Nome da Atividade
JORNALISMO DE DADOS
CÓDIGO
20000196
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Uso de dados para a produção de conteúdos jornalísticos. Reflexão teórico-prática, limites e crítica.

Objetivos

Objetivo Geral:

Compreender o uso de dados para finalidades jornalísticas e aprender a utilizar diferentes bases de dados e ferramentas de análise para busca de pautas e análise de fatos noticiosos.

São três objetivos, a saber: (1) discutir o uso de dados públicos como fonte de pautas e complementação de matérias jornalísticas, (2) aprender coleta e análise de dados para jornalismo, e (3) compreender a criação de modos de visualização destes dados. A disciplina também tem caráter teórico-prático, com experimentações com dados open access, exploração de crawling e outras formas de mineração de dados públicos, discussão sobre lei de acesso à informação e transparência dos dados, técnicas para limpar bases de dados, métodos de análise, uso de ferramentas na nuvem e construção de visualização através de softwares disponíveis.

Conteúdo Programático

1. O que é jornalismo de dados?

2. Como utilizar dados em jornalismo?

3. Como produzir bases de dados?

4. Dados abertos, validação e credibilidade

5. Coletando e analisando dados

6. Visualização de dados e infográficos

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BOUNEGRU, Liliana; CHAMBERS, Lucy; GRAY, Jonathan. Manual de Jornalismo de Dados 1.0. 2012. BRADSHAW, Paul. Finding stories in spreadsheets: recipes for interviewing data — and getting answers. Leanpub, 2014. CRUCIANELLI, Sandra. Ferramentas digitais para jornalistas. Moçambique: Irex, 214. Disponível em: https://knightcenter.utexas.edu/books/FerramentasDigitaisparaJornalistas.pdf RUBIO LACOBA, Maria. Documentación Informativa en el Periodismo Digital. Madri: Editorial Sínteses, 2007.

Bibliografia Complementar:

  • BARBOSA, Suzana. Jornalismo Digital em Base de Dados (JDBD) - Um paradigma para produtos jornalísticos digitais dinâmicos. Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Comunica- ção e Cultura Contemporâneas. Universidade Federal da Bahia, 2007. BARBOSA, Susana. Jornalismo Digital de Terceira Geração. Livros LABCOM, 2007. CAIRO, Alberto. El Arte Funcional – Infografía y visualización de informacíon. Alamut, 2011 DINATALE, Martin; GALLO, Alejandra; NABOT, Damián. La manos em la data: usos y abusos de la información pública. Buenos Aires: Konrad Adenauer Stitfung, 2008. MEYER, Philip. Presicion Journalism. A Reporter's Introduction to Social Science Methods. Lanham: Rowman & Littlefield, 2002. Buenos Aires: Konrad Adenauer Stifung, 2008. GARCÍA, José Luis D.; FERNÁNDEZ, Pedro G.. “Periodismo de precisión”: una nova metodología para transformar el periodismo. Anàlisi, n. 15, 1993, p. 99-116. LIMA, Walter T. Jornalismo computacional em função da “Era do Big Data”. Líbero, 2011.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
JORNALISMO DE DADOS Jornalismo (Bacharelado - Noturno)

Página gerada em 22/04/2024 03:15:10 (consulta levou 0.130505s)