Nome da Atividade
PEDAGOGIA DO TEATRO III
CÓDIGO
05000973
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Estudo das metodologias de teatro em comunidades: as técnicas do teatro do oprimido; as práticas de teatro para o desenvolvimento de comunidades. Os métodos dialógicos e a experiência teatral como prática educativa. Os contextos do teatro comunitário no Brasil, na América Latina e no mundo na atualidade. As identidades comunitárias indígenas e quilombolas brasileiras na atualidade. O Teatro e as suas possibilidades de práticas educativas fundadas nos Direitos Humanos.

Objetivos

Objetivo Geral:

Geral
- Introduzir a temática do teatro em comunidade e suas implicações educacionais;
- Refletir sobre a proposta de Teatro do Oprimido entre outras propostas de grupos de comunidades e suas metodologias em diferentes contextos e espaços educativos;
- Compreender o papel do professor nos processos de teatro e educação comunitária.

Específicos
- Conhecer e refletir sobre as técnicas de Teatro do Oprimido e o contexto histórico de seu surgimento no Brasil;
- Refletir sobre Educação e Teatro em comunidades no Brasil;
- Conhecer as propostas de Paulo Freire para o campo da Educação Popular;
- Refletir sobre as identidades comunitárias indígenas e quilombolas no Brasil.

Conteúdo Programático

UNIDADE 1 - TEATRO COMUNITÁRIO NO BRASIL
1.1 Principais características das práticas teatrais comunitárias
1.2 Motivações e objetivos dos grupos de teatro comunitário
1.3 O Teatro popular de periferia

UNIDADE 2 - IDENTIDADES COMUNITÁRIAS INDÍGENAS E QUILOMBOLAS NA ATUALIDADE
2.1 Manifestações artísticas, organizações grupais e relações de aprendizagem.

UNIDADE 3 - TEATRO DO OPRIMIDO
3.1. Origem: relações entre a obra de Augusto Boal e Paulo Freire
3.2. Técnicas: Teatro Legislativo, Teatro Fórum, Teatro Jornal, Teatro Imagem, Teatro Invisível
3.3. Contextos: Teatro do Oprimido no Brasil, na América Latina e no mundo

UNIDADE 4 - EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS
4.1 Declaração Universal do Direitos Humanos
4.2 Princípios da Educação em Direitos Humanos
4.3 Teatro e suas possibilidades de práticas educativas fundadas nos Direitos Humanos

A disciplina cumpre com as exigências legais de inserção dos conteúdos de cultura afro-brasileira e indígena nos cursos de licenciatura, conforme dispositivos que regem as leis 10.639 e 11.645. E também cumpre a Resolução nº 1, de 30 de maio de 2012, que Estabelece Diretrizes Nacionais para a Educação em Direitos Humanos.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BOAL. Augusto. Jogos para atores e não atores. 14 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira,1998.
  • CORADI, Terena Zamariolli. Teatro e Comunidade: uma travessia em campo emaranhado. Dissertação Mestrado - ECA/USP. 2017. Disponível em: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27155/tde-06022018-101054/publico/TerenaZamariolliCoradi.pdf . Acesso em: 01 jul. 2022.
  • OLIVEIRA, Luiz Fernandes de; CANDAU, Vera Maria Ferrão. Pedagogia decolonial e educação antirracista e intercultural no Brasil. Educação em revista, Belo Horizonte, v. 26, n. 1, pág. 15-40, abril de 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982010000100002&lng=en&nrm=iso . Acesso em: 01 out. 2020.

Bibliografia Complementar:

  • BOAL, Augusto. Teatro do oprimido e outras poéticas políticas. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.
  • BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Brasília outubro de 2004. Disponível em: https://download.inep.gov.br/publicacoes/diversas/temas_interdisciplinares/diretrizes_curriculares_nacionais_para_a_educacao_das_relacoes_etnico_raciais_e_para_o_ensino_de_historia_e_cultura_afro_brasileira_e_africana.pdf Acesso em: 02 jul. 2022.
  • FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1999.
  • NETTO, Maria Amélia Gimmler. Ética, boniteza e convívio teatral. Pelotas: Editora Universitária UFPel, 2013.
  • SILVEIRA, Fabiane Tejada da. A constituição do sujeito histórico freiriano: construções da práxis de uma espect-atriz/professora. 2011. 150 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2011. Disponível em: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/1753 Acesso em 30 de jun. de 2022.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2024 / 1 25 19 Teatro (Licenciatura)
Horários
ManhãTardeNoite
QUA13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
15:10 - 16:00
16:00 - 16:50
Maria Amélia Gimmler Netto
Professor responsável pela turma

Página gerada em 16/04/2024 14:33:26 (consulta levou 0.227452s)