Nome da Disciplina
GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA
CÓDIGO
07440006
Carga Horária
150 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
3
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
7
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
10
CRÉDITOS
10
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Ginecologia e Obstetrícia é a especialidade dedicada ao estudo da fisiologia do aparelho reprodutor feminino, do ciclo grávido puerperal e de patologias que atinjam este aparelho. Enfatiza-se a prevenção do câncer ginecológico e o pré-natal. As atividades realizadas na disciplina estão alinhadas com as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de medicina, publicada em 2014, e consistem em: I - Realização da História Clínica: - estabelecimento de relação profissional ética no contato com as pessoas sob seus cuidados, familiares ou responsáveis; - orientação do atendimento às necessidades de saúde, de modo a combinar o conhecimento clínico e as evidências científicas; - utilização de linguagem compreensível no processo terapêutico; - favorecimento da construção de vínculo, valorizando as preocupações, expectativas, crenças e os valores relacionados aos problemas relatados ; - identificação dos motivos ou queixas, evitando julgamentos, considerando o contexto de vida e dos elementos biológicos, psicológicos, socioeconômicos; - orientação e organização da anamnese, utilizando o raciocínio clínico-epidemiológico, a técnica - investigação de sinais e sintomas, repercussões da situação, hábitos, fatores de risco, exposição às iniquidades econômicas e sociais e de saúde, condições correlatas e antecedentes pessoais e familiares; e - registro dos dados relevantes da anamnese no prontuário de forma clara e legível.

II - Realização do Exame Físico: - esclarecimento sobre os procedimentos, manobras ou técnicas do exame físico ou exames diagnósticos, obtendo consentimento da pessoa sob seus cuidados ou do responsável; - cuidado máximo com a segurança, privacidade e conforto da pessoa sob seus cuidados; - postura ética, respeitosa e destreza técnica na inspeção, apalpação, ausculta e percussão, com precisão na aplicação das manobras e procedimentos do exame físico geral e específico; e - esclarecimento, à pessoa sob seus cuidados ou ao responsável por ela, sobre os sinais verificados, registrando as informações no prontuário, de modo legível.

III - Formulação de Hipóteses e Priorização de Problemas: - estabelecimento de hipóteses diagnósticas mais prováveis, relacionando os dados da história e exames clínicos; - prognóstico dos problemas da pessoa sob seus cuidados, considerando os contextos pessoal, familiar, do trabalho, epidemiológico, ambiental e outros pertinentes; - informação e esclarecimento das hipóteses estabelecidas, de forma ética e humanizada, considerando dúvidas e questionamentos da pessoa sob seus cuidados, familiares e responsáveis; - estabelecimento de oportunidades na comunicação para mediar conflito e conciliar possíveis visões divergentes entre profissionais de saúde, pessoa sob seus cuidados, familiares e responsáveis; e - compartilhamento do processo terapêutico e negociação do tratamento com a possível inclusão das práticas populares de saúde, que podem ter sido testadas ou que não causem dano.

IV - Promoção de Investigação Diagnóstica: - proposição e explicação, à pessoa sob cuidado ou responsável, sobre a investigação diagnóstica para ampliar, confirmar ou afastar hipóteses diagnósticas; - solicitação de exames complementares, com base nas melhores evidências científicas, conforme as necessidades da pessoa sob seus cuidados, avaliando sua possibilidade de acesso aos testes necessários;
- avaliação singularizada das condições de segurança da pessoa sob seus cuidados, considerando-se eficiência, eficácia e efetividade dos exames; - interpretação dos resultados dos exames realizados, considerando as hipóteses diagnósticas, a condição clínica e o contexto da pessoa sob seus cuidados; e - registro e atualização, no prontuário, da investigação diagnóstica, de forma clara e objetiva.

I - Elaboração e Implementação de Planos Terapêuticos: - estabelecimento, a partir do raciocínio clínico-epidemiológico em contextos específicos, de planos terapêuticos, contemplando as dimensões de promoção, prevenção, tratamento e reabilitação; - discussão do plano, suas implicações e o prognóstico, segundo as melhores evidências científicas, as práticas culturais de cuidado e cura da pessoa sob seus cuidados e as necessidades individuais e coletivas; - promoção do diálogo entre as necessidades referidas pela pessoa sob seus cuidados ou responsável, e as necessidades percebidas pelos profissionais de saúde, estimulando a pessoa sob seus cuidados a refletir sobre seus problemas e a promover o autocuidado; - estabelecimento de pacto sobre as ações de cuidado, promovendo a participação de outros profissionais, sempre que necessário; - implementação das ações pactuadas e disponibilização das prescrições e orientações legíveis, estabelecendo e negociando o acompanhamento ou encaminhamento da pessoa sob seus cuidados com justificativa; - informação sobre situações de notificação compulsória aos setores responsáveis; - consideração da relação custo-efetividade das intervenções realizadas, explicando-as às pessoas sob cuidado e familiares, tendo em vista as escolhas possíveis; e - exercício competente em defesa da vida e dos direitos das pessoas.

II - Acompanhamento e Avaliação de Planos Terapêuticos: - acompanhamento e avaliação da efetividade das intervenções realizadas e consideração da avaliação da pessoa sob seus cuidados ou do responsável em relação aos resultados obtidos, analisando dificuldades e valorizando conquistas; - favorecimento do envolvimento da equipe de saúde na análise das estratégias de cuidado e resultados obtidos; - revisão do diagnóstico e do plano terapêutico, sempre que necessário; - explicação e orientação sobre os encaminhamentos ou a alta, verificando a compreensão da pessoa sob seus cuidados ou responsável; e - registro do acompanhamento e da avaliação do plano no prontuário, buscando torná-lo um instrumento orientador do cuidado integral da pessoa sob seus cuidados.

Objetivos

Objetivo Geral:

Gerais: Ensino prático e teórico da especialidade de Ginecologia e Obstetrícia, necessários a formação do médico geral.
Específicos: - Apresentação dos principais problemas de saúde em Ginecologia e Obstetrícia em aulas teóricas; - Treinamento prático na área de Ginecologia e Obstetrícia com a finalidade de aprendizado de conhecimentos básicos, destinados a médicos generalistas; - Vivências teóricas e práticas em algumas subespecialidades da área, por exemplo em colposcopia, infertilidade conjugal, mastologia, planejamento familiar, cirurgia ginecológica, etc.

Conteúdo Programático

Anatomia do Aparelho Genital Feminino
Bacia materna–mecânica da parturição e assist. ao parto normal
Fecundação – Nidação – Placentação – Diagnóstico de Gravidez
Mama I e II
Fisiologia do Aparelho Genital Feminino
Patologia da vulva e vagina (Patologia)
Anticoncepção
Patologia da glândula mamária (Patologia)
Clínica do colo uterino I e II
Patologia do colo uterino (Patologia)
Clínica do corpo uterino I e II
Modificações sistêmicas da Gestação
Assistência pré-natal
Diabete gestacional
Patologia do corpo uterino (Patologia)
Estudo do bem estar fetal e sofrimento fetal
Puerpério normal e patológico
Hemorragias da 1ª metade da gestação
Vulvovaginites
Estados Hipertensivos na Gravidez
TPP e Roprema
Hemorragias do último trimestre da gestação
Doença Hemolítica Perinatal
Drogas e gravidez
Anexos uterinos (Patologia)
Puberdade e adolescência – clínica
Infecções obstétricas
Doença Trofoblástica (Patologia)
Doença Inflamatória Pélvica (DIP)
Tumor de ovário – Clínica
Doenças Sexualmente Transmissíveis – DST HIV
Gestação Ginecologia Endócrina I e II
Estudo clínico do climatério
Dor Pélvica
Infertilidade
Endometriose

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • Rotinas em ginecologia - 7 / 2017 - ( Livro eletrônico ) PASSOS, Eduardo Pandolfi. Rotinas em ginecologia. 7. Porto Alegre ArtMed 2017 1 recurso online ISBN 9788582714089 Rotinas em obstetrícia - 7 / 2017 - ( Livro eletrônico ) MARTINS-COSTA, Sérgio. Rotinas em obstetrícia. 7. Porto Alegre ArtMed 2017 1 recurso online ISBN 9788582714102 .. Rezende Obstetrícia - 13 / 2016 - ( Livro eletrônico ) MONTENEGRO, Carlos Antonio Barbosa. Rezende Obstetrícia. 13. Rio de Janeiro Guanabara Koogan 2016 1 recurso online ISBN 9788527730723 .

Bibliografia Complementar:

  • Current ginecologia e obstetrícia: diagnóstico e tratamento - 11 / 2015 - ( Livro eletrônico ) CURRENT ginecologia e obstetrícia: diagnóstico e tratamento. 11. Porto Alegre ArtMed 2015 1 recurso online ISBN 9788580553246 . Manual de ginecologia e obstetrícia do Johns Hopkins - 4 / 2015 - ( Livro eletrônico ) MANUAL de ginecologia e obstetrícia do Johns Hopkins. 4. Porto Alegre ArtMed 2015 1 recurso online ISBN 9788536327846 . Zugaib obstetrícia - 3 / 2016 - ( Livro eletrônico ) ZUGAIB obstetrícia. 3. São Paulo Manole 2016 1 recurso online ISBN 9788520447789 . Terapêutica em ginecologia protocolos de assistência do Departamento de Ginecologia da EPM-Unifesp / 2012 - ( Livro eletrônico ) TERAPÊUTICA em ginecologia protocolos de assistência do Departamento de Ginecologia da EPM-Unifesp. São Paulo Manole 2012 1 recurso online ISBN 9788520447185

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2019 / 2 30 30 Medicina (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
TER08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
QUI08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
SEX08:50 - 09:40
SEG13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
CELENE MARIA LONGO DA SILVA
Professor Regente

IANDORA KROLOW TIMM SCLOWITZ
Professor Regente

JOSE AUGUSTO ASSUMPCAO CRESPO RIBEIRO
Professor Regente

LARA FLORIO REAL LOYOLA
Professor Regente

TATIANE BILHALVA FOGACA
Professor Regente

GUILHERME LUCAS DE OLIVEIRA BICCA
Professor responsável pela turma

JOSAYRES ARMINDO BUSS CECCONI
Professor Regente

M2 2019 / 2 30 27 Medicina (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
QUA08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
QUI10:50 - 11:40
SEX08:00 - 08:50
SEG13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
GUILHERME LUCAS DE OLIVEIRA BICCA
Professor responsável pela turma

CELENE MARIA LONGO DA SILVA
Professor Regente

IANDORA KROLOW TIMM SCLOWITZ
Professor Regente

JOSAYRES ARMINDO BUSS CECCONI
Professor Regente

JOSE AUGUSTO ASSUMPCAO CRESPO RIBEIRO
Professor Regente

LARA FLORIO REAL LOYOLA
Professor Regente

TATIANE BILHALVA FOGACA
Professor Regente

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA Medicina (Bacharelado)

Página gerada em 13/11/2019 07:48:41 (consulta levou 0.164777s)