Nome da Atividade
CONSERVAÇÃO E PRESERVAÇÃO I
CÓDIGO
10790096
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Histórico da preservação de bens culturais. Conceitos básicos: preservação, conservação preventiva e restauração. Fatores de degradação: ação humana, condições ambientais, ataques biológicos e reações químicas. Medidas de segurança e conservação. Museus e preservação patrimonial. Legislação, cartas e recomendações nacionais e internacionais sobre preservação de bens culturais e naturais. Inventário Nacional dos Bens Culturais Musealizados. O tombamento e a preservação patrimonial. O registro de bens culturais de natureza imaterial que constituem patrimônio cultural brasileiro.

Objetivos

Objetivo Geral:

Compreender a importância da preservação e conservação preventiva dos bens de valor cultural, bem como da legislação sobre preservação patrimonial, destacando os seus agentes de degradação.

 

Objetivos Específicos:

● Apresentar a história da preservação dos bens culturais;
● Diferenciar os conceitos de preservação, conservação preventiva e restauração;
● Identificar os fatores de degradação do patrimônio cultural;
● Evidenciar a relevância da adoção de medidas de segurança e conservação dos bens culturais;
● Promover reflexões a respeito dos museus e da preservação patrimonial;
● Refletir acerca da importância da legislação patrimonial, das cartas e recomendações em âmbito nacional e internacional, bem como sobre o Inventário Nacional dos Bens Culturais Musealizados;
● Apresentar a importância do tombamento para a preservação patrimonial.

Conteúdo Programático

Unidade 1:
● Histórico da preservação de bens culturais;
● Conceitos de preservação, conservação preventiva e restauração.

Unidade 2:
● Fatores de degradação: ação humana, condições ambientais, ataques biológicos e reações químicas;
● Medidas de segurança e conservação;
● Museus e preservação patrimonial.

Unidade 3:
● Legislação, cartas e recomendações nacionais e internacionais sobre preservação de bens culturais e naturais;
● Inventário Nacional dos Bens Culturais Musealizados.

Unidade 4:
● O tombamento e a preservação de bens patrimoniais;
● O registro de bens culturais de natureza imaterial.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BONDUKI, Nabil Georges. Intervenções urbanas na recuperação de centros históricos. Brasília: IPHAN / MONUMENTA, 2010. (Arquitetura; 3); CALVO, Ana. Conservacion y restauracion: materiales, tecnicas y procedimientos de la A a la Z. 3. ed. Barcelona: Ediciones del Serbal, 2003; CASTRO, Sonia Rabello de. O estado na preservação de bens culturais: o tombamento. Rio de Janeiro: Renovar, 1991; FONSECA, Maria Cecília Londres. O patrimônio em processo: trajetória da política federal de preservação no Brasil. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ ; MINC-IPHAN, 2005; FREITAS, Marcelo. A construção do tombamento. Belo Horizonte: Comunicação de Fato, 2012; GONZÁLEZ-VARAS, Ignacio. Conservación de bienes culturales: teoría, historia, principios y normas. 6. ed. Madri: Catedra, 2008. (Manuales Arte Cátedra); INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (BRASIL).; BRAYNER, Natália Guerra. Patrimônio cultural imaterial: para saber mais. 3. ed. rev. e atual. Brasília: IPHAN, 2012. 36 p; LEAL, Fernando Machado. Restauração e Conservação de monumentos brasileiros: subsídios para seu estudo. Recife: Universidade Federal de Pernambuco, 1977; MENDES, Marylka (Org.). Conservação: conceitos e práticas. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2011; MIRANDA, Marcos Paulo de Souza. Tutela do patrimônio cultural brasileiro: doutrina, jurisprudência, legislação. Belo Horizonte: Del Rey, 2006; MUSEU DE ASTRONOMIA E CIÊNCIAS AFINS. Conservação de acervos. Rio de Janeiro: MAST, 2007. (MAST Colloquia; 9); MUSEUMS, LIBRARIES AND ARCHIVES COUNCIL. Museologia: roteiros práticos 9. Conservação de coleções. São Paulo: Edusp/ Fundação Vitae, 2005; PELEGRINI, Sandra de Cássia Araújo; FUNARI, Pedro Paulo Abreu; SOUZA FILHO, Carlos Frederico Marés de. Bens culturais e sua proteção jurídica. 3. ed. rev. e atual. Curitiba: Juruá, 2005, 2008, 2011.

Bibliografia Complementar:

  • ANDRADE. R. M. F. Rodrigo e o SPHAN - Coletânea de textos sobre patrimônio cultural. Rio de Janeiro: MEC/SPHAN/Pró-Memória, 1987; DRUMOND, Maria Cecília de Paula. Prevenção e conservação no museu. In: CADERNO de Diretrizes Museológicas. 2. ed. Brasília: Ministério da Cultura; Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional; Departamento de Museus e Centros Culturais; Belo Horizonte: Secretaria de Estado da Cultura; Superintendência de Museus, 2006; FUNARI, P.P.A. OsDesafios da Destruição e Conservação do Patrimônio Cultural no Brasil.Trabalhos de Antropologia e Etnologia, Porto, 41, ½, 2001, 23-32; PRIMO, Judite (org.). Museologia e Património: documentos fundamentais. Lisboa: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia, 1999. (Cadernos de Sociomuseologia, 15). VIOLLET-LE-DUC, Eugène Emmanuel. Restauração. Cotia: Ateliê, c2000. (Artes & ofícios; 1).

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
T1 2020 / 1 35 20 Museologia (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
SARAH MAGGITTI SILVA
Professor responsável pela turma

T71 2020 / 1 30 20 Museologia (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG14:20 - 15:10
15:10 - 16:00
SARAH MAGGITTI SILVA
Professor responsável pela turma

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
CONSERVAÇÃO E PRESERVAÇÃO I Museologia (Bacharelado)

Página gerada em 25/10/2020 17:38:26 (consulta levou 0.166912s)