Nome da Disciplina
NUTRIÇÃO E CÂNCER
CÓDIGO
0400157
Carga Horária
51 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
3
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
3
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
3
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

ASPECTOS TEÓRICOS DA INTERVENÇÃO NUTRICIONAL NO PACIENTE PORTADOR DE NEOPLASIA MALIGNA; EPIDEMIOLOGIA; ALTERAÇÕES METABÓLICAS NA CAQUEXIA DO CÂNCER; DIAGNÓSTICO, RECOMENDAÇÃO E EVOLUÇÃO NUTRICIONAL; TERAPIA NUTRICIONAL NA QUIMIOTERAPIA E RADIOTERAPIA; INTERAÇÃO DROGA NUTRIENTE; DIETAS NA PREVENÇÃO DO CÂNCER; TERAPIA NUTRICIONAL NOS DIFERENTES TIPOS DE CÂNCER.

Objetivos

Objetivo Geral:

COMPREENDER OS ASPECTOS ENVOLVIDOS NA FISIOPATOLOGIA DO CÂNCER.
AVALIAR O ESTADO NUTRICIONAL DE PACIENTES COM NEOPLASIA MALIGNA.
IDENTIFICAR PACIENTES COM RISCO NUTRICIONAL.
IDENTIFICAR ALTERAÇÕES METABÓLICAS E CLÍNICAS NO PACIENTE COM CÂNCER.
ATUAR NA PREVENÇÃO DO CÂNCER ATRAVÉS DA ALIMENTAÇÃO.
PLANEJAR A TERAPIA NUTRICIONAL DO PACIENTE.

Conteúdo Programático

1. EPIDEMIOLOGIA DO CÂNCER E CARCINOGÊNESE
a. ESTADIAMENTO DO CÂNCER E FATORES DE RISCO
b. EVIDÊNCIAS DE ALIMENTOS NA PREVENÇÃO DO CÂNCER
2. TIPOS DE CÂNCER E TRATAMENTOS
• CARACTERIZAÇÃO DE CADA TIPO DE TRATAMENTO, SEUS BENEFÍCIOS, INTERAÇÕES E EFEITOS COLATERAIS.
3. METABOLISMO E ALTERAÇÕES METABÓLICAS NO CÂNCER
• CARACTERIZAÇÃO E GÊNESE DA CAQUEXIA
• ALTERAÇÕES HORMONAIS E METABÓLICAS
• RESPOSTA INFLAMATÓRIA NO CÂNCER
• ALTERAÇÃO NO METABOLISMO DOS CARBOIDRATOS, PROTEÍNAS E LIPÍDEOS
4. ASSISTÊNCIA NUTRICIONAL AO PACIENTE ONCOLÓGICO (PEDIATRIA, ADULTOS)
a. MÉTODOS DE AVALIAÇÃO NUTRICIONAL
b. NECESSIDADES NUTRICIONAIS
c. TERAPIA NUTRICIONAL
d. ORIENTAÇÕES NUTRICIONAIS PARA SINAIS E SINTOMAS
5. IMUNOMODULAÇÃO E NUTRIENTES FUNCIONAIS NO CÂNCER
a. TIPOS DE SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS
b. ANTIOXIDANTES E FITOTERÁPICOS
6. HUMANIZAÇÃO DO TRATAMENTO DO PACIENTE COM CÂNCER

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • 1. CUPPARI, LILIAN. GUIA DE NUTRIÇÃO: NUTRIÇÃO CLINICA NO ADULTO. 20 EDIÇÃO. BARUERI: MANOLE, 2005. (GUIAS DE MEDICINA AMBULATORIAL E HOSPITALAR).
  • 2. MAHAN, L. KATHLEEN; ESCOTT-STUMP, SYLVIA. KRAUSE ALIMENTOS, NUTRIÇÃO & DIETOTERAPIA. TRADUTOR ET AL: ANA PAULA ALCIDES ET AL. 12. ED. RIO DE JANEIRO: ELSEVIER, 2010
  • 3. NETO, FAUSTINO TEIXEIRA. NUTRIÇÃO CLÍNICA. RIO DE JANEIRO: GUANABARA KOOGAN, 2003.
  • 4. WAITZBERG, DAN LINETZKY. DIETA, NUTRIÇÃO E CÂNCER. SÃO PAULO: ATHENEU, 2006.

Bibliografia Complementar:

  • 1. BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. INSTITUTO NACIONAL DO CÂNCER. CONSENSO NACIONAL DE NUTRIÇÃO ONCOLÓGICA - RIO DE JANEIRO: INCA, 2009.
  • 2. GARÓFOLO, ADRIANA. NUTRIÇÃO CLÍNICA, FUNCIONAL E PREVENTIVA APLICADA À ONCOLOGIA: TEORIA E PRÁTICA PROFISSIONAL. RIO DE JANEIRO: EDITORA RUBIO, 2012.
  • 3. IKEMORI, ELOÍSA H. A. NUTRIÇÃO EM ONCOLOGIA. SÃO PAULO: EDITORA MARINA E TECMEDD, 2003.
  • 4. PINHO, N. PACHECO, S. BALUZ, K. OLIVEIRA, A. L. MANUAL DE NUTRIÇÃO ONCOLÓGICA: BASES CLÍNICAS. SÃO PAULO: EDITORA ATHENEU, 2004.
  • 5. www.inca.gov.br
  • 6. www.sboc.org.br

Página gerada em 25/06/2019 07:03:40 (consulta levou 0.062839s)