Nome do Projeto
Geociências na Escola
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/06/2017 - 20/12/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Meio ambiente
Linha de Extensão
Divulgação científica e tecnológica
Resumo
O projeto, elaborado e coordenado por docentes da UFPel, constitui-se de transferência de conhecimentos sobre Ciências da Terra aos professores e alunos dos ensinos fundamental e médio da rede pública. É constituído por atividades teórica e práticas apresentados por acadêmicos dos cursos de Engenharia Geológica, Engenharia do Petróleo e Geoprocessamento

Objetivo Geral

O objetivo principal do projeto é a participação da UFPel com a comunidade, através da educação direcionada a alunos do ensino fundamental e médio, propiciada pelos acadêmicos da área da Geociências. Esta participação visa: proporcionar aos alunos da rede pública os conhecimentos básicos e interdisciplinares sobre a Terra dinâmica e sua relação com o ambiente, os seres vivos e sua evolução;
despertar a conscientização dos estudantes da importância do conhecimento da Ciências da Terra, a fim de induzi-los ao respeito do meio que os circunda assim como promover o interesse na pesquisa científica e tecnológica para o desempenho das mais variadas tarefas, tanto no âmbito escolar como fora dele;

Justificativa

A interdisciplinaridade é uma característica da Geociências e deve ser aproveitada na atuação do estudante de Engenharia Geológica, Engenharia do Petróleo e Geoprocessamento, os quais utilizam, em proporções diversas, ferramentas das mais variadas áreas do saber, não só Matemática e Física e suas aplicações práticas, mas também os conhecimentos de Ciências Naturais e mesmo das Ciências Humanas e da Computação. A formação do estudante deve, portanto, tirar partido da peculiaridade histórica de sua área de conhecimento, aproveitando-a para torná-lo um profissional flexível e de fácil trânsito interdisciplinar. Oferece também ao acadêmico a possibilidade de transmitir seus conhecimentos aos alunos do ensino fundamental e médio, sendo que, indiretamente, se estará fornecendo aos futuros profissionais, uma base mais sólida para seu desempenho acadêmico. Por outro lado, propiciar aos professores deste mesmo ensino fundamental e médio, constituirá no aprimoramento de suas interações com os alunos.

Metodologia

Aos alunos do ensino fundamental serão oferecidas palestras introdutórias acompanhadas por atividades lúdicas que abrangem o conteúdo trabalhado, demonstrando a interatividade das disciplinas objetos deste projeto, priorizando as experiências vividas no dia a dia destes alunos como por exemplo, através de notícias na mídia (mudança climática, terremotos, tsunamis etc). Aos alunos do ensino médio serão ministradas palestras, sobre geologia (voltada a geografia física) e ciências de maneira dinâmica e aplicada. Serão também realizadas atividades práticas e , na medida do possível, saída de campo com a finalidade de entender os fenômenos naturais e observar os indícios que atestam a dinâmica da Terra.
Serão realizadas oficinas de modelagem e utilizados recursos didáticos audiovisuais (data show) assim como exercícios práticos de aplicação do conteúdo trabalhado e saída de campo para observações relacionadas ao conteúdo teórico

Indicadores, Metas e Resultados

O projeto Geociências na Escola teve sua primeira realização no ano 2011, ligado ao Programa Vizinhança, atendendo as escolas de ensino fundamental na cercanias do prédio do Porto, com uma excelente aceitação por parte das escolas. Posteriormente, em 2014, ampliou-se as atividades para escolas de outros bairros e, e, 2015, também para alunos do ensino médio. Igualmente o numero de acadêmicos participantes do projeto vem aumentando a medida em que o mesmo se desenvolve.
Dentro do contexto do projeto, o conhecimento da dinâmica da Terra favorece uma melhor relação que cada pessoa tem com o ambiente. O conhecimento da Natureza, seus processos naturais e de seus recursos, fornece uma conscientização ao indivíduo, fazendo com que passe a respeitar o meio que o circunda. Para que os jovens possam mais tarde entender as questões ambientais globais, como mudança climática, efeito estufa, mudança na camada de ozônio, etc, é necessário que elas tenham uma base educacional formada, o que pode ser obtido através dos processos cotidianos na medida que estes têm um sentido prático e imediato. As atividades até agora realizadas, já foram tema de mais de 8 apresentações em congressos de extensão, tanto no Brasil como no exterior.
Pretende-se com a continuidade do projeto, alcançar mais escolas da rede pública

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAMILE URBAN8
DYLAN HENN SILVA
EMANUELLE SOARES CARDOZO
FERNANDA ELIDIA SILVA PINTO
FERNANDA LUZ DE FREITAS
LETICIA SILVEIRA MARAFON
MARCIÉLE SIEGERT GOETZKE
MARIA CELINA MACIEL DE OLIVEIRA BOLIVAR PINTO
SUZANA MARIA MORSCH8
TAMIRES BOJJIS DA COSTA
TANISE FERNANDES

Página gerada em 14/11/2019 04:31:36 (consulta levou 0.076655s)