Nome do Projeto
Estudo sobre os aspectos epidemiológicos, clínicos e terapêuticos das dislipidemias em cães e gatos
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/12/2023 - 01/12/2027
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Resumo
Ação 1) As hiperlipidemias são frequentes nos cães e podem ser primárias ou secundárias, principalmente a endocrinopatias, hepatopatias e síndrome nefrótica. A abordagem das dislipidemias deve ter como base a identificação da causa que deve ser tratada. A dieta constitui o pilar fundamental do tratamento, utilizando-se as que contenham menos de 20% de gordura em energia metabolizável. O uso de fármacos hipolipemiantes é indicado para casos de comorbidades associadas ou quando a dieta restrita em gordura não for suficiente para corrigir a dislipidemia. O ezetimiba é uma molécula que atua na inibição da absorção de colesterol de origem dietética e na reabsorção da excreção biliar de colesterol. É esperado que reduza a absorção intestinal de colesterol e consequentemente a concentração sérica de quilomícrons que transportam colesterol. Ademais, estudos mostram que a utilização de ezetimiba em associação com outros fármacos hipolipemiantes é segura e age de forma complementar por diferentes mecanismos de ação. O objetivo desta pesquisa é avaliar a eficácia terapêutica do uso de ezetimiba no tratamento da hiperlipidemia (hipercolesterolemia e/ou hipertrigliceridemia) em cães com dislipidemias primárias ou secundárias, selecionados em uma rotina de atendimento clínico. Para o estudo clínico serão incluídos 21 cães com dislipidemia primária ou secundária que serão separados ao acaso em três grupos de 7 animais. O grupo 1 receberá tratamento dietético com alimento comercial de baixa gordura por 30 dias consecutivos; o grupo 2 receberá tratamento com ezetimiba por 30 dias consecutivos e manterá sua dieta original; o grupo 3 receberá tratamento com alimento comercial de baixa gordura associado a administração de ezetimiba por 30 dias consecutivos. O período experimental dos três grupos será de 30 dias, para cada um dos pacientes. Os cães serão avaliados por meio de exame físico e será realizada coleta de sangue para mensuração de glicemia, colesterol total e triglicerídeos nos dias 0, 15 e 3, e para dosagem de insulina sérica nos dias 0 e 31. Os dados serão avaliados pelos testes de Wilcoxon e Mann-Whitney. Com este projeto estima-se conhecer a eficácia de um intervalo de dose de ezetimiba para o tratamento de cães dislipidêmicos, comparativamente ao tratamento padrão com dieta com teor reduzido de gordura, pois, frente às opções terapêuticas ainda escassas para a hiperlipidemia canina, o ezetimiba pode ser uma alternativa. Ação 2) Um questionário para médicos veterinários será aplicado via formulário Google Forms, com abrangência nacional e divulgado por meio das mídias digitais (Instagram, Facebook, email e WhatsApp). O questionário conterá perguntas sobre o diagnóstico e o tratamento das hiperlipidemias em cães direcionado para médicos veterinários que atendem pequenos animais. O número estimado de respostas é de 200, com o objetivo de avaliar a abordagem diagnóstica e terapêutica das hiperlipidemias em cães por médicos veterinários. Ação 3) Investigar a prevalência de casos de dislipidemia em cães e gatos atendidos no Hospital de Clínicas Veterinárias da UFPel, por meio de buscas dos exames realizados no laboratório de Patologia Clínica nos últimos anos, que identifiquem a ocorrência de hipercolesterolemia e/ou hipertrigliceridemia em cães e gatos.

Objetivo Geral

Avaliar a eficácia terapêutica do uso de ezetimiba no tratamento da hiperlipidemia (hipercolesterolemia e/ou hipertrigliceridemia) em cães com dislipidemias primárias ou secundárias.
Compreender a abordagem diagnóstica e terapêutica das hiperlipidemias em cães por médicos veterinários no Brasil.
Investigar a prevalência de casos de dislipidemia em cães e gatos atendidos no Hospital de Clínicas Veterinárias da UFPel.

Justificativa

O uso de fármacos hipolipemiantes é realizado com relativa frequência, mesmo com a abordagem dietética inicial. O ezetimiba é uma medicação utilizada em medicina que age na absorção de colesterol intestinal, podendo ser usada em conjunto com outros fármacos para uma abordagem terapêutica mais ampla nos casos graves. Entretanto não existem estudos clínicos atuais avaliando a eficácia e a dose adequada de ezetimiba como monoterapia em cães. Com este projeto estima-se conhecer a eficácia de um intervalo de dose de ezetimiba para o tratamento de cães dislipidêmicos, comparativamente ao tratamento padrão, com dieta com teor reduzido de gordura.

Devido à importância clínica e frequência das dislipidemias em cães, além de estarem geralmente relacionadas com importantes enfermidades primárias, destaca-se a relevância de ampliar estudos acerca desse tema. Desta forma, este trabalho pretende contribuir para a melhor compreensão sobre a abordagem diagnóstica e terapêutica da hiperlipidemia em cães por médicos veterinários.

Dislipidemias são mais frequentes em cães do que em gatos, entretanto, pouco se sabe sobre as prevalências atuais desta alteração em gatos, especialmente daqueles atendidos no HCV/UFPel.

Metodologia

Ação 1)
O protocolo experimental proposto foi aprovado pela Comissão de Ética em Experimentação Animal local sob o nº 23110.034021/2022-09 (prorrogação junto ao CEUA local será solicitada para contemplar todo o período de excução da pesquisa, pois já está em andamento desde março de 2023). Para o estudo clínico serão incluídos cães atendidos em uma rotina clínica de hospital-escola público, de 2023 a 2024 que apresentem hiperlipidemia por hipercolesterolemia e/ou hipertrigliceridemia, com escore de condição corporal de 5 a 9 (na escala de 1 a 9), que apresentem colesterol sérico maior que 270 mg/dL e/ou de triglicerídeos maior que 112 mg/dL (valores máximos de referência do laboratório referência) e que o tratamento da causa primária permitir ser postergado por 30 dias. Pacientes com pancreatite, neoplasias ou em tratamento com corticosteroides e/ou anti-epilépticos não serão selecionados. Serão incluídos cães com idade entre um e 12 anos, independente do sexo e da definição racial, entre 2 e 30kg.
Estima-se selecionar 21 cães com diagnóstico de hiperlipidemia que serão separados ao acaso em três grupos de 7 animais. O número de animais para o estudo foi definido pelo software PS Power and Sample Size® com base no desvio-padrão das mensurações de colesterol da pesquisa desenvolvida por De Marco et al. (2017).
O grupo 1 receberá tratamento dietético com alimento comercial de baixa gordura (teor de extrato etéreo de 5 a 8%, que poderá ser alimento com restrição de gordura e normocalórico para cães com peso ideal, ou hipocalórico para cães sobrepesos e obesos) por 30 dias consecutivos; o grupo 2 receberá tratamento com ezetimiba por 30 dias consecutivos e a dieta original será mantida; o grupo 3 receberá tratamento com alimento comercial de baixa gordura (teor de extrato etéreo de 5 a 8%, que poderá ser alimento com restrição de gordura e normocalórico para cães com peso ideal, ou hipocalórico para cães sobrepesos e obesos) associado a administração de ezetimiba por 30 dias consecutivos. Os tutores serão orientados a utilizar a dieta hipocalórica conforme sua disponibilidade e o cálculo da quantidade de alimento será realizado com base no guia de nutrição e manejo de peso para cães e gatos da American Animal Hospital Association (2021). Por não haver dose de ezetimiba bem definida para cães, optou-se por realizar o tratamento com a medicação referência e a extrapolação da dose utilizada em humanos baseada no peso corporal. Para o tratamento será usada uma apresentação comercial de 10mg de ezetimiba a cada 24 horas, junto a uma refeição principal, por 30 dias consecutivos. A medicação será administrada em domicílio pelo responsável pelo cão.
O período experimental dos três grupos será de 30 dias. Os cães serão avaliados por meio de exame físico e será realizada coleta de sangue para dessoramento e mensuração de glicemia, colesterol e triglicerídeos nos dias 0, 15 e 31, e de insulina nos dias 0 e 31.
O exame físico constará de verificação do peso, avaliação de escore de condição corporal (de 1 a 9), massa magra (de 0 a 3), mucosas, hidratação, palpação de linfonodos, palpação abdominal, auscultação torácica, aferição de temperatura retal, frequência cardíaca, frequência respiratória e avaliação do pulso. Para aferição de pressão arterial sistólica será utilizado Doppler vascular veterinário, nos membros ou na cauda com manguito com 30-40% da circunferência das extremidades, realizando-se de 5 a 7 aferições, desconsiderando a primeira aferição. Estas etapas serão importantes para selecionar os cães do estudo e na tentativa de determinar as possíveis causas de dislipidemias (primárias ou secundárias).
Para as coletas sanguíneas, será recomendado jejum sólido de 8 a 12 horas. Será coletado sangue por venopunção jugular ou de veia cefálica cranial (3 mL), com seringa e agulha 20x0,55mm ou escalpe para coleta 23G, que será depositado em tubo com ativador de coágulo, centrifugado e dessorado. O soro será analisado imediatamente ou poderá ser criopreservado a -20°C até o processamento. A concentração de glicose será mensurada pelo método enzimático com hexoquinase, enquanto os triglicérides e colesterol serão mensurados pelo método colorimétrico enzimático. Para as dosagens de insulina, soro será criopreservado a -20°C até o momento da análise. As dosagens serão terceirizadas para um laboratório comercial de endocrinologia veterinária, e a técnica utilizada será radioimunoensaio.
A partir dos resultados obtidos no projeto os dados serão alocados em uma planilha em média aritmética, mediana e desvio padrão. Serão avaliados por meio da análise estatística pelos testes de Wilcoxon e Mann-Whitney.

Ação 2)
Será realizado um estudo transversal, descritivo, com abordagem quantitativa, por meio de aplicação de questionário online no formato Google Forms, com abrangência nacional e divulgado por meio das mídias digitais (Instagram, Facebook, email e WhatsApp). O questionário será submetido para avaliação do Comitê de Ética em Pesquisa para aprovação e conterá perguntas sobre o diagnóstico e o tratamento das hiperlipidemias em cães direcionado para médicos veterinários que atendem pequenos animais.
No início do questionário online, uma descrição sucinta da pesquisa e o
Termo de Consentimento Livre e Esclarecido serão apresentados ao participante. Ao concordar em participar da pesquisa, o participante deverá escolher a opção “sim” para a pergunta “Aceita participar desta pesquisa?”. A seguir, o participante terá acesso às demais etapas do questionário. No caso de recusa em participar da pesquisa, o participante deverá escolher a opção “não” e o questionário será encerrado.
O número estimado de respostas obtidas é de 200. As respostas dos questionários gerarão dados registrados em planilhas que serão avaliados por estatística descritiva, avaliados por média, desvio padrão e valores mínimos e máximos. Gráficos serão confeccionados para auxiliar na interpretação dos dados.

Ação 3)
Os exames realizados em cães e gatos no laboratório de Patologia Clínica Veterinária do HCV/UFPel, de 2018 a 2023 serão separados e as concentrações de colesterol e triglicérides serao registradas para posterior cálculo da estimativa de prevalência de hipercolesterolemia e/ou hiperlipidemia em cães e gatos.

Indicadores, Metas e Resultados

Ação 1)
Pretende-se conhecer a eficácia de um intervalo de dose de ezetimiba para o tratamento de cães dislipidêmicos, comparativamente ao tratamento padrão, com dieta com teor reduzido de gordura.
Ação 2)
Estima-se elaborar um documento que elenque as principais alterações lipídicas em cães observadas na rotina de médicos veterinários, a fim de difundir conhecimentos relacionados à casuística nacional, além de determinar as diferentes abordagens terapêuticas e seus resultados, visando estabelecer as principais formas de tratamento utilizadas.
Ação 3)
As prevalências de dislipidemias em cães e gatos atendidos no HCV/UFPel serão determinadas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA RAQUEL MANO MEINERZ0
CAMILA MOURA DE LIMA
CAROLINE XAVIER GRALA
EUGÊNIA TAVARES BARWALDT
MARCIA DE OLIVEIRA NOBRE0
MARIANA CRISTINA HOEPPNER RONDELLI4
PÉTER DE LIMA WACHHOLZ
SERGIO JORGE0

Página gerada em 17/04/2024 22:33:50 (consulta levou 0.166518s)