Nome da Disciplina
INTRODUÇÃO À SIMULAÇÃO DE EFICIÊNCIA ENERG. DE EDIFICAÇÕES
CÓDIGO
14620028
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA EXERCÍCIOS
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Conceitos básicos de eficiência energética em edificações; eficiência de sistemas; arquitetura bioclimática; conceitos básicos da simulação computacional; uso das ferramentas de simulação computacional; análise de resultados de simulações computacionais; análise de tempo de retorno de investimentos.

Objetivos

Objetivo Geral:

Objetivo(s) Geral(ais):
Desenvolver a prática projetual e as decisões pertinentes à eficiência energética das edificações com base em simulação computacional.
Objetivo(s) Específico(s):
Identificar os conceitos básicos de eficiência energética em edificações.
Interpretar os parâmetros qualitativos e quantitativos de eficiência energética em edificações.
Calcular o consumo energético de edificação através do software de simulação termodinâmica.
Análise das normas da eficiência energética em edificações.

Conteúdo Programático

UNIDADE 1 – Arquitetura Bioclimática e o consumo de energia nas edificações.
Panorama energético brasileiro. Projeto Eficiente. RTQ-C e RTQ-R (Normas de EE).
UNIDADE 2 - NBR 15220 e NBR 15575
NBR 15220. NBR 15575
UNIDADE 3 – Introdução à Simulação Computacional
Aspectos gerais da simulação. Software de simulação termodinâmica. Ganhos internos. Climatização I. Climatização II. Configuração dos parâmetros gerais. Parâmetros de saída.
UNIDADE 4 – Exercício de simulação 1: Definição na Fase de Partido.
UNIDADE 5 – Exercício de simulação 2: Definição na Fase de Anteprojeto.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • LAMBERTS, Roberto. PEREIRA, Fernando, DUTRA, Luciano. Eficiência Energética na Arquitetura. São Paulo: PW Editores. 2014.
  • GOULART Solange V. G.
Dados climáticos para projeto e avaliação energética de edificações para 14 cidades brasileiras – 2. Ed. / Solange V. G. Goulart, Roberto Lamberts, Samanta Firmino. – Florianópolis: Núcleo de Pesquisa em Construção/UFSC, 1998.
  • INMETRO - INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL. Requisitos Técnicos da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de Edifícios Comerciais, de Serviços e Públicos - RTQ-C. Eletrobrás, 2010.
  • INMETRO - INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL. Requisitos Técnicos da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de Edifícios Residenciais - RTQ-R. Eletrobrás, 2012.

Bibliografia Complementar:

  • LAMBERTS, Roberto et al. Casa eficiente : Bioclimatologia e desempenho térmico / editores: Roberto Lamberts... [et al.]. – Florianópolis : UFSC/LabEEE; 2010.
  • HENSEN, Jan L. M., LAMBERTS, Roberto. Building Performance Simulation for Design and Operation. Spon Press. London and New York. 2011.
  • LAMBERTS, Roberto et al Casa eficiente : uso racional da água / editores: Roberto Lamberts... [et al.]. – Florianópolis: UFSC/LabEEE; 2010.
  • LAMBERTS, Roberto et al. Casa eficiente : simulação computacional do desempenho termo-energético / editores: Roberto Lamberts... [et al.]. – Florianópolis : UFSC/LabEEE; 2010.
  • ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS: NBR15220 - Desempenho térmico de edificações - Parte 2: Métodos de cálculo da transmitância térmica, da capacidade térmica, do atraso térmico e do fator solar de elementos e componentes de edificações. Rio de Janeiro: ABNT; 2005.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
INTRODUÇÃO À SIMULAÇÃO DE EFICIÊNCIA ENERG. DE EDIFICAÇÕES Arquitetura e Urbanismo (Bacharelado)

Página gerada em 26/01/2020 19:31:44 (consulta levou 0.170462s)