Nome da Atividade
SEMINÁRIO DE HISTÓRIA SOCIAL I
CÓDIGO
10770048
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
A DISTÂNCIA
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

A disciplina trata da história da escravidão no Brasil, do tratamento aos cativos, as formas de luta e resistência, a crise do escravismo, o processo de abolição, a formação do mercado de trabalho e o disciplinamento da mão de obra, além das formas de luta do trabalhador livre na República Velha.

Objetivos

Objetivo Geral:

Estudar à escravidão em seus condicionantes econômicos e sociais e identificar os traços distintivos da sociedade brasileira da colônia e do império das demais sociedades escravistas. Analisar a forma como se deu a transição para o trabalho livre e as experiências que os trabalhadores escravizados trouxeram ao trabalho livre.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ALONSO, Ângela. O Abolicionismo como Movimento social. Novos Estudos. CEBRAP. n. 100, p. 115-137, Novembro 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/nec/a/CrVbxyNKtm7vCZWxXgRz6qg/abstract/?lang=pt . Acesso em: 30 Jul. 2021.
  • BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino da História Afro-Brasileira e Africana. Brasília: SECAD/ME, 2004. Disponível em: https://www.gov.br/inep/pt-br/centrais-de-conteudo/acervo-linha-editorial/publicacoes-diversas/temas-interdisciplinares/diretrizes-curriculares-nacionais-para-a-educacao-das-relacoes-etnico-raciais-e-para-o-ensino-de-historia-e-cultura-afro-brasileira-e-africana .Acesso em: 02 Ago. 2020.
  • SANTOS, Lorene dos. Ensino de História e a Lei 10.639/03: diálogos entre campos de conhecimento, diretrizes curriculares e os desafios da prática. Cadernos de História, Belo Horizonte, v. 12, n. 17, p. 59-92, 2º. Sem. 2011, Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoshistoria/article/view/P.2237-8871.2011v12n17p59. Acesso em: 02 Ago. 2020.

Bibliografia Complementar:

  • ANDREWS, George. Negros e brancos em São Paulo (1888-1998) Baurú: EDUSC,1998. CHALHOUB, Sidney. Visões da liberdade. São Paulo: Cia. das letras. LARA, Silvia. Campos da violência. São Paulo, Paz e Terra, 1988.
  • BAKOS, Margaret M. RS: escravismo & abolição. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1982.
  • CARDOSO, Ciro. Agricultura, escravidão e capitalismo. Petrópolis: Vozes. CARVALHO, Marcus. Rumores e rebeliões: estratégias de resistência escrava no Recife, 1817-1848. Tempo, v.3, n 6, UFF, dez. 1998, p. 49-72 (online).
  • GENOVESE, Eugene. A terra prometida- o mundo que os escravos criaram. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

Página gerada em 06/07/2022 19:00:07 (consulta levou 0.069806s)