Nome da Atividade
PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PARA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE SEMENTES
CÓDIGO
01210034
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

O curso será centrado nos seguintes tópicos:- ISO 9001 e ISO 17025; metodologias alternativas e inovadoras na avaliação e no controle de qualidade; estratégias empregadas na avaliação e no controle de qualidade; projeto e artigo científicos inovadores no controle de qualidade.

Objetivos

Objetivo Geral:

Desenvolver no aluno senso crítico e capacidade de correlacionar qualidade de um lote de sementes ao controle de qualidade; às questões estratégicas para inovação de testes e conhecimento das normatizações de qualidade.

Conteúdo Programático

Importância dos métodos científicos
ISO 9001 e ISO 17025
Métodos alternativos do teste de envelhecimento acelerado
Ajustes no teste de tetrazólio
Aferições no teste de condutividade elétrica
Métodos alternativos do teste frio
Calibrações de aparelhos no teste de deterioração controlada
Ajustes metodológicos no teste de desempenho de plântulas
Desenvolvimento de métodos inovadores no teste de germinação
Testar métodos alternativos do teste de emergência
Avaliação de diferentes profundidades de semeadura
Comparações entre testes de vigor x desempenho de plântulas
Equiparar os testes de vigor x massa específica
Ajustes nas metodologias dos testes rápidos
Seminário sobre controle interno de qualidade
Seminário sobre controle externo

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • PESKE, S.T.; VILLELA, F.A.; MENEGHELLO, G.E. (orgs). Sementes: Fundamentos científicos e Tecnológicos. 3a edição. Editora e Gráfica Universitária. 2012. 573 p.

Bibliografia Complementar:

  • BEWLEY, J.D.; BLACK, M. Physiology of Development and Germination. Second Edition. Plenum Press, New York and London, 1994. 445p. CAMFIELD, C.E.R.; GODOY, L.P. Análise do cenário das certificações da ISO 9000 no Brasil: um estudo de caso em empresas da construção civil em Santa Maria – RS CÔRTES, M.L. Modelos de Qualidade de SW, C-UNICAMP, 1998. FERREIRA, A.G.; BORGHETTI, F. (Orgs.) Germinação – do básico ao aplicado. Ed. Artmed, 2004. 323 pg. LOBO, J.E. Experiência de Avaliação de Processos e Desenvolvimento de uma Ferramenta para Apoio Baseado na ISO/IEC TR 15504. VI Simpósio Internacional de Melhoria de Processos de Software. São Paulo, São Paulo. MARCOS FILHO, J. Fisiologia de sementes de plantas cultivadas. Londrina: ABRATES, 2.ed. 2015. 660p. VOLPE, R.L.D.; SPINOLA, M.M.; PESSOA, M.S.P. A Gestão da Qualidade e a Gestão da Qualidade Total - A experiência da NEC do Brasil S.A. http://www.iso.org/iso/en/iso9000-14000/iso9000/9001supchain.html http://www.abntcb25.com.br/cert9000.html http://www.inmetro.gov.br

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PARA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE SEMENTES Agronomia (Bacharelado)

Página gerada em 17/05/2024 21:23:17 (consulta levou 0.105653s)