Nome do Projeto
Planejamento e Gestão do Turismo
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/05/2023 - 30/04/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Trabalho
Linha de Extensão
Turismo
Resumo
O Projeto Planejamento e Gestão do turismo enfatiza os processos de desenvolvimento de territórios intermediados pelo turismo, considerando a governança turística, a competitividade de destinos e de organizações, identificando e analisando as diretrizes, estratégias e implementação de políticas públicas e de negócios que envolvam o turismo. Envolve temas como: comunicação, posicionamento e estratégias de marketing; empreendedorismo; gestão de negócios turísticos; desenho de produtos e experiências turísticas; inovação e tendências no turismo contemporâneo; tecnologias da informação; sustentabilidade; redes de cooperação e/ou coopetição (junção de competição e colaboração). As ações que compõem este projeto convergem na perspectiva de associar a gestão privada, pública e institucional – terceiro setor, ao planejamento e a operação do turismo em diferentes escalas e arranjos institucionais.

Objetivo Geral

Exercer atividades de extensão diretas e indiretamentes relacionadas ao turismo, correlacionando-as com o campo normativo – operacional, de forma a analisá-lo em âmbitos local, estadual e nacional, como vetor de desenvolvimento sustentável, possivelmente atenuando assimetrias regionais, através de mecanismos da gestão pública, privada, de governança e da participação social ampliada.

Justificativa

O turismo é uma prática social que emerge da sociedade urbana e acompanha suas transformações e adaptações locais, articulando um complexo sistema de atores, saberes, fazeres, espaços, imaginários, oportunidades de negócios em um fenômeno que perpassa as diversas esferas da vida contemporânea. Assim, o turismo pode ser entendido como um fenômeno social total, ou como um gênero comum em mundo globalizado. Suas manifestações materiais e simbólicas são diversas, compreendendo multiescalas de ação e de análise, que se (re)fazem primordialmente em territórios-rede. Para além do interesse que comporta em si, é também um ponto de partida para a reflexão sobre as (i)mobilidades de sujeitos, materialidades, ideias, informações, comandos e finanças.
Assim, o Projeto centra-se na geração de ações de conhecimento turístico que articule o conjunto do planejamento intersetorial, de curto e longo prazos, colaborando para o reposicionamento de estratégias das organizações turísticas públicas, privadas e de terceiro setor – incluindo a responsabilidade socioambiental, bem como para o desenvolvimento de produtos e experiências, orientando a cooperação e, dialogicamente, a competitividade de destinos-chave e empresas-líder (e/ou a coopetição).

Metodologia

Por se tratar de um Projeto de extensão que visa atender a questão da integralização, em que compreende-se, que a relação da universidade com a sociedade não era apenas cumprimento de missão, mas estratégia de formação do estudante, cada estágio curricular obrigatório terá caráter extencionista, já que entende-se a formação em extensão como uma prática, consistente e inserida no currículo, de experiências do aluno como agente da ação extensionista e que esta formação acontece integrada ao currículo e não dissociada desse.
Desta forma, a cada semestre os professores do curso proporão ações de extensão no temas correlatos do Projeto e das áreas de estágio que o aluno estiver exercendo. Os alunos aptos a realizarem o estágio curricular obrigatório serão matriculados e farão parte deste projeto de extensão. A partir do estágio que será realizado em empresa ou instituição pública ou privada, o plano de atividades deverá estar contido nas ações cadastradas nos respectivos semestres.
O aluno será orientado na empresa por algum profissional com conhecimento na área, e este profissional será um colaborador externo do projeto de extensão, e também terá a orientação de um docente da UFPel que será um colaborador do projeto.
O estágio curricular obrigatório do atual PPC tem carga horária mínima de 150 horas.

Indicadores, Metas e Resultados

Todas as áreas do projeto com, pelo menos, um estágio extensionista
Uma proposta/ação por estágio extensionista construídas coletivamente com a comunidade
Ao menos 01 instituição e 05 pessoas externas à UFPel, atendidas/envolvidas pelo projeto nos diferentes setores.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA CAROLINA PICANÇO DOMINGUES
KAREN MARLOWA LIMA LONGARAY
NATALIA DE SOUSA ALDRIGUE4
SIDNEY DANIEL BATISTA4

Página gerada em 28/02/2024 23:40:05 (consulta levou 0.152336s)