Nome do Projeto
Hut8 - Empresa Junior de Computação
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
11/03/2023 - 11/03/2027
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra
Eixo Temático (Principal - Afim)
Tecnologia e Produção / Trabalho
Linha de Extensão
Desenvolvimento tecnológico
Resumo
Este projeto trata da continuidade do vínculo da Universidade com a Empresa Júnior dos cursos de Ciência da Computação e Engenharia de Computação, anteriormente caracterizado como Projeto de Ensino. Empresas Junior são associações civis sem fins lucrativos que visam fornecer a alunos de graduação a oportunidade de participar do processo organizacional, decisório e executivo de uma empresa, incentivando o empreendedorismo e auxiliando a comunidade a partir da prestação de serviços especializados. Uma Empresa Junior é um instrumento pedagógico importante dentro de cursos de graduação ao permitir que os envolvidos apliquem de forma prática conhecimentos adquiridos durante o curso em favor da comunidade, desenvolvendo aspectos pessoais e profissionais dos alunos envolvidos. O Brasil hoje conta com o maior número de Empresas Juniores no mundo. A Empresa Junior da Computação é uma associação de alunos dos cursos de Ciência da Computação e Engenharia de Computação, ambos lotados no Centro de Desenvolvimento Tecnológico (CDTec), com a colaboração de docentes da Universidade. Este projeto visa dar manutenção ao vínculo desta associação à Universidade Federal de Pelotas, reconhecendo a empresa como instrumento pedagógico e extensionista, em linha com os objetivos estabelecidos nos respectivos Projetos Político-Pedagógicos dos Cursos.

Objetivo Geral

O propósito deste Projeto é estabelecer mecanismos de interação, supervisão e avaliação da Empresa Junior da Computação da Universidade Federal de Pelotas, efetivamente vinculando esta à Universidade e em particular aos cursos de Ciência da Computação e Engenharia de Computação e garantindo o apoio aos processos inerentes à Empresa de forma a incentivar o empreendedorismo e o pensamento inovador que conectem o ambiente acadêmico ao meio empresarial e industrial. Estabelece-se como objetivos acadêmicos da Empresa Junior, no contexto deste projeto:

- Desenvolver um ambiente propício à experiência de atividades ligadas ao empreendedorismo, troca e aplicação de conhecimentos técnico-científicos;
- Fornecer acesso à comunidade a conhecimentos obtidos e desenvolvidos na área de Computação da Universidade.

Justificativa

Incentivar o empreendedorismo e a inovação em ambientes acadêmicos é uma necessidade crescente para aumentar a competitividade e produtividade da região e do país. Uma Empresa Junior coloca alunos de graduação em contato com atividades empresariais dentro da Universidade, oportunizando que estes obtenham a experiência necessária em um ambiente mais favorável ao aprendizado e transferência de conhecimento. Ao mesmo tempo, os serviços prestados pela Empresa beneficiam a comunidade, ao fornecer acesso a conhecimento especializado na área de Computação que, de outra forma, não estariam disponíveis principalmente para micro e pequenas empresas da região.

Justifica-se o Projeto ao observar-se a necessidade de criação de vínculo entre a Empresa Junior e a Universidade que a abriga, estabelecendo as formas de interação, supervisão e avaliação da Empresa no contexto acadêmico. Tal vínculo é necessário para garantir que a Empresa cumpra seu papel pedagógico e extensionista, distinguindo-a, por exemplo, de empresas convencionais incubadas na Universidade.

Metodologia

Para atingir o objetivo deste projeto, propõe-se mecanismos que especifiquem a interação, supervisão e avaliação da Empresa Junior da Computação, bem como relacionar e reconhecer as atividades da Empresa aos eixos de Extensão e Ensino deste projeto.

==Interação entre Empresa e Universidade==
A interação entre a Empresa e a Universidade, no contexto de vínculo acadêmico, se dará através pelos Coordenadores deste projeto. Estes são responsáveis por orientar, supervisionar e avaliar a Empresa Junior sob o ponto de vista acadêmico, em seu caráter formacional e de retorno a sociedade, garantindo que a Empresa cumpra os objetivos pedagógicos e extensionistas a ela atribuídos. Para tanto, estabelece-se reuniões periódicas entre os membros da Empresa e os Coordenadores do Projeto, de forma que a Empresa dê transparência de suas ações à Universidade. O período destas reuniões será estabelecido entre as partes, mas não devendo ser em número inferior a uma reunião por semestre. Nestas reuniões, a Empresa deverá informar as ações pretendidas para o futuro próximo e os resultados das ações passadas, bem como relatar as atividades individuais de cada membro para fins de cômputo de horas a serem designadas aos alunos por este Projeto. É nestas reuniões que se dará a orientação por parte dos Coordenadores das ações sendo desenvolvidas pela Empresa, de forma a manter a fluidez dos processos pedagógico e extensionistas.

Os Coordenadores são responsáveis pela atribuição de horas ou créditos acadêmicos aos participantes da Empresa. Esta atribuição se dará pelo processo de supervisão (descrito na próxima seção) e pelo relato fornecido durante as reuniões. Estas horas poderão ser de Extensão ou Ensino.

Observa-se que os Coordenadores não são parte da Empresa e, portanto, não possuem poder decisório nas ações específicas, limitando-se ao aconselhamento e orientação de seus membros. Os Coordenadores, porém, podem sugerir a reorganização ou até extinção da Empresa aos órgãos competentes na situação desta não estar cumprindo os objetivos acadêmicos.

==Supervisão==
A supervisão da Empresa se dará pelos Coordenadores deste Projeto. Em adição às reuniões periódicas estabelecidas na seção anterior, a supervisão se dará em períodos mais curtos, através do contato com os Diretores da empresa. Este contato poderá ocorrer por meio de reuniões ou comunicação pelos meios adotados pela Empresa. A supervisão compreende verificar que os objetivos acadêmicos da empresa estão sendo cumpridos. São pontos a serem verificados:

- Que haja total concordância entre os membros da Empresa e a Equipe cadastrada neste Projeto;
- Que todos membros estejam de fato ativos e cumprindo com as obrigações designadas pela Empresa;
- Que as ações desenvolvidas pela Empresa estejam alinhadas à sua proposta de criação e a este Projeto;

==Avaliação==
A avaliação deste Projeto se dará pelos Coordenadores, em conjunto com os membros da Empresa, ao final de cada ano. Os eixos de ensino e extensão devem ser avaliados de forma concomitante, registrando-se e observando-se métricas quantitativas e qualitativas, conforme indicadores elencados na seção Indicadores.

Indicadores, Metas e Resultados

O principal resultado esperado por este Projeto é o bom funcionamento da Empresa Junior, garantindo que esta cumpra seus objetivos e os objetivos do Projeto. Espera-se gerar interesse dos alunos dos cursos envolvidos na empresa, com gradual incremento no número de membros, bem como uma melhoria no desempenho acadêmico e profissional destes. Estabelece-se como indicadores quantitativos deste Projeto:

- Número de alunos participando diretamente na Empresa;
- Número de alunos impactados indiretamente pela Empresa;
- Número de egressos da Empresa que iniciaram empresas próprias;
- Número de novos contratos fechados;
- Número de projetos iniciados;
- Número de projetos finalizados;
- Desempenho dos membros em disciplinas dos cursos, comparado com grupo de controle;
- Taxa de evasão dos membros, comparado com grupo de controle;
- Empregabilidade dos membros após formados, comparado com grupo de controle.

Em adição, indicadores qualitativos devem ser observados, tais como:

- Satisfação dos membros com a Empresa;
- Reconhecimento da Empresa por alunos, professores e comunidade em geral;
- Satisfação dos clientes com os serviços executados;
- Soluções que trouxeram impacto social ou econômico a região.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ARTHUR WEIRICH
BRUNO CHIM SILVEIRA
BRUNO DA SILVA VOLCAN
CESAR AUGUSTO VITORIA MARTINS JUNIOR
GABRIEL SCHULTZ TIMM
HENRIQUE BORGES KRAUSE
HENRIQUE DIAS GARCIA
JOANA ORTIZ CORVELLO
JULIANO DE CASTRO LORENZATO
LAIS BRETANHA PARADA
LARISSA ASTROGILDO DE FREITAS2
LAURA BARELA PEREIRA
LEANDRO WEBER TAVARES
LEONARDO DOS SANTOS GÜTHS
LUCAS DUTRA TAVARES
LUCAS SIMOES FERREIRA
LUI GILL AQUINI
MARCELO DA SILVA DIAS
MARIA VIANNA TERENZI
Maiara Borraz de Ávila
NICOLAS SOSA MACHADO
OCTAVIO NICKEL LADEIRA
RAFAEL DE MATTIA
RAFAEL DIAS OLIVEIRA
RAFAEL SEABRA FERRAO
RAMON PELLE
THIAGO COELHO SCHOLL
TOBIAS TESSMANN MULLING2
ULIAN GABRIEL ALFF RAMIRES
WILLIAM ARAUJO MEDEIROS

Página gerada em 05/03/2024 07:26:03 (consulta levou 0.240318s)