Nome da Disciplina
CLASSIFICAÇÃO E LEVANTAMENTO DO SOLO
CÓDIGO
01230020
Carga Horária
30 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
1
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
1
CRÉDITOS
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Classificação do Solo, através do conhecimento dos atributos e horizontes diagnósticos, identificação das diferentes classes de solos no Sistema Brasileiro de Classificação de Solos; Levantamento do Solo, através da identificação e distribuição das unidades de mapeamento; Classificações Técnicas, incluindo os sistemas de Avaliação da Aptidão Agrícola, Capacidade de Uso das Terras e Aptidão para Irrigação.

Objetivos

Objetivo Geral:

O aluno deverá identificar e reconhecer as diferentes classes de solos e sua importância para o
planejamento das atividades agrícolas de forma a evitar a degradação ambiental.

 

Objetivos Específicos:

Conhecer os princípios básicos de classificação, os sistemas de classificação taxonômica mais
usados e as características das principais classes de solos;
- Utilizar relatórios de levantamentos de solos e interpretar as informações para fins de utilização
agrícola.
- Conhecer e utilizar os principais tipos de classificações técnicas de solo, estabelecendo critérios
técnicos que visem a sua conservação.

Conteúdo Programático

1. Classificação do Solo
1.1. Princípios de classificação
1.2. Sistemas de Classificação
1.3. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos
2. Levantamento do Solo
2.1. Objetivos e utilidades
2.2. Unidades taxonômicas e unidades de mapeamento
2.3. Tipos de levantamentos
2.4. Mapas. Solos do Rio Grande do Sul e Brasil
3. Classificações Técnicas
3.1. Sistema de Avaliação da Aptidão Agrícola das Terras
3.2. Sistema de Classificação da Capacidade de Uso das Terras
3.3. Classificação das Terras para Irrigação.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • SANTOS, H. G. et al. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 5.ed., rev. e ampl.−Brasília, DF: Embrapa, 2018.
  • DALMOLIN, R.S.D.; KLAMT, E.; PEDRON, F.A.; AZEVEDO, A.C. Relação entre as características e o uso das informações de levantamentos de solos de diferentes escalas. Ciência Rural, V: 34, N.5, 2004.
  • DALMOLIN, R.S.D. Faltam pedólogos no Brasil. Boletim informativo da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa - MG, v. 24, p. 13-15, 03 jul. 2002.
  • EMBRAPA. CNPS (Centro Nacional de Pesquisas de Solos). Procedimentos normativos de levantamentos pedológicos. Brasília: Embrapa – SPI, 1995. 116 p.
  • KLAMT, E.; DALMOLIN, R. S. D.; GONÇALVES, C. N.; INDA JÚNIOR, A. V.; ALMEIDA, J.; FLORES, C.A. Proposta de normas e critérios para execução de levantamentos semi-detalhados de solos e para avaliação da aptidão agrícola das terras. Pelotas: NRS-SBCS, 2000. 44p. (NRS-SBCS. Boletim Técnico, 5)
  • LEPSCH, I. F. et al. Manual para Levantamento Utilitário do Meio Físico e Classificação de Terras no Sistema de Capacidade de Uso. Campinas, SBCS, 1983.175 p
  • RAMALHO FILHO, A.; BEEK, K. J. Sistema de avaliação da aptidão agrícola das terras. 3. ed. ver. – Rio de Janeiro: EMBRAPA-CNPS, 1995. 65p.
  • SANTOS, R. D. et al. Manual de descrição e coleta de solo no campo. 7ª ed. revisada e ampliada. Viçosa, Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2015. 101p.

Bibliografia Complementar:

  • TERIXEIRA, P. C. et al. Manual de métodos de análise de solo. 3. ed. rev. e ampl. – Brasília, DF: Embrapa, 2017. 574 p.
  • CURI, N. et al. Pedologia – Solos dos Biomas Brasileiros. Viçosa, MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2017. viii, 597 p.
  • JENNY, H. Factors of soil formation. New York: McGraw-Hill, 1941. 281p.
  • BRADY, N.C.; WEIL, R.R. Elementos da natureza e propriedades dos solos. 3.ed. Porto Alegre: Bookman, 2013. 685 p.
  • KER, J.C., CURI, N., SCHAEFER, C.E.G.R., VIDAL-TORRADO, P. Pedologia: fundamentos. Viçosa, MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2012. vii, 343 p.
  • BRASIL. Ministério da Agricultura. Departamento Nacional de Pesquisa Agropecuária. Divisão pedológica. Levantamento de reconhecimento dos solos do Estado do Rio Grande do Sul. Recife, 1973. 431p. (DNPEA, Boletim Técnico, 30).

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2019 / 2 41 41 Agronomia (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
PABLO MIGUEL
Professor responsável pela turma

LUIZ FERNANDO SPINELLI PINTO
Professor Regente

M2 2019 / 2 40 40 Agronomia (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
PABLO MIGUEL
Professor responsável pela turma

LUIZ FERNANDO SPINELLI PINTO
Professor Regente

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
GÊNESE, LEVANTAMENTO E CLASSIFICAÇÃO DO SOLO Agronomia (Bacharelado)

Página gerada em 19/11/2019 00:41:45 (consulta levou 0.174741s)