Nome da Disciplina
RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS
CÓDIGO
01230024
Carga Horária
45 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
3
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
1
CRÉDITOS
3
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Inter-relações solo-vegetação no ecossistema
Dinâmica da degradação do ambiente: conceitos associados; processos de degradação.
Classificação de Áreas Degradadas
Princípios Gerais que regem a Recuperação de Áreas Degradadas; Aspectos Legais; levantamento de informações e diagnóstico; Recomposição da paisagem; Monitoramento
Casos de Recuperação de Áreas Degradadas e sua Dinâmica
Projetos de Recuperação de Áreas Degradadas

Objetivos

Objetivo Geral:

a) Identificar e caracterizar tipos de áreas degradadas;
b) Conhecer os princípios básicos da degradação e recuperação de Áreas Degradadas;
c) Definir estratégias de manejo para a recuperação de diferentes áreas degradadas e situações de uso futuro.

Conteúdo Programático

1. Inter-relações solo-vegetação no ecossistema
1.1. Funções do Solo
1.2. Funções da Vegetação
1.3. Interações entre os subsistemas
2. Dinâmica da degradação do ambiente
2.1. Resiliência de um ecossistema
2.2. Processos degradativos – Erosão e outros
3. Classificação de Áreas Degradadas
4. Princípios Gerais que regem a Recuperação de Áreas Degradadas
4.1. Aspectos Legais
4.2. Caracterização da área
4.3. Recomposição da paisagem
4.4. Restabelecimento do solo
4.5. Recomposição da cobertura vegetal
4.6. Monitoramento
5. Dinâmica da Recuperação de Áreas Degradadas
5.1. Áreas Mineradas
5.2. Áreas Erodidas e de Empréstimo
5.3. Áreas de descarte de resíduos (remediação de áreas contaminadas)
6. Projetos de Recuperação de Áreas Degradadas: escolha da equipe, diagnóstico, propostas de intervenção, custos, cronograma de ação, monitoramento

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • DIAS, L.E. & MELLO, J.W.de, Eds. Recuperação de Áreas Degradadas, Viçosa, UFV, 251 p., ilust., 1998.
  • BERTONI, J., LOMBARDI NETO, F. Conservação do Solo. Ed. Ícone, 8.ed.,2010. 360p.
  • ALBA, J.M. F. (Ed.) Recuperação de áreas Mineradas, 3a edição, rev. e ampl. Brasilia, DF: EMBRAPA, 2018. 456 p, Il.. ISBN 978-85-7035-779-3

Bibliografia Complementar:

  • COMISSÃO DE QUÍMICA E FERTILIDADE DO SOLO – RS/SC. Manual de de Calagem e Adubação para os Estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Núcleo Regional Sul, 2016. 376 p.
  • PRUSKI, F. F. Conservação de solo e água: Práticas mecânicas para o controle da erosão hídrica. 2.ed. Viçosa: Ed. UFV. 2009. 279p.
  • https://ava.ufpel.edu.br/pre/course/view.php?id=285 - material de Apoio disponível
  • Nyle C. Brady, Ray R. Weil. Elementos da Natureza e Propriedades dos Solos, Bookman Companhia Editora Ltda., 716 p., 2013.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2019 / 2 35 15 Agronomia (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEX08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
MARIA CANDIDA MOITINHO NUNES
Professor Regente

FLAVIA FONTANA FERNANDES
Professor responsável pela turma

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS Agronomia (Bacharelado)

Página gerada em 18/10/2019 08:20:27 (consulta levou 0.176783s)