Nome do Projeto
Identificação das Madeiras do patrimônio cultural
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
06/05/2022 - 06/05/2026
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Multidisciplinar
Resumo
O projeto “Identification wooden cultural heritage (IWCH)” tem como objetivo Identificação Macroscópica e Microscópica das Madeiras do patrimônio cultural, o foco do projeto tange o conhecimento da madeira comercializada em diferentes épocas e sua importância para a sociedade. O projeto visa a capacitação dos participantes na Identificação Macroscópica e Microscópica das Madeiras, com intuito de suprimir quaisquer informação sobre a madeira presente nos artefatos que compõem o Patrimônio Cultural Gaúcho.

Objetivo Geral

Identificação Macroscópica e Microscópica das Madeiras do patrimônio cultural.

Justificativa

Sabe-se que historicamente a madeira é utilizada para as mais variadas finalidades, porém o objetivo central do projeto é um estudo de identificação das madeiras utilizadas no patrimônio cultural, enfocando as espécies mais usadas nos diferentes usos com: mobiliário, obras de artes, esculturas e estruturas utilizadas na construção civil, como também a sua a exploração, a sua comercialização com intuito de suprimir quaisquer informação sobre esse material nos artefatos que compõem o Patrimônio Cultural Gaúcho.

Metodologia

Pesquisa bibliográfica e documental, para a Identificação e Conhecimento do Bem Móvel a ser caracterizado, deverá ser conduzido sob diversos aspectos (dados históricos, características técnicas e tecnologia construtiva, etc) visando a perfeita identificação do objeto a ser identificado a espécie madeireira.
Com esse trabalho visa-se também compreender à relação da utilização e comercialização da madeira atual e ao longo do tempo, conhecer a sua evolução e, principalmente, as características pelas quais foi usada na confecção do patrimônio cultural
Identificação Macroscópica e Microscópica das Madeiras do patrimônio cultural, por métodos destrutivos e não destrutivos a fim de determinar as propriedades físicas, mecânicas e suas implicações com a qualidade das Madeiras utilizadas no patrimônio cultural do estado do Rio Grande do Sul.
• AMOSTRAGEM DA MADEIRA UTILIZADAS NO PATRIMÔNIO CULTURAL
O processo de amostragem precisa de uma metrologia adequada para não descaracterizar a obra analisada, após definição do melhor processo de amostragem para espécies nas obras, os corpos-de-prova serão encaminhados para o laboratório de Anatomia da Madeira do Ceng, para realização dos ensaios macro e microscópicos.
• IDENTIFICAÇÃO DAS ESPÉCIES MADEIREIRAS UTILIZDAS EM DE OBRAS DE ARTE
Ensaios serão realizados por meio de microtecnia e maceração aplicada à anatomia da madeira de acordo com IAWA- International Association of Wood Anatomists. Logo após as lâminas anatômicas serão catalogadas para formação da xiloteca de patrimônio cultural do estado do Rio Grande do Sul.
• MATERIAL DE APOIO
Criação de material de apoio ao projeto será organizada a partir de uma revisão bibliográfica, considerando livros e artigos científicos nacionais e internacionais que abordam este tema.
Os vídeos didáticos produzidos serão desenvolvidos para auxiliar e o conhecimento; e criação de materiais (Protótipos em 3 D) para compor acervo da obra para a acessibilidade para Pessoas com Deficiência (PcD) com a Identificação Macroscópica e Microscópica das Madeiras do patrimônio cultural.

Indicadores, Metas e Resultados

Como resultados e impactos obtidos visa-se o desenvolvimento de um material de acervo de Xiloteca e Exsicata para a identificação das espécies madeireiras usadas utilizadas no patrimônio cultural do estado do Rio Grande do Sul. Como também a elaboração de vídeos de divulgação da pesquisa e criação de materiais (Protótipos em 3 D) para compor acervo da obra para a acessibilidade para Pessoas com Deficiência (PcD) com a Identificação Macroscópica e Microscópica das Madeiras do patrimônio cultural.

Espera-se que com o desenvolvimento do projeto, os participantes alcancem:
• Aprimoramento na sua capacidade de identificação das espécies madeireiras oriundas de patrimônio cultural.;
• Desenvolvimento técnico;
• Acessibilidade para Pessoas com Deficiência (PcD), por meio da identificação da madeira;

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA CAROLINA FERNANDES DA SILVA
ANDREA LACERDA BACHETTINI2
DARCI ALBERTO GATTO2
Letícia Quintana Lopes
Livia Maria Beani Pereira
MAICON RIBEIRO RODRIGUES
MARIA HIASMIM BARBOSA ARAUJO
MATHEUS DE PAULA GOULARTE
Nataly Matos da Silva
PATRICIA SOARES BILHALVA DOS SANTOS12
ROBERTO HEIDEN1

Página gerada em 17/08/2022 23:07:49 (consulta levou 0.091567s)