Nome da Atividade
ARQUEOLOGIA INDÍGENA BRASILEIRA 2
CÓDIGO
10910127
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Estudo e discussão do processo de ocupação das sociedades indígenas desde tempos pré- coloniais nas terras baixas sul-americanas, especialmente na porção meridional do Brasil e região platina abordando as diversas teorias e renovação do conhecimento científico na área, relacionando os modelos explicativos para as sociedades regionais aos seus fundamentos epistemológicos na teoria arqueológica (identificação e caracterização das escolas arqueológicas e suas influências). Buscar-se-á entender processos de conformação de paisagens e ambientes construídos como elementos materiais que denotam a complexidade dos conhecimentos tecnológicos de transformação do mundo pelas sociedades indígenas, a fim de discutir as relações entre humanos e o mundo não-humano e dar vazão à discussão sobre a velha dicotomia natureza e cultura.

Objetivos

Objetivo Geral:

Geral:
-Discutir crítica da história da arqueologia indígena, com ênfase em sociedades desenvolvidas a partir do holocenomédio nas terras baixas sul-americanas.
Específicos:
-Estudo de sociedades indígenas de caçadores-coletores antigos nas terras baixas sul- americanas; estudo de sociedades de grupos horticultores nas terras baixas sul-americanas; estudo da relação entre diferentes sociedades indígenas nas terras baixas sul-americanas e suas relações com paisagens transformadas desde o holoceno médio.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • GASPAR, Madu. Sambaqui: arqueologia do litoral brasileiro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2000.
  • KERN, Arno. A. (Org.). Arqueologia Pré-histórica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1991.
  • BONOMO, Mariano. HistoriaPrehispánica de Entre Ríos. Buenos Aires: Fundación de Historia Natural Félix de Azara; Universidad Maimónides, 2012.
  • DURÁN, Alicia eBRACCO,Roberto.Arqueología de las Tierras Bajas. Comisión Nacional de Arqueología-MEC, Montevideo, 2000.

Bibliografia Complementar:

  • COPÉ, Silvia Moehlecke. A gênese das paisagens culturais do planalto sul brasileiro. Estud. av., Abr 2015, vol.29, no.83, p.149-171.
  • DEBLASIS, Paulo.; KNEIP, Angela.; SCHELL-YBERT, Rita.; GIANNINI, P. C.; GASPAR, M. D. Sambaquis e Paisagem. Dinâmica Naturale Arqueologia Regional no Litoral Sul do Brasil. Arqueologia Suramericana. V. 3.nº 1. p.29-61, , jan. 2007.
  • NOELLI, Francisco. S. A ocupação humana na região sul do Brasil: arqueologia, debates e perspectivas – 1872/2000. Revista da USP. São Paulo: USP. nº 44, p. 218-269, 1999-2000. PROUS, André. Arqueologia Brasileira. A pré-história e os verdadeiros colonizadores. Cuiabá: Archaeo/Carlini & Caniato Editorial, 2019.
  • ROGGE, Jairo Henrique. Fenômenos de Fronteira:. São Leopoldo: UNISINOS. Pesquisas, nº62, 2005. pp. 73-95.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
T1 2022 / 2 25 8 Arqueologia (Bacharelado - Noturno)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG19:00 - 19:50
19:50 - 20:40
20:40 - 21:30
21:30 - 22:20
GUSTAVO PERETTI WAGNER
Professor responsável pela turma

Página gerada em 09/02/2023 05:46:34 (consulta levou 0.060104s)