Nome do Projeto
Palavras cruzadas: a diversão no aprendizado de Histologia
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
01/12/2015 - 30/12/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Morfologia
Resumo
O aprendizado de histologia por muitas vezes se torna difícil, quando o educador se mantem engessado em aulas expositivas com acumulo de informações e imagens. Atualmente, com os recursos disponíveis, deve haver uma adaptação do ensino visando tornar o estudo mais atrativo e divertido. Na USP de São Carlos, o professor do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), Seiji Isotani, tem um interesse especial no uso de jogos na educação. Segundo Isotani, “Gameficar a educação é utilizar de técnicas de jogos para tornar a educação mais interessante e motivar os alunos. A ideia é que possamos utilizar os jogos para fazer com que inicialmente o aluno fique com a motivação extrínseca, mas que depois ele internalize e entenda que aquilo está fazendo bem pra ele, e não precise mais de algo em troca para aprender”. Em virtude deste fato, a utilização de palavras cruzadas para o aprendizado e memorização do conteúdo pode contribuir para diminuir as carências dos alunos em relação à disciplina. Além disso, a utilização de mais esta ferramenta pretende aguçar a curiosidade científica e incentivá-los a buscar novos conhecimentos, ou seja, estimulá-los a fazer pesquisa

Objetivo Geral

Auxiliar os alunos das disciplinas de Histologia no aprendizado do conteúdo de maneira divertida

Justificativa

Observa-se no decorrer do tempo, que os alunos tem apresentado dificuldades maiores para o aprendizado das disciplinas de Histologia Geral e Especial. Com base neste fato os professores do Departamento sentiram a necessidade de buscar alternativas que reforcem o aprendizado. Dentro desta perspectiva, alguns aspectos são considerados importantes:

- Durante o tempo em que não estiver presente no laboratório de Histologia, ou assistindo as aulas teóricas, o aluno poderá exercitar seus conhecimentos aprimorando sua interpretação dos componentes teciduais juntamente com os esquemas e descrições já disponibilizados pela disciplina.
- As mudanças que ocorreram nos últimos anos com o surgimento da internet e com a acessibilidade inclusive da população menos favorecida, tem provocado uma modificação nas ferramentas de ensino. O uso de livros digitais favorece o acesso dos conteúdos através de materiais gratuitos e disponíveis, em qualquer lugar onde o estudante esteja, influenciando diretamente no nível de aprendizado desse aluno. isso pode, inclusive incrementar o interesse dos alunos, aliando o aprendizado ao divertimento.
-

Metodologia

O projeto consistirá na elaboração de palavras cruzadas sobre o conteúdo de Histologia Geral e Especial. As palavras cruzadas serão elaboradas em computador, armazenadas e posteriormente colocadas em um site e impressas no formato de livro. Serão elaboradas palavras cruzadas para cada capitulo e também algumas contendo conteúdo de mais de um capitulo. Os conteúdos abordados estão abaixo descritos.

HISTOLOGIA GERAL
A. Tecido Epitelial:
i. Tecido Epitelial de Revestimento (tecido epitelial de revestimento simples pavimentoso, cúbico e colunar, tecido epitelial de revestimento pseudo-estratificado cilíndrico ciliado com células caliciformes, tecido epitelial de revestimento estratificado pavimentoso não-queratinizado, tecido epitelial de revestimento estratificado pavimentoso queratinizado, tecido epitelial de revestimento de transição ou polimorfo)
ii. Tecido Epitelial Glandular (glândula exócrina unicelular: célula caliciforme, tecido epitelial glandular exócrino tubular simples, tecido epitelial glandular exócrino tubular simples enovelado, tecido epitelial glandular exócrino acinar simples, tecido epitelial glandular exócrino acinar composto, tecido epitelial glandular exócrino túbulo-acinar composto, tecido epitelial glandular endócrino folicular ou vesicular, tecido epitelial glandular endócrino cordonal)
B. Tecido Conjuntivo
i. Tecido Conjuntivo Propriamente Dito (fibroblasto e fibrócito, linfócito, plasmócito, macrófago, fibras colágenas, fibras elásticas, fibras reticulares, tecido conjuntivo frouxo, tecido conjuntivo denso não-modelado, tecido conjuntivo denso modelado )
ii. Tecido Mucoso
iii. Tecido Reticular
iv. Tecido Adiposo (Tecido Adiposo Unilocular e Multilocular)
v. Tecido Cartilaginoso (Cartilagem Hialina, Elástica e Fibrosa)
vi. Tecido Ósseo (Tecido ósseo primário e secundário, ossificação endocondral e intramembranosa)
vii. Tecido Sanguíneo (hemácias, leucócitos e plaquetas)
C. Sistema Nervoso
i. Sistema Nervoso Central (medula espinhal, astrócito, córtex cerebelar e neurônio piramidal)
ii. Sistema Nervoso Periférico (nervo, gânglio do sistema nervoso autônomo e gânglio do sistema mioentérico)
D. Tecido Muscular
i. Tecido Muscular Estriado Esquelético
ii. Tecido Muscular Estriado Cardíaco
iii. Tecido Muscular Liso
HISTOLOGIA ESPECIAL
A. Sistema Imunitário e Órgãos Linfáticos:
i. Timo
ii. Linfonodos
iii. Baço
iv.Tecido linfático associado as mucosas
v. Tonsilas
B. Trato Digestivo
i.Cavidade Oral
ii. Esôfago
iii. Estômago
iv. Intestino Delgado
v. Intestino Grosso
vi.Apêndice
C. Órgãos Associados ao Trato Digestivo
i. Glândulas Salivares
ii. Pâncreas
iii. Fígado
iv. Trato Biliar
v. Vesícula Biliar
D. Aparelho Respiratório
i.Traquéia
ii. Pulmão
iii. Pleura
E. Pele e Anexos
i. Epiderme
ii. Derme
iii. Hipoderme
iv. Receptores Sensoriais da Pele
v. Pêlos
vi. Unhas
vii. Glândulas da Pele
F. Aparelho Urinário
i. Rim
ii. Bexiga e Vias Urinárias
G. Glândulas Endócrinas
i. Hipófise
ii. Adrenais
iii. Ilhotas de Langerhans
iv. Tireóide
v. Glândula Pineal
H. Aparelho Reprodutor Masculino
i. Testículos
ii. Ductos Genitais extratesticulares
iii. Glândulas Acessórias
iv. Pênis
J. Aparelho Reprodutor Feminino
i.Ovários
ii. Tuba Uterina
iii. Útero
iv. Vagina
v.Glândula Mamária
L. Sistemas Fotorreceptor e Audiorreceptor
i. Sistemas Fotorreceptor
ii. Aparelho auditivo ou órgão Vestíbulo-coclear

Resultados Esperados

Os professores acreditam que o site cumprirá o papel de difundir conhecimento para todos os acadêmicos de Histologia, além dos alunos da UFPel.
Esperamos que esta publicação possa colaborar na superação das dificuldades enfrentadas pelos alunos durante os cursos de Histologia, principalmente no quesito preparação para provas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BIANCA DE ANDRADES MANJABOSCO2
JULIANA GARCIA ALTMAM210/05/201615/12/2016
LARISSA TAVARES HENZEL2002/05/201616/12/2016
LAURA BEATRIZ OLIVEIRA DE OLIVEIRA201/12/201530/12/2016
LETÍCIA SALOMÃO HIRSCH201/12/201530/12/2016
LUIZ FERNANDO MINELLO201/12/201530/12/2016
MARIA CAROLINA MADRUGA CORRAL201/12/201530/12/2016
ROSANGELA FERREIRA RODRIGUES201/12/201530/12/2016
SANDRA MARA DA ENCARNACAO FIALA RECHSTEINER201/12/201530/12/2016
THAÍS GIODA NORONHA201/12/201530/12/2016

Página gerada em 19/11/2019 19:14:47 (consulta levou 0.042140s)