Nome da Disciplina
MICROPALEONTOLOGIA
CÓDIGO
15000143
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Histórico da micropaleontologia. Análise morfológica dos principais grupos de micrófosseis: Foraminíferos, Ostracodes, Radiolários, Nanofósseis, Diatomáceas, Palinomorfos e conodontes. Técnicas de preparação de amostras. Aplicações na indústria e na análise ambiental. Bioestratigrafia: fundamentos e aplicações. Aplicação do código de Nomenclatura Estratigráfica. Monitoramento ambiental. Taxonomia. Estudos de casos. Montagem de coleções de referências. Preparação de amostras visando a recuperação de microfósseis carbonáticos e silicosos. Ilustração científica.

Objetivos

Objetivo Geral:

Métodos de coleta e preparação de material. Morfologia, sistemática, ecologia e distribuição estratigráfica dos microfósseis, com especial ênfase nos grupos de maior ocorrência e importância no Brasil.Compreender, a partir do registro fossilífero, as grandes transformações da vida e do planeta no tempo geológico. Avaliar a importância do registro fossilífero para a Paleontologia e a Geologia. Abordar aspectos da análise bioestratigráfica, paleobiogeográfica, paleoecológica, paleoclimática e aplicações em recursos naturais como petróleo e carvão e em estudos evolutivos.

Conteúdo Programático

1.Evolução dos conceitos fundamentais em micropaleontologia, histórico e princípios.
2. Análise morfológica dos principais grupos de micrófosseis: Foraminíferos, Ostracodes, Radiolários, Nanofósseis, Diatomáceas, Palinomorfos e conodontes.
3. Técnicas de preparação de amostras de microfósseis.
4. Aplicações na indústria e na análise ambiental.
5. Fundamentos e aplicações da bioestratigrafia.
6. Aplicação do código de Nomenclatura Estratigráfica.
7. Monitoramento ambiental.
8.Taxonomia.
9. Estudos de casos.
10. Montagem de coleções de referências.
11. Preparação de amostras visando a recuperação de microfósseis carbonáticos e silicosos.
12. Ilustração científica.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • Holz, M.; De Ros L. F. (eds.) 2000. Paleontologia do Rio Grande do Sul. Editora CIGO/UFRGS Porto Alegre. 398p.
  • Benton, M.J.; Harper, D.A.T. 1997. Basic Palaeontology. Ed. Longman. 342p.
  • Carvalho, I.S. (ed.) 2004. Paleontologia. 2ª. Ed. Editora Interciência. Rio de Janeiro. 2 vol., 861p.
  • Haq, B. & Boersma, A. 1998. Introduction to marine micropaleontology. EUA Editor: Elsevier. 3 ª edição 376p.
  • Hasslett, S.K. 2002. Quaternary environmental micropaleontology. London Editor: Arnold. 1 ª Edição. 340p.

Bibliografia Complementar:

  • Salgado-Laboriau, M.L. 1998. História Ecológica da Terra. São Paulo: Ed. Edgard Blücher, 307 p.
  • . Wynn Jones, R. 2003. Micropalaeontology in Petroleum Exploration. Oxford University Press.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
MICROPALEONTOLOGIA Engenharia Geológica (Bacharelado)

Página gerada em 20/11/2019 02:34:39 (consulta levou 0.221446s)