Nome da Atividade
ILUMINAÇÃO CÊNICA
CÓDIGO
05000993
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Conhecimentos básicos da Iluminação Cênica enquanto linguagem do espetáculo em diálogo com as outras áreas do fazer cênico. Evolução técnica e estética da Iluminação Cênica. Experiência prática do processo da criação da iluminação de uma cena, envolvendo a criação do mapa de luz e do roteiro de operação de luz.

Objetivos

Objetivo Geral:

Gerais
1. Conhecer a iluminação cênica como linguagem espetacular.
2. Familiarizar-se com os equipamentos de iluminação cênica e sua utilização.
3. Compreender o processo de criação de luz e sua operação.

Específicos
- Adquirir noções sobre a relação entre a estética cênica escolhida pelo encenador e a iluminação a ser adotada.
- Adquirir noções básicas da História da Iluminação cênica.
- Conhecer os refletores e equipamentos de luz e como utilizá-los.
- Familiarizar-se com a montagem e afinação de luz.
- Aprender a desenhar um mapa de luz, percebendo sua relação com o espaço cênico e o texto teatral.
- Criar um roteiro de operação de luz.

Conteúdo Programático

Introdução à história da iluminação.
Noções básicas de eletricidade.
Equipamentos de iluminação: refletores e lâmpadas; dimmers e mesas de luz.
Teoria das cores: filtro de cores, figurinos e cenário.
O uso dos equipamentos: posicionamento, montagem e afinação das fontes luminosas.
O uso de fontes alternativas de iluminação.
A iluminação e sua estética: naturalismo, realismo, simbolismo e expressionismo.
A iluminação e sua relação com os outros sistemas significantes da encenação.
Novas tecnologias e novos equipamentos.
Desenvolvimento de um projeto de iluminação.
Elaboração do mapa de luz e do roteiro de operação.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CAMARGO, Roberto Gil. Função Estética da Luz. Sorocaba: TCM-Comunicação, 2000.
  • FORJAZ, Cibele – A luz da linguagem - A iluminação cênica: de instrumento da visibilidade à ‘scriptura do visível’ (do fogo à revolução teatral). Disponível em http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27156/tde-18112013-155400/pt-br.php
  • PEREZ, Walmir - Desenho de iluminação de palco: pesquisa, criação e execução de projetos. Disponível em http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000418465
  • ROUBINE, Jean-Jacques. A Linguagem da Encenação Teatral. RJ: Zahar, 1998.
  • TUDELLA, Eduardo Augusto da Silva. Práxis cênica como articulação de visualidade: a luz na gênese do espetáculo. Disponível em: http://www.academia.edu/31199848/CENA_E_VISUALIDADE_DI%C3%81LOGOS_ENTRE_A_ILUMINA%C3%87%C3%83O_C%C3%8ANICA_E_O_PROCESSO_CRIATIVO_DO_ATOR

Bibliografia Complementar:

  • APPIA, Adolphe. A Obra de Arte Viva. Lisboa: Editora Arcádia, 196-.
  • BENEVIDES, Pedro Dutra. Desenho de luz: um estudo sobre o uso da iluminação no palco. Disponível em https://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/9635
  • FIGUEIREDO, Laura Maria. Luz - A matéria cênica pulsante. Disponível em http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27139/tde-05072009-205410/pt-br.php
  • JUNIOR, Redondo. O teatro e sua estética. Lisboa: Editora Arcádia, 1964.
  • PEDROSA, Israel. Da Cor à Cor Inexistente. Brasília: Editora Unb, 1989.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2020 / 1 35 29 Teatro (Licenciatura - Noturno)
Todos Os Cursos
Horários
ManhãTardeNoite
QUA13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
15:10 - 16:00
16:00 - 16:50
DANIEL FURTADO SIMOES DA SILVA
Professor responsável pela turma

Página gerada em 28/11/2020 23:54:51 (consulta levou 0.105099s)