Nome da Disciplina
GEOLOGIA APLICADA II
CÓDIGO
15000104
Carga Horária
30 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
2
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
1
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
1
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Adquirir conhecimentos básicos sobre os estudos geológicos aplicados à engenharia, especialmente no que se refere à fundações, materiais de construção, túneis e traçado de estradas e de canais.

Objetivos

Objetivo Geral:

Fornecer fundamentos teóricos e práticos básicos para o entendimento dos conceitos relacionados ao meio físico geológico e de suas aplicações à Engenharia Civil, em especial à Geotecnia.

 

Objetivos Específicos:

Adquirir conhecimentos básicos sobre os estudos geológicos aplicados à Engenharia, especialmente no que se refere às fundações, materiais de construção, túneis e traçado de estradas e de canais.

Conteúdo Programático

UNIDADE 1. MAPAS E PERFIS GEOLÓGICOS
1.1 Mapas geológicos
1.2 Definição, construção, representação, legendas geológicas, tipos de mapas geológicos (camadas horizontais, verticais e inclinadas), “regra dos “V”
1.3 Caracterização de uma camada no subsolo através de três locais de sondagens (determinação de sua altitude)
1.4 Secções e perfis geológicos
1.5 Construção e interpretação

UNIDADE 2. MÉTODOS DE INVESTIGAÇÃO DO SUBSOLO
2.1 Objetivos
2.2 Métodos indiretos (geofísicos) e diretos
2.3 Métodos geofísicos: Aplicação e procedimento. Descrição resumida dos métodos geofísicos: sísmicos, elétricos (magnéticos e gravimétricos)
2.4 Descrição dos métodos diretos
2.5 Métodos diretos para solos: Manuais (poços, trincheiras e estradas) e Mecânicos (sondagens à percussão)
2.6 Métodos diretos para rocha
2.7 Sondagens rotativas
2.8 Registro dos dados e apresentação
2.9 Número e profundidade das sondagens
2.10 Aplicações das sondagens.

UNIDADE 3. UTILIZAÇÃO DAS ROCHAS E DOS SOLOS COMO MATERIAL DE CONSTRUÇÃO E MATERIAL INDUSTRIAL
3.1 Introdução
3.2 Obtenção dos materiais de construção e industriais
3.3 Métodos de investigação
3.4 Rochas e solos mais comuns e sua aplicação
3.5 Métodos de exploração de jazidas
3.6 Aplicação de cascalho de aluvião e pedra britada como agregado para concreto (importância do ensaio petrográfico)
3.7 Aplicação das argilas e areias

UNIDADE 4. HIDROGEOLOGIA
4.1 Definição e objetivos
4.2 Água subterrânea. Lençol freático. Lençol artesiano
4.3 Poços freáticos
4.4 Poços artesianos

UNIDADE 5. GEOLOGIA DE BARRAGENS
5.1 Definição e objetivos
5.2 Papel da geologia
5.3 Elementos de uma barragem
5.4 Forças que atuam numa barragem
5.5 Tipos de barragem
5.6 Seleção do tipo de barragem
5.7 Material de construção

UNIDADE 6. GEOLOGIA DE ESTRADAS
6.1 Definição e objetivos
6.2 Papel da geologia
6.3 Material de construção
6.4 Escolha do traçado
6.5 Estudo das fundações
6.6 Problemas de estabilidade

UNIDADE 7. GEOLOGIA DE TÚNEIS
7.1 Definição e objetivos
7.2 Papel da geologia
7.3 Material de construção
7.4 Escolha do traçado

UNIDADE 8. FUNDAÇÕES
8.1 Seleção preliminar dos perfis de subsolo

UNIDADE 9. FOTOINTERPRETAÇÃO GEOLÓGICA
9.1 Identificação de citologias. Rochas ígneas. Rochas sedimentares. Rochas metamórficas.
9.2 Identificação de estruturas. Camadas horizontais. Camadas inclinadas. Dobras. Falhas. Juntas. Discordância.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ABGE (1998). Geologia de Engenharia. Ed. Santos Oliveira, A. & Alves de Brito, S. CNPq – FAPESP, São Paulo, 587 p.
  • LEITE MACIEL, C. (1994). Introdução à Geologia de Engenharia. CPRM, São Paulo, 283 p.
  • SLATER, C. (1963). Geologia para Engenheiros. Editora Lep, AS, São Paulo, Brasil, 160 p.

Bibliografia Complementar:

  • BIENIAWSKI, Z. T. (1987). Strata Control in Mineral Engineering. Balkema Ed., Rotterdam (Netherl), 212 pp.; il.,graf.,tab.
  • BIENIAWSKI, Z. T. (1989). Engineering Rock mass Classifications: a Complete Manual for Engineers and Geologists in Mining, Civil, and Petroleum Engineering. John Wiley Ed., New York (USA), 251 pp.;il.
  • BRINK, A. B. A.; PARTRIDGE, T. C. & WILLIAMS, A. A. B. (1982). Soil Survey for Engineering. Clarendon Press. Oxford. 378p.
  • DE CICCO, F. M. G. A. F., FANTAZZINI, M. L. Técnicas Modernas de Gerência de Riscos. IBGR, 1985
  • DEARMAN, W. R. (1991). Engineering Geological Mapping. ButterworthHeinemann, Oxford, 387p.
  • DICKINSON, G. C. (1979) Maps and Air Photographs, Edward Arnold. Inglaterra, 348p.
  • GOMES, A. et al. 1999. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos.
  • EMBRAPA (Centro Nac. de Pesquisa de solos), EMBRAPA Produção de Informação, Rio de Janeiro (Brasil), 412 pp.
  • HOEK, E. & BRAY, J. (1977). Rock Slope Engineering. 3a. Edição, Inst. Minning and Metallurgy, Londres (Ingl), 358 pp.
  • HOEK, E. & BROWN, E. T (1980). Underground Excavations in Rock. Institution of Mining and Metallurgy, Londres (Ingl). 527 pp.; il.
  • IAEG-International Association of Engineering Geology (1976) Engineering Geological Maps: A Guide to their Preparation. UNESCO PRESS. Paris. 7

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2020 / 1 46 45 Engenharia Civil (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
QUA10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
PAOLA BRUNO ARAB
Professor responsável pela turma

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
GEOLOGIA APLICADA A ENGENHARIA Engenharia Civil (Bacharelado)

Página gerada em 28/03/2020 21:12:33 (consulta levou 0.144887s)