Nome da Atividade
SENSORIAMENTO REMOTO APLICADO
CÓDIGO
15000162
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Caracterizar o sensoriamento remoto; apresentar os principais conceitos e princípios físicos; caracterizar os principais sistemas sensores; diferenciar fotografia de imagem; apresentar as resoluções e custos das imagens; Discutir a escolha do tipo de imagem a ser utilizada, em função de diferentes aplicações; apresentar as principais técnicas de processamento digital de imagens; apresentar diferentes estudos de caso. Aprender a discriminar alvos geológicos por meio de sensoriamento remoto

Objetivos

Objetivo Geral:

Caracterizar o sensoriamento remoto; apresentar os principais conceitos e princípios físicos; caracterizar os principais sistemas sensores; diferenciar fotografia de imagem; apresentar as resoluções e custos das imagens; Discutir a escolha do tipo de imagem a ser utilizada, em função de diferentes aplicações; apresentar as principais técnicas de processamento digital de imagens; apresentar diferentes estudos de caso. Aprender a discriminar alvos geológicos por meio de sensoriamento remoto
Objetivos Específicos: Utilizar imagens orbitais multiespectrais, de radar e outras para fins de mapeamento geológico em diversas escalas, exploração mineral e estudos ambientais do ponto de vista geológico.
Correlacionar a ferramenta sensoriamento remoto coma engenharia geológica e de petróleo.

 

Objetivos Específicos:

Utilizar imagens orbitais multiespectrais, de radar e outras para fins de mapeamento geológico em diversas escalas, exploração mineral e estudos ambientais do ponto de vista geológico.
Correlacionar a ferramenta sensoriamento remoto coma engenharia geológica e de petróleo.

Conteúdo Programático

Introdução ao Sensoriamento Remoto. Princípios Básicos. Comportamento Espectral de Alvos.
Sistemas Sensores Passivos e Ativos. Características Gerais. Principais Programas.
Fundamentos de Processamento Digital de Imagens e Geoprocessamentos.
Exercícios Práticos de Reconhecimento e Análise de Feições em Imagens de Sensoriamento Remoto Orbital.
Elementos de análise e interpretação de imagens, com vistas à discriminação espectral de alvos.
Tópicos Especiais em Sensoriamento Remoto aplicado à Pesquisa de Hidrocarbonetos.
Tópicos Avançados de Sensoriamento Remoto Aplicado à Pesquisa de Hidrocarbonetos: Imagens Hiper-espectrais.
1) Conceitos básicos: sensoriamento Remoto e aquisição de informações. Escalas de trabalho: campo, laboratório, aeronave e orbital.
2) Princípios físicos do sensoriamento remoto.
3) Comportamento espectral de alvos (minerais, rochas, alteração hidrotermal, solos e vegetação). Métodos radiométricos.
4) Os Sistemas Sensores: Sensores Fotográficos; Sensores Ótico – Mecânicos; Sensores Eletrônicos; Sensores de Radar. Os principais sistemas orbitais disponíveis: LANDSAT; SPOT, IRS (Indiano); RESURS; JERS – 1; RADARSAT; ERS – 1 e 2; satélites de alta resolução.
5) Fotointerpretação de produtos orbitais.
6) Aplicações do Sensoriamento Remoto no mapeamento geológico, geologia ambiental e pesquisa de água subterrânea, exploração de recursos minerais e energéticos.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BLASCHKE, T. & KUX, H. (orgs.) 2005. Sensoriamento Remoto e SIG: novos sistemas sensores: métodos inovadores. São Paulo: Oficina de Textos.
  • KUX, H. & BLASCHKE, T. 2007. Sensoriamento Remoto e SIG Avançados. Oficina de Textos. 304 p.

Bibliografia Complementar:

  • MOREIRA, M. A. 2001. Fundamentos do Sensoriamento Remoto e Metodologias de Aplicação. São José dosCampos – SP – INPE.
  • GUPTA, R. P. 2003. Remote Sensing Geology. Springer Verlag Berlin, 655p.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
SENSORIAMENTO REMOTO APLICADO Engenharia Geológica (Bacharelado)

Página gerada em 23/01/2021 10:19:46 (consulta levou 0.165937s)