Nome da Atividade
PRODUÇÃO E TECNOLOGIA DE SEMENTES
CÓDIGO
01210001
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

O curso será centrado nos seguintes tópicos:
- programa de sementes; inovações tecnológicas; arcabouço legal; mercado de sementes; normas para a produção de sementes; estabelecimento de campos de produção de sementes e peculiaridades relacionadas às culturas da soja, milho, trigo e arroz; aspectos relacionados à reprodução, embriogênese, formação, desenvolvimento e maturidade; colheita (Produção de Sementes).
- recepção e amostragem; secagem e secadores, beneficiamento, equipamentos / layout; armazenamento, estruturas de armazenamento e teorias de deterioração; planejamento de UBS (unidade de beneficiamento de sementes); práticas de controle interno na UBS (Pós-colheita).
- metodologias empregadas na avaliação e no controle de qualidade; laboratório, estratégias e equipamentos empregados na avaliação e no controle de qualidade (ISO 17025); planejamento e layout.

Objetivos

Objetivo Geral:

Desenvolver no aluno senso crítico e capacidade de correlacionar a qualidade de um lote de sementes com os principais aspectos ligados a produção; à pós-colheita; ao controle de qualidade; às questões estratégicas ligadas ao mercado, ao arcabouço legal, ao comércio e ao desempenho de cultivos agrícolas.

 

Objetivos Específicos:

- Desenvolver no aluno a habilidade de identificar pontos críticos e planejar a produção de sementes de alta qualidade dos principais cultivos agrícolas;
- Desenvolver no aluno senso crítico em relação ao arcabouço legal que envolve a produção, o comercio e as inovações tecnológicas relacionadas aos principais cultivos agrícolas;
- Proporcionar ao aluno o conhecimento sobre as principais estruturas, equipamentos, relacionados aos processos de secagem, beneficiamento e armazenamento de sementes, visando a obtenção de sementes de alta qualidade;
- Relacionar a tecnologia empregada na produção e no beneficiamento de sementes aos atributos da qualidade da semente (Físico, Fisiológico, Genético e Sanitário);
- Proporcionar o conhecimento sobre as diferentes metodologias empregadas no controle de qualidade de sementes, bem como, eleger métodos mais apropriados considerando espécies e possíveis estresses.

Conteúdo Programático

MERCADO, NORMATIZAÇÕES E PRODUÇÃO DE SEMENTES
Programa de sementes
Elementos de um programa de sementes (Pesquisa; produção de sementes genética e básica; produção de sementes comerciais – produtor individual, empresas produtoras, cooperante, relação com programas de melhoramento; controle de qualidade; comercialização; consumidor);
Relações entre elementos do programa de sementes (setor público; coordenação de atividades; legislação; certificação de sementes – componentes de um sistema de certificação);
Proteção das inovações tecnológicas (Lei de proteção de cultivares; Lei de propriedade industrial – patentes);
Mercado de sementes (principais obtentores; principais sementeiras; cálculo de demanda; taxa de utilização de sementes; marginalização tecnológica; peculiaridades do mercado);
Atributos de qualidade de sementes (genéticos; físicos; fisiológicos; sanitários);
Normas e boas práticas na produção de sementes (origem da semente e cultivar; escolha do campo; semeadura; adubação; manutenção da variedade; irrigação; isolamento; descontaminação de campos de produção de sementes);
Formação e Desenvolvimento das sementes (flor; fecundação; embriogênese; desenvolvimento; maturidade fisiológica)
Produção de sementes de soja / milho / arroz (peculiaridades no manejo para produção de sementes; seleção de áreas e épocas mais propícias para produção de sementes; deterioração de campo; momento de colheita; estresse por seca e alta temperatura; danos causados por insetos; híbridos – estabelecimento; despendoamento; colheita; programação da produção; macho esterilidade);
Procedimentos especiais na colheita de sementes (sistemas de colheita – espiga, colhedoras axiais, radiais, sistemas de corte e recolhimento; perdas na colheita; momento de colheita; danificações associadas à colheita);
Inspeção de campos para produção de sementes (período de inspeção; tipos de contaminantes; planejamento e procedimento de inspeção; caminhamento para inspeção; contagens de plantas no campo; cálculo de tolerância).

PÓS-COLHEITA
Secagem de sementes (Conceituação de secagem de sementes; Propriedades físicas do ar, carta psicrométrica e equilíbrio higroscópico; Princípios de secagem de sementes; Métodos de secagem de sementes - descrição e caracterização do diferentes tipos, aspectos inerentes ao funcionamento e boas práticas de secagem - Velocidade de secagem, temperatura de secagem, fluxo do ar e danos térmicos e mecânicos; Fluxo de sementes no sistema de secagem;
Beneficiamento de sementes (Conceito beneficiamento de sementes; Recepção e amostragem; Pré-limpeza e operações especiais - desaristador, descascadora-escarificadora, deslintador; Limpeza de sementes, princípios de separação; Máquinas de beneficiamento, trasnportadores, funcionamento e detalhes inerentes; Planejamento de Unidade de Beneficiamento de Sementes - UBS; Práticas de controle interno na UBS - teste de peneiras, teste da “canequinha” – peso volumétrico, teste de peso e qualidade de frações).
Armazenamento de sementes (Conceitos; Longevidade e potencial de armazenamento; Sementes ortodoxas e recalcitrantes; Deterioração de sementes Definição de deterioração de sementes; Teorias da deterioração de sementes; Causas da deterioração de sementes; Fatores que afetam a conservação/armazenamento de sementes - genéticos, estruturais, pré e pós-colheita, grau de umidade da semente, umidade relativa do ar e temperatura ambiente; Tipos de armazenamento de sementes - descrição e caracterização do diferentes tipos, aspectos inerentes ao funcionamento e boas práticas de secagem).

CONTROLE DE QUALIDADE E TECNOLOGIA DE ANÁLISE DE SEMENTES
Análise da Semente (histórico; finalidade; Regras para Análises de Sementes; Amostragem de sementes; Análise de Pureza Física; Verificação de espécies e cultivares; Exame de sementes nocivas; Determinação do grau de umidade; Teste de germinação; Testes de vigor – tetrazólio, envelhecimento acelerado, teste de frio, emergência, condutividade, IVG, IVE; Determinações adicionais em análise de sementes);
Tratamento de sementes (histórico; métodos de tratamento; equipamentos; principais produtos utilizados no tratamento de sementes);
Patologia de sementes (transmissão de patógenos associados às sementes; disseminação de patógenos; perdas provocadas por patógenos em nível de campo; efeito de patógenos sobre a qualidade de sementes – fungos, bactérias, vírus, princípios e objetivos dos testes de sanidade; métodos para detecção de microrganismos; princípios gerais do controle de moléstias)

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • PESKE, S.T.; VILLELA, F.A.; MENEGHELLO, G.E. (orgs.). Sementes: Fundamentos científicos e Tecnológicos. 3a edição. Editora e Gráfica Universitária. 2012. 573 p. PESKE, S.T.; L.O.B.S.; BARROS, A.C.S. PRODUÇÃO de arroz irrigado. 3. ed. Pelotas: ed.Universitaria, 2004. 623 p. SCHUCH, Luis Osmar Braga...[et.al.]. Sementes: produção, qualidade e inovação tecnológica. Pelotas: Editora e Gráfica da UFPel, 2013. 571 p.

Bibliografia Complementar:

  • BAHRY, C.A.; ZIMMER, P.D. (orgs) Sementes - Aspectos ligados à gestão, ao mercado e à produção. Ed. UFPel, 2014. 215p. BRASIL. Ministério da Agricultura. Manual de análise sanitária de sementes. Brasília: Mapa, 2009. 200 p. FERREIRA, A.G.; BORGHETTI, F. (orgs). Germinação – do básico ao aplicado. Ed. Artmed, 2011. 323 p. LINHARES, Aroldo Gallon. Produção de sementes: resumo da legislação brasileira . Pelotas: UFPel, 2010. 264 p. NASCIMENTO, Warley Marcos (Ed.). Hortaliças: tecnologia de produção de sementes. Brasília, DF: Embrapa Hortaliças, 2011. 316p.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2021 / 2 40 35 Agronomia (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
LUIS EDUARDO PANOZZO
Professor responsável pela turma

LILIAN VANUSSA MADRUGA DE TUNES
Professor Regente

TIAGO ZANATTA AUMONDE
Professor Regente

M2 2021 / 2 40 32 Agronomia (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
TER10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
LUIS EDUARDO PANOZZO
Professor responsável pela turma

LILIAN VANUSSA MADRUGA DE TUNES
Professor Regente

TIAGO ZANATTA AUMONDE
Professor Regente

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
PRODUÇÃO E TECNOLOGIA DE SEMENTES Agronomia (Bacharelado)

Página gerada em 27/05/2022 22:38:35 (consulta levou 0.128304s)