Nome do Projeto
Conhecer e avaliar o perfil de treinadores de alto nível no esporte de Pelotas/RS
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
29/05/2023 - 26/12/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Resumo
A intervenção profissional no esporte não se baseia somente no treinamento tático/técnico, mas, sim, no domínio de variados atributos, os quais consideram aspectos psicológicos, mentais e emocionais, incluindo relações interpessoais. o treinador precisa nutrir inteligência emocional para se comportar de forma eficaz com sua equipe, estabelecendo climas emocionais que facilitem e não prejudiquem a performance dos atletas. Quanto a isso, pode ser observado o vestiário e a concentração antes de competições, ambientes onde o discurso do treinador se constitui como fator decisivo no resultado esportivo. Ademais, o treinador precisa estar consciente de como lidar com fatores de estresse, como conflitos de organização e de competição. Desse modo, objetiva-se conhecer e avaliar o perfil de treinadores de alto nível no esporte de Pelotas/RS. Será conduzida investigação quali-quantitativa. Participarão do estudo treinadores de diferentes modalidades esportivas, adultas e de ambos os sexos. Os dados serão coletados a partir de instrumento previamente estruturado, com perguntas abertas e fechadas, as quais serão registradas a partir de entrevista com gravação.

Objetivo Geral

Objetivo geral é conhecer e avaliar o perfil de treinadores de alto nível no esporte, a partir da formação acadêmica, do talento esportivo enquanto atleta e dos aspectos que contemplam a trajetória de treinadores de alto nível

Justificativa

Destaca-se a relevância de se analisarem as representações mentais que os treinadores constroem acerca do seu trabalho, uma vez que estas influenciam os seus comportamentos em contexto de treino e de competição (Gomes, 2015). Seguindo neste contexto, salienta-se que o treinador precisa nutrir inteligência emocional para se comportar de forma eficaz com sua equipe, estabelecendo climas emocionais que facilitem e não prejudiquem a performance dos atletas. Quanto a isso, pode ser observado o vestiário e a concentração antes de competições, ambientes onde o discurso do treinador se constitui como fator decisivo no resultado esportivo. Ademais, o treinador precisa estar consciente de como lidar com fatores de estresse, como conflitos de organização e de competição. Da mesma forma como ocorre estudos sobre a carreira esportiva de atletas, acontecem investigações em relação ao desenvolvimento da carreira de treinadores esportivos.

Metodologia

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

1) Tipo de estudo
O estudo se caracteriza por uma abordagem de métodos mistos. De acordo com Johnson, Onwuegbuzie e Turner (2007) a pesquisa de métodos mistos é uma abordagem do conhecimento que tenta considerar múltiplas perspectivas, posições e pontos de vista (incluindo sempre os pontos de vista qualitativos e quantitativos), a pesquisa mista é uma síntese que inclui ideias de pesquisa qualitativas e quantitativas.

2) População e amostra
Participarão do estudo treinadores de diferentes modalidades esportivas, adultas e de ambos os sexos, que concordam em participar a partir da leitura e assinatura do Termo de Consentimento.
O tipo de amostra será intencional por meio de convite feito aos participantes.

2.1) Critérios de inclusão e exclusão
Serão utilizados como critério de inclusão: i) Ser de Pelotas/RS; ii) Estar atuando no exercício da profissão de treinador e iii) Ter sido convocado como representante do Brasil em competições internacionais. Será assumido como critério de exclusão estar atuando há menos de 1 ano na profissão de treinador.

3) Delineamento
Inicialmente, os potenciais participantes serão contactados por redes sociais ou presencialmente para convite. Então, após leitura e assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido, ocorrerá agendamento de dia e horário para coleta dos dados. Como instrumento, será utilizado questionário estruturado com diferentes categorias de análises, sendo que a construção do roteiro contou com perguntas de caráter pessoal e de atuação profissional.

4) Análise e processamento dos dados
A coleta de dados ocorrerá com gravação das informações fornecidas pela pessoa participante, para posterior transcrição. Após a coleta, os dados serão transcritos para planilhas eletrônicas, onde serão tratados e analisados de acordo com as variáveis de interesse.

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se coletar dados de 5 treinadores (3 homens e 2 mulheres), os quais permitirão elaboração de manuscrito a ser submetido para revista que conste no Qualis, além de 3 resumos em congressos científicos da área.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FABRICIO BOSCOLO DEL VECCHIO2
GABRIELA PRIMEIRO GOIA

Página gerada em 03/03/2024 03:10:40 (consulta levou 0.125233s)