Nome da Disciplina
MACROEVOLUÇÃO EM VERTEBRADOS
CÓDIGO
09050057
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Proporcionar a compreensão dos princípios básicos dos eventos macroevolutivos dos vertebrados, incluindo as principais teorias (padrões, processos, adequação na escala do tempo) que abordam a origem e evolução dos principais subgrupos – Agnatha, Condrichthyes, Osteichthyes, Lissamphia a Reptilia (incluindo Aves e Mammalia).

Objetivos

Objetivo Geral:

Promover o entendimento teórico da evolução dos vertebrados (e dos diferentes grupos que o compõem), enfocando aspectos macroevolutivos desde a origem a partir dos cordados basais.

Conteúdo Programático

- Compreendendo a diversidade de vertebrados – o registro fóssil, grupos extintos e descendentes atuais.
- Origem e evolução dos Vertebrados, a partir de cordados invertebrados; Pikaia, um gênero fóssil do Cambriano, Paleozóico de Burgess Shale, como protótipo da evolução posterior.
- A macroevolução pode ou não ser uma extrapolação da microevolução?
- A importância da heterocronia (pedomorfose e peramorfose) na evolução dos grandes grupos de vertebrados. Exemplos de neotenia, progênese, hipermorfose e aceleração.
- A importância do Equilíbrio Pontuado na evolução de grandes grupos de vertebrados. Estase como informação evolutiva alternativa ao gradualismo filético. Natura non facit saltum? Taxas de evolução em vertebrados.
- Extinções: tipos e conseqüências para a evolução dos vertebrados. Deriva continental e suas implicações para a biogeografia histórica. Irradiação adaptativa.
- Evolução rápida; adaptatibilidade e desenvolvimento.
- Reconstrução filogenética e compreensão das relações de parentesco entre os vertebrados.
- Adaptação e suas implicações: forma e função; trade-offs e constraints. Spandrels of San Marco.
- Seleção natural: seleção de espécies, de populações, de parentesco, ou de genes? Quais as unidades sobre as quais a seleção natural atua?
- Coevolução e coadaptação.
- “A ontogenia recapitula a filogenia”: uma idéia haeckeliana errada gerou muitos frutos. Evo/Devo no século XXI.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CARRILHO, R. 2009. Os Processos Heterocrônicos nos Vertebrados: o Exemplo dos Rhynchosauiria (Reptilia, Archosauromorpha) do Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. PhD thesis, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 249p.
  • DAWKINS, R. 2009. A Grande História da Evolução. Cia das Letras, 759p.
  • DAWKINS, R. 2009. O Maior Espetáculo da Terra. Cia das Letras, 438p.
  • FREEMAN, S.; HERRON, J. C. 2009. Análise Evolutiva. Artmed, 4ª Edição, 831p.
  • FUTUYMA, D. J. 1998. Evolutionary Biology. Sinauer Associates. 3rd Ed. 763p.
  • GOULD, S. J. 1977. Ontogeny and Phylogeny. Belknap Harvard, 501p.
  • GOULD, S. J. 2002. The Structure of Evolutionary Theory. Belknap Harvard, 1433p.
  • GOULD, S. J. 1990. Vida Maravilhosa – O Acaso na Evolução e a Natureza da História.
  • HICKMAN, JR., C. P.; ROBERTS, L. S.; LARSON, A. 2001. Princípios Integrados de Zoologia. 11ª Ed., Guanabara Koogan, 846p.
  • JABLONKA, E.; LAMB, M. J. 2011. Evolução em Quatro Dimensões. Cia das Letras, 512p.
  • POUGH, F. H.; HEISER, J. B.; JANIS, C. M. 2003. A Vida dos Vertebrados. Atheneu, 839p.
  • RIDLEY, M. 2006. Evolução. Artmed, 3ª Ed., 752p.
  • ZIMMER, C. 1998. O Livro de Ouro da Evolução – O Triunfo de uma Idéia. Ediouro, 598p.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
MACROEVOLUÇÃO EM VERTEBRADOS Ciências Biológicas (Bacharelado)
MACROEVOLUÇÃO EM VERTEBRADOS Ciências Biológicas (Licenciatura)

Página gerada em 14/11/2019 19:51:12 (consulta levou 0.158067s)