, seremos a sétima futuramente. O profissional farmacêutico é o responsável pela segurança do tratamento dispensado à população. Informações sobre o modo correto de uso, possíveis efeitos adversos, incompatibilidades, medidas não-farmacológicas serão realizadas a fim de promover o uso racional de medicamentos e a adesão ao tratamento. A participação de acadêmicos do Curso de Farmácia na inserção desse serviço em uma UBS é rico em aprendizado e permite o desenvolvimento de habilidades, tanto em gestão do medicamento quanto na contribuição da evolução clínica do paciente de forma interprofissional. A Farmácia Escola é um local de aprendizado, com supervisão acadêmica docente e supervisão local de farmacêuticos. A comunidade é beneficiada com a melhoria do acesso ao tratamento e por meio de ações de educação em saúde.

Metodologia

Dois servidores vinculados ao Curso de Farmácia, um farmacêutico e um técnico de farmácia, junto com docentes e acadêmicos, em parceria com a Gestão da Assistência Farmacêutica Municipal, organizarão o dispensário da UBS CSU. O local será reestruturado e reformado para ser transformado em uma farmácia escola. Enquanto todos os trâmites de estruturação e legalização estiverem em tramitação, a gestão clínica do medicamento já estará ocorrendo com a participação de todos os envolvidos em benefício da comunidade. Será realizado controle de estoque e devolução de medicamentos vencidos à gestão municipal, organização e armazenamento correto dos medicamentos, dispensação de medicamentos, orientação farmacêutica e ações de educação em saúde ao paciente/familiar/cuidador que vier retirar o tratamento, ações de educação em saúde com a equipe de saúde da UBS, participação no Programa Saúde na Escola (MS-SMS) com ações na escola do bairro, construção de plano de cuidado aos pacientes junto à equipe interprofissional. Também poderão ser realizadas consultas farmacêuticas e visitas domiciliares para acompanhamento farmacoterapêutico conforme às demandas da comunidade e da equipe de saúde.

Indicadores, Metas e Resultados

Indicadores:
- Número de dispensações de medicamentos realizadas por mês;
- Medicamentos mais prescritos conforme o serviço de saúde;
- Número de medicamentos vencidos semestralmente;
- Número de consultas farmacêuticas realizadas anualmente;
- Número de visitas domiciliares realizadas anualmente;
- Satisfação do atendimento farmacêutico.

Metas:
- Organizar o dispensário e reduzir custos com desperdícios de medicamentos;
- Garantir a qualidade do medicamento dispensado;
- Realizar toda a estruturação para registro e desenvolvimento da farmácia escola de dispensação do Curso de Farmácia UFPel - SMS;
- Evitar presença de incompatibilidades farmacológicas e erros de dose nas prescrições;
- Identificar problemas relacionados com a farmacoterapia (reação adversa ao medicamento, interações medicamento x medicamento, interação medicamento x alimento, interação medicamento x álcool, dificuldades de adesão ao tratamento, dificuldade ao acesso ao tratamento, etc) e realizar intervenções farmacêuticas;
- Realizar ações de cuidado em saúde de forma interprofissional;

Resultados Esperados:
- Garantir o acesso aos medicamentos prescritos conforme a Relação Municipal de Medicamentos;
- Promover o uso racional de medicamentos a população atendida;
- Melhorar a adesão ao tratamento prescrito;
- Reduzir o número de problemas relacionados à farmacoterapia;
- Reduzir custos relacionados má gestão de medicamentos na UBS.

-

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA CAROLINA CUNHA RIBEIRO
CAREN NEUTZLING MORAIS
CLAUDIA LIDIANE CARVALHO DA CUNHA20
FELIPE GOULART LEAL
HELENA PIEPER BEHLING
JANAINA GONCALVES TAVARES
JOAO GABRIEL MUNHOZ PEREIRA
JULIA MACIEL OUTEIRO
JULIANE FERNANDES MONKS DA SILVA3
LAVINIA CARVALHO DE OLIVEIRA
LUANE DOS ANJOS BERWALDT
MAIARA VARGAS MACIEL
MARCELLE MOURA SILVEIRA20
MARIA ANTONIA ARIAS CAMPELO LINK
MARILIA BASTOS CAPUA
NATALIA GONCALVES TAVARES
NATHALIE SCHAUN BARBOZA
NICOLE OLIVEIRA RODEGHIERO
PAULO MAXIMILIANO CORREA3
TAMIRES MORAES ALVES

Página gerada em 05/12/2022 11:52:01 (consulta levou 0.133693s)