Nome da Disciplina
MANEJO INTEGRADO DE PLANTAS DANINHAS
CÓDIGO
01200018
Carga Horária
30 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
1
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
1
CRÉDITOS
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Importância, identificação e caracterização morfológica das principais plantas daninhas; métodos
de manejo de plantas daninhas: preventivo, cultural, biológico, físico/mecânico e químico; métodos
de aplicação de herbicidas; mecanismos de ação de herbicidas; manejo de plantas daninhas em
culturas: arroz, milho, trigo, cevada, frutíferas, soja, feijão, fumo florestais e pastagens.

Objetivos

Objetivo Geral:

Desenvolver no estudante de agronomia conhecimentos que o torne capaz de saber utilizar as
principais práticas de controle integrado de plantas daninhas em diferentes sistemas de produção,
visando não só atingir a produtividade potencial dos cultivosmas também desenvolver uma
agricultura com baixo impacto ambiental e que garanta a sustentabilidade para gerações
presentes e futuras.

 

Objetivos Específicos:

Desenvolver nos alunos acapacidade de manejar plantas daninhas em cultivos agrícolas e
pastagens nativas, sem gerar impacto socioambiental.

Conteúdo Programático

- Manejo de plantas daninhas em cereais estivais (arroz, milho e sorgo);
- Manejo de plantas daninhas em cereais hibernais (trigo e cevada);
- Manejo de plantas daninhas em frutíferas de clima temperado;
- Manejo de plantas daninhas em pastagens nativas e cultivadas;
- Manejo de plantas daninhas em culturas oleaginosas (soja, feijão);
- Manejo de plantas daninhas em cultura bioenergéticas (cana-de-açúcar)
- Manejo de plantas daninhas em culturas de fibras (algodão)

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • OLIVEIRA JR., R. S. de; CONSTANTIN, J.; HIROKO, M. Biologia e Manejo de Plantas Daninhas. Maringá: UEM, 2011. 348 p. VARGAS, L.; ROMAN, E.S. Manual de Manejo e Controle de Plantas Daninhas. Bento Gonçalves: Embrapa Uva e Vinho, 2004. p.519-570.

Bibliografia Complementar:

  • AGOSTINETTO, D.; VARGAS, L. Resistência de plantas daninhas a herbicidas no Brasil. Passo Fundo : Editora Berthier, 2009. 352p. KISSMANN, K.G. Plantas Infestantes e Nocivas. Tomo I. 2 ed. São Paulo: BASF, 1997. 826p. KISSMANN, K.G. & GROTH, D. Plantas Infestantes e Nocivas. Tomo II. 2 ed. São Paulo: BASF, 1999. 978p. KISSMANN, K.G. & GROTH, D. Plantas Infestantes e Nocivas. Tomo III. 2 ed. São Paulo: BASF, 2000. 726p. RODRIGUES, B. N.; ALMEIDA, F. L. S. de. Guia de Herbicidas. 6 ed. Londrina, 2011. 697p. VIDAL, R.A. & MEROTTO Jr., A. Herbicidologia. 1ª ed. Porto Alegre, 2001. 152p. LORENZI, H. Plantas Daninhas do Brasil - terrestre, aquáticas, parasitas e tóxicas. 6ª edição. Editora: Plantarum, 2008. 640p.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2019 / 2 50 19 Agronomia (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
EDINALVO RABAIOLI CAMARGO
Professor Regente

LUIS ANTONIO DE AVILA
Professor Regente

RENAN RICARDO ZANDONÁ
Professor responsável pela turma

M2 2019 / 2 50 27 Agronomia (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
EDINALVO RABAIOLI CAMARGO
Professor Regente

LUIS ANTONIO DE AVILA
Professor responsável pela turma

RENAN RICARDO ZANDONÁ
Professor Regente

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
MANEJO INTEGRADO DE PLANTAS DANINHAS Agronomia (Bacharelado)

Página gerada em 15/12/2019 03:40:17 (consulta levou 0.228460s)