Nome da Atividade
PRESERVAÇÃO AUDIOVISUAL
CÓDIGO
05000871
Carga Horária
30 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CRÉDITOS
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Conceitos de preservação audiovisual e formação de patrimônio. Suportes e formatos desse tipo de produção. Estratégias para restauro, catalogação e conservação de coleções audiovisuais. Formas de disponibilização da produção audiovisual.

Objetivos

Objetivo Geral:

Objetivo geral
Instrumentalizar o futuro profissional do campo do audiovisual nos conceitos, suportes e técnicas de preservação audiovisual e material de distribuição com foco na salvaguarda e acesso.

Objetivos Específicos
Introduzir os conceitos de preservação e a importância da produção audiovisual enquanto patrimônio;
Apresentar os diversos suportes físicos e formatos digitais audiovisuais e desafios na salvaguarda dos mesmos;
Conhecer as estratégias e procedimentos para o restauro, catalogação e conservação de coleções audiovisuais e de material de distribuição;
Conhecer as formas de disponibilização da produção audiovisual.

Conteúdo Programático

Introdução aos conceitos de preservação e preservação audiovisual;
Preservar para quê? Preservar para quem? A Importância da produção audiovisual enquanto patrimônio;
Suportes físicos: tipos, desafios de restauro, formas de conservação;
Formatos digitais: tipos, permanência, formas de armazenamento e disponibilização;
Catalogação e conservação de coleções audiovisuais;
Formas de disponibilização ao público.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ABRUNHOSA, J. J. (Org.). Coletânea sobre preservação & conservação de acervos em bibliotecas brasileiras. Nova Friburgo: Êxito Brasil, 2008. 67 p. Número de chamada: 025.8 C694 (BCS). 2 exemplares EDMONDSON, Ray. Audiovisual archiving: philosophy and principles. Paris: Unesco, 2004. Disponível em http://unesdoc.unesco.org/images/0013/001364/136477e.pdf. Acesso em 23 nov.2016. MENDES, Marylka (Org.). Conservação: conceitos e práticas. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2011. 337 p. Número de chamada: 069.53 C755 2.ed. (BCS). 5 exemplares. MUSEU DE ASTRONOMIA E CIÊNCIAS AFINS. Conservação de acervos. Rio de Janeiro: MAST, 2007. 204 p. (MAST Colloquia; 9). Número de chamada: 069.53 M986c (BCS). 2 exemplares O dilema digital 1: Questões estratégicas da guarda e no acesso a materiais cinematográficos digitais. Academy of Motion Picture Arts and Sciences (AMPAS, 2008). Edição brasileira: Cinemateca Brasileira, 2009. Tradução: Fernanda Paiva Guimarães. Disponível em http://cinemateca.gov.br/sites/default/files/Dilema_Digital_1_PTBR.pdf. Acesso em 23 nov.2016 SANTOS, Nádia Maria Weber; MORAES, Ana Luiza Coiro (Org.). TVs públicas: memórias de arquivos audiovisuais. São Leopoldo: Oikos, 2016. 319 p. Número de chamada: 384.55 T269 (BCP). 1 exemplar

Bibliografia Complementar:

  • FRICK, Caroline. Saving cinema: the politics of preservation. New York: Oxford University Press, 2011. LISBOA, Pablo Fabião. Rede de pontos de cultura do município de Pelotas : processos de digitalização de acervos na era das tecnologias da informação e da comunicação. 2010. 221 f. Dissertação (Mestrado em Memória Social e Patrimônio Cultural) - Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural. Instituto de Ciências Humanas. Universidade Federal de Pelotas, 2010. Disponível em: . Acesso em: 01 dez. 2016. O dilema digital 2: perspectivas de cineastas independentes, documentaristas e arquivos audiovisuais sem fins lucrativos. Tradução: Millard Schisler; Osvaldo Emery e Patrícia de Filipi. São Paulo: Instituto Butantan, 2015. Disponível em http://cinemateca.gov.br/sites/default/files/Dilema_Digital_2_PTBR.pdf. Acesso em 23 nov.2016

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
PRESERVAÇÃO AUDIOVISUAL Cinema e Audiovisual (Bacharelado)

Página gerada em 12/06/2021 17:16:06 (consulta levou 0.100182s)