Nome do Projeto
Estudo retrospectivo e prospectivo das principais patologias de cães neonatos na área de abrangência do LRD FV/UFPel
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/06/2022 - 31/05/2026
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Resumo
Atualmente a taxa de mortalidade fetal e neonatal na espécie canina é elevada (20 a 30%), e está associada a vários fatores como a tríade neonatal, que consiste na associação de hipóxia, hipotermia e hipoglicemia, e muitas vezes as doenças secundárias como doenças infecciosas. Sendo que os principais agentes envolvidos no óbito dos neonatos são Brucella sp., Streptococcus sp. Staphylococcus sp., Escherichia coli e Herpesvirus canino tipo 1. Malformações também são causas comuns e muitas vezes permanecem subdiagnosticadas. Todas estas etiologias resultam em prejuízos econômicos, zootécnicos e emocionais. A definição de mortalidade perinatal canina é a combinação da perda por causa de natimortos e mortalidade neonatal precoce, onde a mortalidade neonatal precoce inclui filhotes nascidos vivos que morrem nos primeiros sete dias após o nascimento até o término da fase neonatal, ao desmame. A expulsão vaginal de fetos vivos ou mortos, incapazes de sobreviver fora do ambiente uterino, devido à imaturidade fisiológica, caracteriza o aborto. Quando a morte ocorre durante o parto, os fetos são classificados como natimortos. A principal causa de mortalidade neonatal não infecciosa é a hipóxia associada à distocia, com 90% das mortes ocorrendo até às 48 horas após o nascimento. Procedimentos diagnósticos para determinar a causa do aborto, natimortos, ou de morte neonatal em cães são de extrema importância para a caracterização da etiologia, e trazem a possibilidade intervenções mais assertivas dos médicos veterinários. O diagnóstico definitivo depende da realização de necropsia, da colheita de amostras apropriadas para exame histopatológico e identificação de agentes infecciosos, além de ampla anamnese. Dessa forma, o presente projeto busca desenvolver uma investigação de causas de aborto, morte fetal e morte neonatal em cães recebidos pelo Laboratório Regional de Diagnóstico (LRD) da Faculdade de Veterinária da UFPel e desenvolver procedimentos diagnósticos diferenciais e testes auxiliares.

Objetivo Geral

Definir as patologias que acometem os neonatos caninos na região de abrangência do Laboratório Regional de Diagnóstico da Faculdade de Veterinária (LRD/UFPel).
Objetivos específicos: Determinar as causas de aborto, morte fetal e morte neonatal em cães recebidos pelo LRD nos últimos 10 anos e nos próximos 5 anos (2012 a 2027). Relacionando as causas com achados clínicos e patológicos; o período de gestação/ou idade do recém-nascido; e a raça dos animais.

Justificativa

O projeto busca desenvolver uma investigação de causas de aborto, morte fetal e morte neonatal em cães recebidos pelo Laboratório Regional de Diagnóstico (LRD) da Faculdade de Veterinária da UFPel e desenvolver procedimentos diagnósticos diferenciais e testes auxiliares.

Metodologia

Será realizado um estudo retrospectivo dos abortos, morte fetal, natimortos, ou morte de neonatos, dos casos encaminhados nos últimos 10 anos ao Laboratório Regional de Diagnóstico (LRD), da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Ainda, será realizada uma análise prospectiva dos casos de 2022 a 2027. Serão avaliados dados referentes ao histórico clínico, epidemiologia (sexo, raça e idade), exames complementares. Em relação ao período de gestação serão classificados como abortos, morte fetal, natimortos ou neonatos. Quanto à raça, os animais serão divididos em: com raça definida (CRD) ou sem raça definida (SRD). As lesões serão pesquisadas e agrupadas conforme a sua distribuição em cada sistema. Serão colhidos fragmentos dos órgãos durante a necropsia, bem como encaminhamento de material para diagnóstico microbiológico, viral e parasitológico.

Indicadores, Metas e Resultados

Resultados esperados:
- Caracterizar os aspectos clínico-patológicos das causas de aborto, morte fetal e morte neonatal em cães recebidos pelo LRD.
- Espera-se a partir da execução do projeto uma melhor compreensão sobre as diversas etiologias e o desenvolvimento de um protocolo de procedimentos para auxílio no diagnóstico.

Indicadores de resultados ao final do projeto:
- Espera-se publicar resumos em congressos e pelo menos um artigo em revista indexada nacional ou internacional.
- Viabilizar o treinamento de estudantes de graduação e pós-graduação e residência na realização de técnicas de necropsia, histoquímica, colorações especiais.

Repercussão e/ou impactos dos resultados:
- Os resultados deste projeto servirão para determinar se foi observada a ocorrência de aborto, morte fetal e morte neonatal em cães recebidos pelo LRD.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAIO MAURICIO AMADO
CARINE DAHL CORCINI1
CAROLINA GONCALVES DE SOUSA
CLEYTON RODRIGUES CHAVES
CRISTIANO SILVA DA ROSA2
DAIANE DA MOTTA XAVIER2
EDENARA ANASTÁCIO DA SILVA
ELIZA SIMONE VIEGAS SALLIS2
JOSIANE BONEL15
MARGARIDA BUSS RAFFI2
MARIANA ACCORSI TELES
MARTA SANTOS DE MORAES

Página gerada em 04/03/2024 01:16:04 (consulta levou 0.177626s)