Nome da Atividade
ESTÁGIO SUPERVISIONADO NO ENSINO FUNDAMENTAL II
CÓDIGO
10770027
Carga Horária
105 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
7
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
7
CRÉDITOS
7
NOTA MÉDIA APROVACAO 7 / Sem
exame

Ementa

Práticas de estágio curricular supervisionado no Ensino Fundamental, com ênfase na regência de classe e na reflexão crítica a respeito dos processos de ensino-aprendizagem da disciplina de História.

Objetivos

Objetivo Geral:

- Desenvolver competência didático-pedagógica para o ensino escolar de História no Ensino Fundamental, realizando reflexão teórica a partir das atividades práticas de regência de classe.
Objetivos específicos:
- Permitir a experiência de Regência de turma nos anos finais do Ensino Fundamental, em instituições escolares;
- Possibilitar aos alunos o desenvolvimento de competências necessárias ao exercício da profissão docente, a partir de uma vivência participativa;
- Realizar a reflexão da prática docente a partir da experiência possibilitada pela realização do estágio supervisionado.
- Produzir relatório crítico-reflexivo em que constem todas as atividades e aprendizagens que resultaram da experiência vivenciada no contexto escolar.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BARROSO, Vera; et ali. Ensino de História: desafios contemporâneos. Porto Alegre: EST: EXCLAMAÇÃO: ANPUH/RS, 2010. Disponível em: https://www.ufrgs.br/gtensinohistoriaedurs/livro-ensino-de-historia- desafios-contemporaneos/
  • MANKE, Lisiane Sias. Leitura em aulas de História: práticas e possibilidades de ensino-aprendizagem. Revista Educação, PUCRS. v. 42, p. 287-297, 2019. Recurso online. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/fo/ojs/index.php/faced/article/view/28677
  • MONTEIRO, Ana Maria; AMORIM, Mariana. “Narrativas de si” e afetos nos caminhos iniciais da docência em história. Currículo sem Fronteiras, v. 19, n.1, jan./ abr.2019, p.23-38. Recurso online. Disponível em: Disponível em: http://www.curriculosemfronteiras.org/vol19iss1articles/amorim-monteiro.pdf
  • SEFFNER, Fernando. Escola pública e professor como adulto de referência: indispensáveis em qualquer projeto de nação. In: Educação Unisinos, v. 20, n.1, janeiro/abril, 2016, p. 48-57. Recurso online. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S2177-2102016000100048&lng=en&nrm=iso&tlng=pt

Bibliografia Complementar:

  • BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: Educação Infantil e Ensino Fundamental. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2017. http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf CAMPI. Helenice. Ensinar história no século XXI: dilemas curriculares. Exposição na Mesa Redonda ocorrida no XX Encontro Regional da ANPUH - Seção São Paulo, em Franca, em 10/09/2010. Disponível em: https://www.anpuh.org/arquivo/download?ID_ARQUIVO=11917 HORN, Geraldo Balduino; GERMINARI, Geyso Dongley. O ensino de história e seu currículo: teoria e método. Petrópolis: Vozes, 2010. Disponível na Biblioteca das Ciências Sociais da UFPel - número de registro 907 H813e 3.ed. (BCS) LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação. Uma perspectiva pós- estruturalista. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997. Disponível em: https://bibliotecaonlinedahisfj.files.wordpress.com/2015/03/genero-sexualidade-e- educacao-guacira-lopes-louro.pdf PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS / Comitê Nacional de Educação em Direitos Humanos. – Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos, Ministério da Educação, Ministério da Justiça, UNESCO, 2007. Disponível em: http://www.presidencia.gov.br/estrutura_presidencia/sedh/promocaodh/

Página gerada em 17/04/2024 15:13:02 (consulta levou 0.054943s)