Nome do Projeto
DOENÇAS E/OU LESÕES EM AVES SILVESTRES, DIAGNOSTICADAS NO LABORATÓRIO REGIONAL DE DIAGNÓSTICO ENTRE OS ANOS DE 2012 E 2023
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
15/03/2023 - 29/12/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Resumo
Cada vez mais o atendimento de animais exóticos e silvestres vem sendo requisitado em clínicas veterinárias, com isso torna-se necessário, por parte dos médicos veterinários, uma ampliação nos conhecimentos gerais e específicos que possuem necessidades e exigências distintas quando comparados com cães e gatos (SANTOS, et al, 2008). Os resultados esperados desse estudo será fornecer um compilado de dados epidemiológicos, referentes a doenças infectocontagiosas encontradas em aves silvestres no Sul do Rio Grande do Sul, com o intuito de fornecer maiores dados de pesquisa, contribuindo com a comunidade acadêmica e profissional, facilitando diagnósticos futuros referente ao tema.

Objetivo Geral

O objetivo geral deste projeto, visa através de um estudo retrospectivo, descrever a ocorrência das principais doenças e/ou lesões de aves silvestres, diagnosticadas pelo Laboratório Regional de Diagnósticos (LRD) da Faculdade de Veterinária (FV) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) entre os anos de 2012 e 2023, com a finalidade de estabelecer um panorama geral das principais enfermidades encontradas nas diferentes espécies de avifauna regional, evidenciando aquelas de maior importância em saúde pública.

Justificativa

Considerando as diferenças regionais, principalmente ligadas à ocorrência de determinadas espécies de aves silvestres e patologias que acometem as mesmas, evidencia-se a necessidade de estudos mais abrangentes que permitam estabelecer as principais doenças, etiologias e suas associações dentro de um contexto diagnóstico para as diferentes espécies de aves silvestres da região. Dessa forma, o presente projeto busca determinar, através de um estudo retrospectivo, a ocorrência das doenças e/ou lesões diagnosticadas em aves silvestres na região sul do Rio Grande do Sul.

Metodologia

A realização do projeto será dividida em etapas para melhor organização e otimização do tempo de pesquisa. Primeiramente será realizado um levantamento de bibliografia sobre o tema. Após isso, será realizado um estudo retrospectivo das doenças de aves silvestres diagnosticadas no período entre janeiro de 2010 e junho de 2023, por levantamento dos protocolos de necropsia, recebidos no LRD.
Serão resgatados os dados epidemiológicos obtendo-se informações referentes às aves silvestres, tais como origem, espécie, sexo e idade. Serão resgatados, também a evolução da doença, história clínica, sinais clínicos, aspectos macroscópicos e microscópicos, bem como, a importância clínica das lesões (achado incidental [AI], morte espontânea [ME] ou eutanásia [EUT]). Em relação à faixa etária, as aves serão classificadas como filhotes, juvenis e adultos, levando em consideração as características morfológicas de cada espécie analisada.
As necropsias referentes às amostras obtidas entre outubro de 2021 e dezembro de 2022, as foram realizadas conforme a técnica para aves descrita em “Manual de técnicas de necropsia em animais domésticos" (BONNEL et al., 2018), os órgãos foram analisados macroscopicamente, coletados em fragmentos e armazenados em frascos contendo formalina tamponada a 10%. Em determinados casos, foram coletados fragmentos de órgãos frescos, amostras de fluidos e demais materiais biológicos, para realização de técnicas diagnósticas. Posteriormente os fragmentos de órgãos foram clivados e alocados em cassetes histológicos para a formação dos blocos parafinados e incluídos em lâminas histológicas, para serem analisados.
Os diagnósticos obtidos por meio dos estudos serão agrupados conforme o sistema afetado, os casos que não se enquadrarem em nenhum sistema ou etiologia determinada serão classificados como diagnósticos de etiologia indeterminada [EI], onde serão computados, também, os diagnósticos inconclusivos.







Indicadores, Metas e Resultados

No decorrer desse projeto, espera-se publicar resumos em congressos e pelo menos um artigo em revista indexada nacional ou internacional, elaborados com o tema do artigo, ou temas subjacentes, bem como viabilizar o treinamento de estudantes de graduação e pós-graduação na realização de técnicas de necropsia em aves silvestres, histoquímica, bem como a realização de diagnósticos.


Os resultados deste projeto servirão para determinar a ocorrência e prevalência das principais doenças e/ou lesões diagnosticadas em aves silvestres na região sul do Rio Grande do Sul e colaborar com profissionais veterinários atuantes na área.


Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA LUCIA PEREIRA SCHILD2
CAIO MAURICIO AMADO
CAROLINA GONCALVES DE SOUSA
EDENARA ANASTÁCIO DA SILVA
ELIZA SIMONE VIEGAS SALLIS4
JOSIANE BONEL1
MARGARIDA BUSS RAFFI1
MARIANA ACCORSI TELES
MARTA SANTOS DE MORAES
MAURO PEREIRA SOARES1
SARA MARIN AUBEL

Página gerada em 20/04/2024 20:45:07 (consulta levou 0.188196s)