Nome do Projeto
Análise de tensão por meio de FEA de raízes reabilitadas com diferentes retentores
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/06/2022 - 24/01/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Resumo
O objetivo do estudo é avaliar as tensões e tipos de falhas de raízes reabilitadas com retentores convencionais de fibra de vidro e comparar com dois retentores de corpo único fresados em CAD / CAM confeccionados com diferentes materiais. 3 raízes bovinas serão preparas e restauradas com diferentes retentores: 1- pino de fibra de vidro convencional reembasado com resina composta, 2- pino de fibra de vidro anatômico fresado em cad-cam e 3- pino de material híbrido PICN anatômico fresado em cad-cam. Esses espécimes serão restaurados com coroas de resina composta fresadas em cad-cam. Os espécimes serão escaneados e, serão gerados arquivos stl que serão importados para um software Ansys. Esse software será alimentado com as propriedades dos materiais e será realizada a análise de tensão por meio de análise de elementos finitos.

Objetivo Geral

Avaliar as tensões e tipos de falhas de raízes reabilitadas com retentores convencionais de fibra de vidro e comparar com dois retentores de corpo único fresados em CAD / CAM confeccionados com diferentes materiais.

Justificativa

A odontologia digital e os avanços na técnica de fresagem CAD-CAM resultaram em sistemas precisos e eficientes que reduziram o tempo de processamento e diminuíram a taxa de erro de fabricação de próteses dentárias (Miyazaki et al., 2009). Portanto, usar a tecnologia CAD-CAM para produzir retentores intrarradiculares personalizados parece uma opção viável, especialmente considerando a possibilidade de fresar tanto o pino quanto o núcleo, o que eliminaria a necessidade de uma resina composta para construir um núcleo de preenchimento, reduzindo assim, o número de interfaces adesivas (Liu et al., 2010).
A fabricação de pinos de fibra de vidro personalizados com uma técnica de fresagem CAD-CAM tem algumas vantagens: esse processo permite uma camada de cimento de espessura mínima, simplifica a técnica reduzindo etapas clínicas e elimina a necessidade de adicionar uma resina composta para construir um núcleo adequado para auxiliar a retenção da restauração, criando um sistema de retentor intrarradicular monocamada com um único material com as mesmas propriedades mecânicas (Liu et al., 2010; Ruschel etl al., 2018).

Metodologia

Planejamento Experimental:

O presente estudo será realizado no Centro de Desenvolvimento e Controle de Biomateriais (CDCBIO) na Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Pelotas e, em laboratórios de prótese particulares que tenham escâner e fresadora. Esse experimento dispensa o parecer do Comitê de Ética no Uso de Animais (Ceua), pois os animais não serão abatidos para a extração dos dentes. Esses serão extraídos de lixo industrial, de bois que já foram para o abate. Serão selecionados 3 dentes bovinos unirradiculares, hígidos, com comprimento radicular semelhante, isentos de rachaduras, trincas ou curvaturas. Os dentes serão limpos com lâminas de bisturi, curetas periodontais e armazenados em água destilada durante todo o experimento.

Confecção dos Corpos de Prova

Os dentes terão suas coroas seccionadas no limite da junção cemento-esmalte, separando a porção coronária da porção radicular. Após este procedimento, os dentes ficarão armazenados em água destilada. As polpas dentais serão removidas e os condutos radiculares dos dentes serão preparados.
Os pinos do grupo PM serão reembasados com resina composta fotoativada para ficarem anatomicamente compatíveis ao canal radicular. Os retentores serão cimentados nas raízes e os núcleos de preenchimento serão confeccionados com resina composta.
Nos grupos PF e PE, para cada conduto radicular será realizado uma moldagem com pinos pré-fabricados de policarbonato (Pinjet – Angelus) e resina acrílica (Pattern – GC). Esses moldes serão então escaneados (inEos X5, Sirona Dental Systems, EUA) para gerar um arquivo stl e, posteriormente, fresar em CAD-CAM (inLab MC X5, Sirona Dental Systems, EUA) os retentores personalizados dos dois grupos.
Os retentores serão cimentados nas raízes e os núcleos de preenchimento com resina composta serão confeccionados no grupo PM.
As amostras serão enviadas para um laboratório de prótese onde serão escaneadas e importadas para o programa CAD para desenho padronizado das coroas. As coroas serão usinadas pela técnica de CAM com uma resina indireta, seguindo a morfologia natural de segundo pré-molar superior, com sulcos principais e cúspides.
O tratamento de superfície será realizado e as coroas serão cimentadas sobre os preparos (munhões).

Análise de Elementos Finitos (FEA)

As propriedades de coeficiente de Poisson, módulo de elasticidade, tenacidade, dureza e resistência à flexão dos retentores de fibra de vidro e material restaurador híbrido, bem como dos munhões, das coroas, da dentina e do esmalte serão inseridos no software. Um modelo 3D será criado através do Software Ansys, Inc. Houston FEM de uma raiz contendo um retentor e uma coroa. Uma força estática de mastigação, a ser definida pela média de resistência do teste de compressão, será aplicada em ângulo de 125 ° com o eixo longitudinal do dente na superfície palatina da coroa.

Indicadores, Metas e Resultados

Resultados e impactos esperados:

Espera-se, com esse estudo, iniciar os estudos de mais uma opção de material para retentor radicular personalizado, com boas propriedades mecânicas e, um módulo de elasticidade intermediário entre pinos de fibra de vidro e núcleos metálicos fundidos, que tenha capacidade de suportar uma restauração, sem transferir força verticais que causem fratura radicular, aumentando a longevidade das restaurações e do remanescente dental.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CARLA LUCIA DAVID PENA
EVANDRO PIVA1
GIANA DA SILVEIRA LIMA1
JULIA CADORIM FACENDA1
Rodrigo Rohenkohl Silva

Página gerada em 09/08/2022 17:20:20 (consulta levou 0.077306s)