Nome do Projeto
Comparação das associações entre atividade física e desfechos em saúde: autorrelato versus acelerometria
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
06/06/2022 - 13/12/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Resumo
Diferentes métodos são utilizados para medir atividade física. Dentre os métodos subjetivos, destacam-se os questionários, que são amplamente utilizados, especialmente em estudos de base populacional. Os questionários permitem também a avaliação dos diferentes domínios que a atividade física pode ser realizada (lazer, trabalho, deslocamento e doméstico), mas tendem a superestimar as medidas de atividade física. Já dentre os métodos objetivos, os acelerômetros vem sendo cada vez mais utilizados. Os acelerômetros permitem maior precisão da medida de atividade física e mais possibilidades de avaliação quanto a diferentes intensidades da prática, mas sua utilização é mais complexa, demandam maior custo e não permitem a avaliação dos diferentes domínios. Espera-se que os resultados de estudos com diferentes métodos possam encontrar diferentes resultados. Assim, conhecer as diferenças nessas associações entre atividade física, medida por questionários e acelerômetros, e diferentes desfechos em saúde permitirá maior entendimento para essa área de conhecimento e para interpretação de resultados.

Objetivo Geral

O objetivo principal desse projeto será avaliar as possíveis diferenças nas associações encontradas entre atividade física e desfechos de saúde em adultos jovens, comparando a atividade física medida por autorrelato (questionários) e de forma objetiva (acelerometria).

Justificativa

A realização desse estudo possibilitará maior conhecimento acerca do impacto que os diferentes instrumentos de avaliação de atividade física, comumente utilizados, podem ter nas associações encontradas com desfechos de saúde, auxiliando para uma melhor interpretação de resultados já publicados e no planejamento de futuros estudos.

Metodologia

Serão utilizados dados transversais das Coortes de Nascimentos de 1993 e de 1982 de Pelotas, dos acompanhamentos realizados aos 22 e 30 anos, respectivamente. Os participantes das coortes responderam um questionário sobre a duração e frequência semanal de atividade física de lazer e utilizaram um acelerômetro triaxial no punho.
O tempo semanal em minutos de atividade física de lazer e total (lazer e deslocamento), avaliado por autorrelato, e o tempo semanal
em minutos de atividade física moderada ou vigorosa e total, medido por acelerometria, serão as
exposições. Os desfechos utilizados serão variáveis de saúde cardiovascular e de composição corporal: pressão arterial sistólica e diastólica (mmHg), glicemia (mg/dl), colesterol LDL e HDL (mg/dl), triglicerídeos, índice de massa corporal, circunferência da cintura e massa de gordura.

Indicadores, Metas e Resultados

Os resultados do projeto serão divulgados por meio de publicação de artigos científicos e apresentação de trabalhos em eventos acadêmicos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRUNA GONÇALVES CORDEIRO DA SILVA1
THAIS GULARTE DELLA VECHIA

Página gerada em 30/01/2023 01:21:02 (consulta levou 0.125712s)