Nome do Projeto
Engenharia Hídrica conectando o ensino médio: apresentação e divulgação do curso
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/09/2023 - 31/08/2026
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Engenharias
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Comunicação
Linha de Extensão
Divulgação científica e tecnológica
Resumo
Apesar do curso de Engenharia Hídrica da UFPel formar profissionais qualificados e que estão inseridos no mercado de trabalho, a profissão ainda não está consolidada pois, o primeiro curso de Engenharia Hídrica foi criado em 1997, tendo atualmente cinco cursos no Brasil, e o número de profissionais formados ainda é pequeno, seja pelo número de ingressos que não contemplam todas as vagas ofertadas ou pela grande evasão. Nesse sentido, além das estratégias em andamento para buscar reduzir a evasão no curso, esforços devem ser investidos em atrair mais ingressos, apresentando aos estudantes do ensino médio a estrutura do curso e a capacidade de formar profissionais altamente qualificados e preparados para o mercado de trabalho, mas também mostrar o amplo mercado de trabalho da Engenharia Hídrica e onde nossos profissionais formados estão atuando. Este projeto de extensão tem como objetivos divulgar o curso de Engenharia Hídrica para alunos do ensino médio de Pelotas e aumentar o número de ingressantes no curso. Para isso, serão realizadas visitas às escolas públicas e particulares de Pelotas para apresentar e divulgar o curso de Engenharia Hídrica da Universidade Federal de Pelotas, especialmente para alunos do terceiro ano do ensino médio. As visitas serão articuladas junto com representantes do CREA Jr-RS (https://www.creajr-rs.org.br/site/), da Associação Brasileira de Engenharia Hídrica (https://abreh.net.br/) e demais cursos de graduação do Centro de Desenvolvimento Tecnológico (https://wp.ufpel.edu.br/cdtec/). Alunos do curso de Engenharia Hídrica participantes do projeto e Engenheiro Hídricos, serão convidados a visitar as escolas para conversar com os alunos do terceiro ano do ensino médio, buscando um contato e uma maior interação entre os estudantes do curso e das escolas, apresentando e divulgando o curso e a profissão.

Objetivo Geral

Divulgar o curso de Engenharia Hídrica para alunos do ensino médio de Pelotas e aumentar o número de ingressantes no curso.

Justificativa

O primeiro curso de Engenharia Hídrica no Brasil foi criado em 1997 na Universidade Federal de Itajubá (https://sigaa.unifei.edu.br/sigaa/public/curso/portal.jsf?lc=pt_BR&id=43969924), seguido pela criação do curso em 2002 na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (https://portal.ufvjm.edu.br/a-universidade/cursos/ehd), em 2009 com a primeira turma ingressante na Universidade Federal de Pelotas (https://wp.ufpel.edu.br/enghidrica/), em 2012 na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (https://www.ufrgs.br/iph/graduacao/engenharia-hidrica/), e em 2017 na Universidade Federal Rural de Pernambuco (https://www.ufrpe.br/br/content/engenharia-h%C3%ADdrica-belo-jardim).

Apesar do curso de Engenharia Hídrica da UFPel formar profissionais qualificados e que estão inseridos no mercado de trabalho, a profissão ainda não está consolidada pois, o primeiro curso de Engenharia Hídrica foi criado em 1997, tendo atualmente cinco cursos no Brasil, e o número de profissionais formados ainda é pequeno, seja pelo número de ingressos que não contemplam todas as vagas ofertadas ou pela grande evasão.

A 11ª edição do Mapa do Ensino Superior (Instituto Semesp, 2021) mostra que a taxa de escolarização de
jovens de 18 a 24 anos matriculados no ensino superior em relação ao total da população da mesma faixa etária é de apenas 18,1%, enquanto que 75,8% das matrículas ocorrem em instituições de ensino superior privadas.

A criação da Associação Brasileira de Engenharia Hídrica (https://abreh.net.br/) em 2018, coordenada por Engenheiros Hídricos formados na UFPel, tem contribuído para fortalecer e divulgar a profissão mas, como curso, temos papel fundamental não apenas na formação profissional mas também no acesso as escolas para apresentar a profissão, buscando estimular os estudantes para ingressarem no curso.

Nesse sentido, além das estratégias em andamento para buscar reduzir a evasão no curso, esforços devem ser investidos em atrair mais ingressos, apresentando aos estudantes do ensino médio a estrutura do curso e a capacidade de formar profissionais altamente qualificados e preparados para o mercado de trabalho, mas também mostrar o amplo mercado de trabalho da Engenharia Hídrica e onde nossos profissionais formados estão atuando.

Metodologia

Serão realizadas visitas às escolas públicas e particulares de Pelotas para apresentar e divulgar o curso de Engenharia Hídrica da Universidade Federal de Pelotas, especialmente para alunos do terceiro ano do ensino médio.
As visitas serão articuladas junto com representantes do CREA Jr-RS (https://www.creajr-rs.org.br/site/), da Associação Brasileira de Engenharia Hídrica (https://abreh.net.br/) e demais cursos de graduação do Centro de Desenvolvimento Tecnológico (https://wp.ufpel.edu.br/cdtec/).
Alunos do curso de Engenharia Hídrica participantes do projeto e Engenheiro Hídricos, serão convidados a visitar as escolas para conversar com os alunos do terceiro ano do ensino médio, buscando um contato e uma maior interação entre os estudantes do curso e das escolas, apresentando e divulgando o curso e a profissão.
As visitas serão acompanhadas por docentes do curso de Engenharia Hídrica ou de outros cursos do Centro de Desenvolvimento Tecnológico da UFPel.

Indicadores, Metas e Resultados

Indicadores:
Número de ingressantes no curso de Engenharia Hídrica em comparação aos anos anteriores ao início do projeto;
Número de escolas visitadas e alunos atendidos.

Metas e resultados esperados:
Aumentar o número de alunos ingressantes no curso de graduação em Engenharia Hídrica da UFPel;
Estimular os alunos da Engenharia Hídrica a participarem do projeto e se engajarem na divulgação do curso nas escolas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA DANTAS DE OLIVEIRA1
FELIPE DE LUCIA LOBO1
JUNIA PACHECO SPERB
LEONARDO CONTREIRA PEREIRA1
LUIS EDUARDO AKIYOSHI SANCHES SUZUKI3
MAISA RIBEIRO DA CRUZ
UIELE SAN MARTINS DA SILVA

Página gerada em 26/05/2024 05:19:59 (consulta levou 0.270239s)