Nome do Projeto
Grupo de Estudos sobre Ancestralidade no cuidado à saúde
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
01/03/2023 - 31/12/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Resumo
A ancestralidade nas ciências da saúde ainda é um campo a ser resgatado. Trata-se de grupo de estudo que tem como objetivo dialogar sobre a ancestralidade no cuidado à saúde considerando seus aspectos teóricos e práticos. Para desenvolve-lo será ofertado encontros com periodicidade mensal na Faculdade de Enfermagem. Os participantes serão docentes, estudantes de graduação e pós graduação, e servidores técnicos-administrativos em educação da UFPel, além da comunidade em geral. A dinâmica de cada encontro ocorrerá mediante a formação de uma roda de conversa, com leitura e diálogo de livros clássicos e artigos sobre a ancestralidade no cuidado à saúde. Trata-de de um espaço de valorização dos saberes de cada um dos envolvidos, construindo assim, não apenas conhecimentos, mas experiências vividas.

Objetivo Geral

Dialogar sobre a ancestralidade no cuidado à saúde considerando seus aspectos teóricos e práticos.

Justificativa

A ancestralidade nas ciências da saúde ainda é um campo a ser resgatado e dialogado na universidade. O projeto de ensino intenciona a resgatar e incitar a retomada da ancestralidade no cuidado à saúde considerando seus aspectos teóricos e práticos e também promover diálogos a partir de pensadores latino-americanos que escrevem sobre o tema. Enquanto apreendedores, professores e estudantes, tem-se a possibilidade de conhecer o que a ancestralidade pode nos ensinar sobre identidade, pertencimento, criatividade e memória que transcende espaço e tempo, e assim construir um espaço de formação que considere e valorize os saberes ancestrais. Ao dialogar sobre a ancestralidade citando Krenak (1999, p. 27), ao se referir do que dizem os velhos, “você não pode se esquecer de onde você é e nem de onde você veio, porquê assim você sabe quem você é e para onde você vai”. Ainda citando Krenak (2022, p.6) inicia seu livro “Futuro Ancestral” narrando uma prática de meninos do povo Yudjá, que enquanto remavam uma canoa, diziam que estavam ou quase chegando perto de como era antigamente - “esses meninos que vejo e minha memória não estão correndo atrás de uma ideia prospectiva do tempo, nem de algo que está em algum outro canto, mas do que vai acontecer exatamente aqui neste lugar ancestral que é seu território, dentro dos rios”. Tal narrativa descreve a ancestralidade como sendo o tecer do passado, presente e futuro, constituindo-se em uma teia de relações e interações que nós conecta. O referido projeto também se propõe a potencializar e sustentar teoricamente as ações de extensão ofertadas pelo Projeto de Extensão das Práticas Integrativas e Complementares na Rede de Atenção em Saúde (446) da Faculdade Enfermagem da UFPel que possuí um currículo integrado que tem por objetivo formar enfermeiros generalistas para atender as demandas de saúde e doença da população atendida pelo Sistema Único de Saúde. Somado a isso no Curso, identifica-se que é crescente o número de estudantes ingressantes, indígenas e quilombolas decorrentes da Política de Ações Afirmativas. Entende-se que ao possibilitar a participação de estudantes no presente projeto, estimula-se o interesse em desenvolver atividades que aproximam ainda mais a teoria e prática considerando a ancestralidade no cuidado à saúde, e assim promover o interesse pelo curso e a permanência na Universidade.Ao dialogar sobre a ancestralidade Krenak (2022, p.6) inicia seu livro “Futuro Ancestral” narrando uma prática de meninos do povo Yudjá que remavam e diziam que estavam ou quase chegando perto de como era antigamente, ressalta que “esses meninos que vejo e minha memória não estão correndo atrás de uma ideia prospectiva do tempo, nem de algo que está em algum outro canto, mas do que vai acontecer exatamente aqui neste lugar ancestral que é seu território, dentro dos rios”. Dialogar sobre ancestralidade no cuidado à saúde possibilitará acessar memórias, histórias, saberes e pertencimento.

Metodologia

Para desenvolver este projeto de ensino o grupo ofertará encontros em sala de aula na Faculdade de Enfermagem com periodicidade mensal. Os encontros ocorreram na quarta segunda do mês, das 13h30 às 15h30, e será coordenado pela Professora Coordenadora e Professoras Colaboradoras.
A dinâmica de cada encontro ocorrerá mediante a formação de um roda de conversa, procedendo leitura “linha a linha” de livros clássicos e artigos sobre a ancestralidade no cuidado à saúde. Paralelo a leitura “linha a linha”, ocorrerá diálogo que mobilizará os participantes a desenvolverem perguntas reflexivas instigando a buscar e compartilhar bibliografia que possibilite ampliar e aprofundar o conhecimento sobre o tema, assim como experiências vividas.
O cronograma dos encontros será divulgado por meio das mídias sociais (como Facebook, Instagran e Whatsapp), além de envio para o Colegiado do Curso e Página web da Faculdade de Enfermagem. O registro dos participantes ocorrerá mediante a assinatura de presença que corresponde a cada encontro, o que possibilitará a emissão de certificado por participação no Grupo de Estudos, correspondente a duas horas para cada encontro.

Indicadores, Metas e Resultados

Indicador
Ler e dialogar os materiais indicados previamente sobre ancestralidade no cuidado à saúde.

Meta
Ler e dialogar os materiais indicados previamente sobre ancestralidade no cuidado à saúde. 100%

Resultado
Aquisição de conhecimento e compreensão do tema ancestralidade no cuidado à saúde.

Indicador
Promover a interação entre acadêmicos de diferentes cursos de graduação da UFPel a fim de estimular e potencializar o diálogo multidisciplinar sobre ancestralidade no cuidado à saúde.

Meta
Promover a interação entre acadêmicos de diferentes cursos de graduação da UFPel a fim de estimular e potencializar o diálogo multidisciplinar sobre ancestralidade no cuidado à saúde. 100%

Resultado
Interação entre acadêmicos de diferentes cursos de graduação da UFPel.


Indicador
Elaborar resumos para o Congresso de Ensino e Graduação da UFPel e a outros eventos com objetivo de compartilhar, socializar e divulgar as atividades desenvolvidas no Grupo.

Meta
Elaborar resumo para o Congresso de Ensino e Graduação da UFPel e a outros eventos com objetivo de compartilhar, socializar e divulgar as atividades desenvolvidas no Grupo. 100%

Resultado
Apresentação de resumo no Congresso de Ensino e Graduação da UFPel e a outros eventos.


Indicador
Elaborar o relatório do projeto.

Metas
Construção do relatório do projeto. 100%

Resultados
Apresentação do relatório do projeto.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALYSSA IDALINE SANTINI CASAGRANDE
ANDRIÉLE FERREIRA FALCÃO
BIANCA DE OLIVEIRA CAVENAGHI
GRACIELE CAVALHEIRO DA SILVA
HELENA GULARTE CABRAL
JULIANA GRACIELA VESTENA ZILLMER7
MARGARETE BENTO HACHMANN
Maiara Rodrigues
SIDNEIA TESSMER CASARIN2
STEFANIE GRIEBELER OLIVEIRA4
TEILA CEOLIN2
THAIS DE SOUSA NASCIMENTO
VANESSA DUTRA CHAVES

Página gerada em 18/05/2024 23:29:22 (consulta levou 0.182028s)